100 dicas de poupança: guia completo para o dia a dia

100 dicas de poupança que vai querer conhecer: da casa, ao carro, sem esquecer férias e estilo de vida. Saiba como conseguir gastar menos e poupar mais.

100 dicas de poupança: guia completo para o dia a dia
Sem ideias? Damos cem ideias para poupar dinheiro!

Se já não tem ideias sobre como conseguir poupar algum dinheiro, conheça e aplique as nossas dicas. Agora não há margem para desculpas, porque vamos apresentar uma centena delas. Sim, leu bem, são 100 dicas de poupança.

Mesmo quando já parece impossível poupar, ou quando nos falta a vontade para dar o primeiro passo, acredite que com 100 dicas de poupança, alguma delas vai fazer sentido para si. E, na dúvida, talvez valha a pena experimentar. E, claro, quantas mais destas sugestões implementar, mais oportunidades tem de poupar.

100 dicas de poupança

1. Mude de banco ou conta bancária

Está informado sobre as vantagens de mudar de banco ou abrir uma nova conta bancária? Por vezes, nem questionamos se estamos ou não a pagar uma taxa mensal por serviços de utilização de um cartão ou conta. E, tantas vezes, apenas por “deixar andar”, por preguiça ou falta de informação.

E que tal pesquisar sobre algumas das mais recentes ofertas bancárias, online ou nos balcões mais próximos? Saiba que há, por exemplo, bancos que oferecem benefícios apenas por abrir uma conta e criar um depósito direto e que outros têm taxas de juro atraentes para novos clientes.

2. Desligue o televisor

O que é que este tópico tem a ver com poupança? Tem muito, embora possa custar-lhe acabar com velhos hábitos, rotinas, deixar de ver “aquela” série, por exemplo.

Ora veja: menor exposição a publicidade potenciadora da vontade de comprar bens e serviços; conta de eletricidade menor; e embora “com sofrimento” se cancelar a subscrição de alguns canais ou mesmo de todos os cais de TV por cabo/ satélite estará a poupar ainda mais.

Por outro lado, ganha tempo para se dedicar a outras atividades, às pessoas de quem gosta e até, quem sabe, para ter um part-time ou criar um negócio.

3. Pare de colecionar e comece a vender

colecionar

Se não estivermos a falar de objetos de reconhecido valor, talvez valha a pena avaliar se as coleções que fez ou faz podem trazer-lhe benefícios, como um dinheiro extra.

Se quiser recuperar algum dinheiro que já gastou em artigos colecionáveis, pode começar a vendê-los agora (por exemplo, online e de forma gratuita) e usar esses fundos para, quem sabe, iniciar uma conta poupança.

4. Fidelize-se em marcas e lojas

Há muitas marcas e comerciantes que estão dispostos a recompensá-lo por fazer compras na sua loja, querendo em troca a obtenção dos seus dados para, por exemplo, a criação de um cartão de pontos que se convertem em saldo ou para envio de informação sobre novidades, mas também campanhas, saldos, descontos específicos em dias especiais como o aniversário, etc.

Por isso, crie um endereço de email especialmente para este fim e registe-se como cliente, aceite newsletters e siga as suas marcas e lojas favoritas nas redes sociais, podendo, assim poupar dinheiro ou ter outros benefícios.

5. Faça presentes em vez de os comprar

Pensar e fazer presentes originais e personalizados pode ser uma boa forma de poupar. Ofereça uma sobremesa favorita, bolachas, compotas em frascos reaproveitados e decorados por si, por exemplo.

Hoje em dia, com uma breve pesquisa na internet, pode aprender a fazer quase tudo: sabonetes, velas, a forrar e a personalizar agendas, entre tantas outras possibilidades.

Seja criativo, dê o seu toque pessoal, acrescente uma mensagem e terá um presente original, que não se encontra nas lojas, e mais barato.

6. Aplique a regra dos 30 dias

Eis uma excelente dica de poupança para evitar a compra por impulso, por dúvida, dia mau, ou por outras condicionantes.

Geralmente, algum tempo depois, percebemos que não precisávamos tanto assim daquilo que compramos, por isso, esperar algum tempo pode dar-lhe uma melhor perspetiva sobre se realmente vale a pena comprar ou se a aquisição vale o dinheiro a despender.

7. Faça uma lista de compras e siga-a

De certeza que já lhe aconteceu ir ao supermercado comprar apenas uma ou duas coisas que estavam a fazer falta, mas saiu de lá com um saco cheio e uma conta a pagar superior ao previsto.

Mas também, quem resiste àquela promoção de 50%? Ou àquelas bolachinhas com ar delicioso? E a experimentar aquele iogurte novo anunciado na televisão?

Pois é, mas se queremos poupar, o melhor mesmo é pensar em casa no que é essencial comprar, fazer uma lista e manter o foco nela. Acredite que, se a seguir à risca, poderá realmente poupar dinheiro e também evitar o desperdício de alimentos.

8. Convide amigos em vez de sair

amigos jantar

Sair para jantar fora com os amigos, ir até um bar ou fazer algo diferente sai geralmente caro. E ficamos com aquela sensação de que não podemos repetir muitas vezes, precisamente por causa do orçamento.

Uma boa opção será convidar os amigos e criarem formas de convívio e diversão por casa: uns petiscos, muita conversa, jogos, música para ouvir ou dançar.

Se forem rodando de casa entre amigos ou se partilharem as despesas, podem assim repetir o convívio e poupar algum dinheiro.

9. Conserte e reutilize roupa

Uma boa forma de poupar dinheiro é verificar atentamente o seu guarda-roupa e ver de que forma o pode rentabilizar, evitando, assim, gastar dinheiro e acumular roupa de que não precisa.

Às vezes, fazer a bainha de umas calças, um pequeno ajuste num vestido ou blazer, acrescentar um cinto, um laço numa blusa, por exemplo, faz toda a diferença e permite-lhe dar um novo look a determinada peça.

Se tiver tempo e vontade, pode ainda realizar um workshop de costura e aprender, pelo menos, o básico para poder fazer pequenos consertos e alterações na sua roupa.

10. Ofereça mais tempo e menos presentes às crianças

Nunca lhe aconteceu oferecer um presente a uma criança e ela preferir brincar com o laço do mesmo? Ou vê-la entretida a agrupar por cores molas de estender a roupa?

Na verdade, as crianças, principalmente as mais novas, querem mesmo é atenção e diversão, algo que pode conseguir de forma bem barata.

Jogue bola no pátio de casa, num jardim ou dirija-se a um parque infantil. Faça uma receita em conjunto para o lanche ou jantar. Ensine as suas crianças a andar de bicicleta ou a praticar um qualquer desporto. Organize um piquenique. Ensine a fotografar, pintar, ensine algo que saiba ou goste de fazer.

Dê mais tempo, crie mais laços e momentos memoráveis e poupe dinheiro.

11. Repare e feche torneiras

Sabe aquela torneira que tem lá em casa que pinga? Parece tão pouco que vai deixando ficar, não é? Mas a verdade é que se tiver atenção às torneiras lá de casa pode poupar algum dinheiro.

Não se esqueça de fechar as torneiras, por exemplo, enquanto escova os dentes, de consertar aquelas que estão a pingar e, se possível, instale redutores de caudal em torneiras e chuveiros.

12. Limpe armários, gavetas e afins

Limpe e arrume os seus armários, gavetas, caixas… e retire tudo aquilo que já não usa. Livre-se desses objetos ou tire proveito deles, vendendo-os, por exemplo online, em feiras de usados ou, dependendo da quantidade, numa venda de garagem. Não só pode ganhar algum dinheiro, espaço em casa e, como dizem os psicólogos, fazer uma boa terapia.

13. Escolha bem os jogos de vídeo

Compre jogos de vídeo com valor de repetição e não aqueles que, por exemplo, ao fim de esgotar os níveis perde rapidamente o interesse. Compre jogos de futebol, quebra-cabeças, etc. Jogue com adversários diferentes e online, maximizando assim a sua compra e não adquira novos jogos antes de dominar os que já tem.

Uma vez mais, depois de esgotadas as possibilidades, pode tentar vendê-los online, levá-los a uma loja de revenda de jogos de vídeo ou trocá-los por outros jogos.

14. Beba mais água

agua

“Esta dica não me vai fazer gastar mais dinheiro?” Vejamos outra perspetiva: beber água é importante para hidratar o corpo e, antes de cada refeição, fará com que coma menos. Poderá, por isso, principalmente se almoça muito fora de casa, optar por refeições mais leves e economizar.

Além disso, beber mais água – seja em garrafa recarregável ou em restaurantes – significa gastar menos dinheiro em bebidas como refrigerantes, sumos e bebidas alcoólicas. E se a água da torneira for devidamente tratada e a puder consumir, será com certeza mais barata do que a engarrafada.

15. Evite alimentos embalados e fast food

Porquê comer alimentos maus e gastar mais dinheiro se, com uma hora ao fim-de-semana e outra durante a semana pode preparar refeições saborosas, simples e baratas?

Experimente preparar antecipadamente algumas refeições para levar para o trabalho ou escola (sua e das crianças e jovens). Esta é, aliás, uma tendência atual e, também por essa razão, já pode encontrar, nos locais de trabalho e centros comerciais, microondas para aquecer a sua comida, bem como sopas e saladas para reforçar a sua refeição.

Nas estações mais quentes, opte pelas saladas frias, com e sem massas, com frutas, etc. Conseguirá, assim, fazer bem à sua saúde e à da sua carteira.

16. Pare de fumar, por favor!

Fuma? Se sim, está na hora de ajudar a sua saúde e poupar a sério, porque este hábito sai muito caro. Há vários tratamentos para o ajudar a deixar de fumar, mas, uma vez mais, motivação e determinação serão cruciais e… de graça. Seja qual for a opção, alie com esta dica saúde e poupança.

17. Faça mais quantidade de comida e congele-a

Há pratos fáceis de preparar e que não perdem a qualidade se congelados. Ora esta opção permite-lhe ter uma refeição rápida para a família pronta a aquecer, evitando ter de comprar, comer fora ou optar pelo fast food quando estiver com pressa.

18. Desligue e substitua as luzes

Tenha mais atenção às lâmpadas acesas, desligue as luzes sempre que sair de casa ou das divisões. Há atualmente no mercado luzes de menor consumo, como as lâmpadas LED, que poderão ser uma boa opção no que toca à poupança.

Aproveitar ao máximo a luz solar/ natural também pode ajudar a manter a sua despesa de eletricidade mais baixa.

19. Troque livros e música na internet ou vá à biblioteca

Evite estar sempre a comprar, procurando outras opções como trocar livros, CDs e DVDs online ou em locais específicos.

Se gosta de ler, e vive perto de uma biblioteca, requisite livros e, se for adepto das novas tecnologias, faça leituras online. Atualmente, pode ler ou descarregar gratuitamente livros para o seu computador.

Quanto mais puder emprestar, trocar e requisitar livros em bibliotecas, mais dinheiro economizará ao longo do tempo.

20. Maximize as vendas de garagem

venda garagem

As vendas de garagem são um ótimo lugar para comprar coisas de que realmente precisa: utensílios domésticos, sapatos, roupas ou mesmo equipamentos desportivos. No entanto, não se distraia e tenha cuidado para não usar os baixos preços como uma desculpa para comprar coisas de que não precisa. Foco no estritamente necessário.

21. Instale LEDs

As lâmpadas com eficiência energética podem custar um pouco mais inicialmente, mas têm uma vida muito mais longa do que as lâmpadas incandescentes normais e usam muito menos eletricidade.

Não precisa de substituir todas as lâmpadas da casa de uma só vez. Troque as que são mais usadas e vá substituindo as restantes à medida que avariam. Basta trocar algumas lâmpadas para reduzir o consumo de energia e assim poupar dinheiro.

22. Instale um termostato programável

A instalação de um termostato programável é uma boa decisão se quiser reduzir o consumo de energia enquanto não está em casa ou, simplesmente, para regular a temperatura em casa ao longo do dia e da noite. Desta forma, e com controlo, pode garantir que não há desperdícios.

23. Compre eletrodomésticos de qualidade

Informe-se antes de comprar. Às vezes, um investimento inicial superior vai ajudá-lo a poupar ao longo do tempo. Conheça o significado da etiqueta energética: letra A (o mais eficiente) até ao G (o menos eficiente).

Máquinas de lavar e secar, frigoríficos, entre outros eletrodomésticos confiáveis e eficientes em termos de energia farão com que economize muito dinheiro a longo prazo.

24. Limpe ou mude o filtro de ar do seu carro

Um filtro de ar limpo pode aumentar os kms que faz até 7%, poupando assim dinheiro em combustível. Limpar o filtro de ar é fácil de fazer em apenas alguns minutos – basta seguir as instruções no manual do seu veículo. Se estiver na altura de ser substituído, é um investimento que compensa.

25. Esconda os cartões de crédito

Se não consegue resistir à tentação de utilizar o cartão de crédito, deixe-o num local seguro em casa e não na carteira. Utilize-o apenas para emergências. Já diz o ditado “o que não é visto não é lembrado”!

26. Planeie as suas refeições de acordo com as promoções

Em vez de fazer o plano de refeições para a semana e depois ir às compras, opte por fazer o contrário. Pensar nas refeições depois de ver os produtos que estão em promoção. Irá certamente conseguir poupar nos ingredientes.

27. Compare preços e encontre o supermercado mais barato

Regra geral, fazemos compras, por rotina ou proximidade do local de casa ou trabalho, sempre no mesmo sítio, mas já pensou que podia estar a pagar menos se fosse a outro local?

Experimente comparar em várias lojas os preços do que compra com mais frequência (selecione, por exemplo, 10 ou 20 produtos) e talvez descubra o quanto poderia poupar. Se assim for, está na altura de mudar para um supermercado mais barato.

28. Faça pão caseiro

pao

Quase todas as famílias compram pão todos os dias, algo que nem sempre fica barato, principalmente se tem uma família numerosa ou se opta por pão diferente do branco.

Porém, hoje em dia, pode comprar farinhas e ingredientes diferentes para fazer o seu próprio pão, tornando-o mais barato, mais saudável e mais saboroso. Experimente também adicionar fruta, como banana, e ingredientes como aveia e sementes e conseguirá pão bem diferente.

29. Evite ir às compras para aliviar o stress

Há quem diga que ir às compras é uma terapia para o dia stressante no trabalho, para aquele amuo com alguém, para a tristeza. E até pode ser, mas estará a gastar dinheiro, por vezes, desnecessariamente. E, cuidado, porque pode ficar ainda mais stressado quando vir a conta a pagar.

Opte por uma caminhada à beira-mar, por desporto, por cozinhar ou por fazer algo diferente que o liberte do stress e que não implique gastar dinheiro.

30. Partilhe os seus sonhos com quem gosta

Esta parece uma dica de poupança estranha, mas pense: se passar tempo com as pessoas que mais ama e partilharem os sonhos que têm, torna-se mais fácil para todos ajudar na sua concretização.

Podem definir objetivos, encorajarem-se mutuamente e também ajustarem-se financeiramente. Vai ver que é mais fácil poupar para algo que realmente deseja, como uma viagem ou um carro.

31. Faça a manutenção dos seus aparelhos

Verifique se não há pó a obstruir o bom funcionamento de aparelhos como frigoríficos, maquinas de secar, entre outros equipamentos de aquecimento e refrigeração.

Não havendo impurezas a bloquear a mecânica desses dispositivos, mais eficientemente irão funcionar, ajudando-o a poupar na conta de energia e a durarem mais tempo, economizando também em custos de substituição.

32. Cancele subscrições em clubes

Está a pagar subscrições em associações e clubes que nunca usa? Em caso afirmativo, cancele essas taxas e subscrições. Lembre-se de que pode sempre voltar a fazer essa subscrição se realmente passar a querer utilizar.

33. Compre usado quando puder

E aqui há oferta para todos os gostos e para todas as necessidades (carros, mobília, eletrodomésticos, equipamentos para desporto, roupa e calçado, etc.) geralmente a um preço bem inferior. Ao comprar usado, na maioria das vezes, poupa muito dinheiro.

34. Mantenha hábitos de limpeza

Simples cuidados como lavar as mãos sempre que lida com alimentos crus, cuidados nos locais que escolhe para comer fora de casa, entre outros, podem ajudar a mantê-lo saudável e a evitar vírus e bactérias, salvando-o de contas médicas e perda de produtividade.

35. Remova os números do cartão de crédito das suas contas online

comprar online

É fácil comprar online quando tem as informações do cartão armazenadas numa conta – basta clicar e comprar. A melhor maneira de quebrar esse hábito é simplesmente excluir o seu cartão da conta.

Dessa forma, quando estiver tentado a gastar, será forçado a perder tempo para ir buscar o cartão e respetivas informações. Às vezes, ser forçado a dar esse passo extra é tudo o que é preciso para se convencer de que afinal não precisa de efetuar a compra.

36. Ofereça o seu trabalho como presente

Ora aqui está um presente original e, por vezes, muito útil. Ofereça, por exemplo, os seus conhecimentos de design para fazer um convite para uma época especial, em vez de gastar dinheiro no presente, ou os seus conhecimentos de fotografia, dê uma noite como baby-sitter ou ofereça-se para cuidar de animais enquanto os seus donos vão de férias ou viajar.

Pode arranjar uma bonita caixa ou postal e incluir uma mensagem com a sua oferta. Eis outra boa dica de poupança fácil de seguir.

37. Faça compras logo após os dias festivos

Geralmente, logo após o Natal e outras épocas festivas, como a Páscoa, Carnaval, Dia da Mãe, dos namorados e alguns feriados, os preços dos produtos para a época ou dia baixam drasticamente. Por que não comprar alguns produtos de que precisa sempre, como papel de embrulho, decorações, etc. e guardá-los para o próximo ano?

38. Junte-se a um programa de voluntariado

O voluntariado é uma ótima maneira de conhecer novas pessoas, fazer algum exercício e envolver-se em projetos positivos que podem fazer bem ao espírito.

Trata-se de algo gratuito e que lhe permite também, muitas vezes, diversão, acesso a eventos, feiras, exposições, conhecimento sem gastar dinheiro.

39. Arrume em defesa da sua sanidade e da poupança

Olhe à sua volta, em cada divisão da sua casa. Precisa realmente de tudo o que lá está? Gosta de tudo? Utiliza tudo? Ou podia “livrar-se” de algumas coisas facilmente? A desordem e os espaços exageradamente cheios cansam, sujam-se mais e demoram mais tempo a limpar.

Por isso, livre-se do que não precisa, veja se pode vender ou trocar algum desses objetos, obtenha mais organização e limpeza e, quem sabe, um dinheiro extra.

40. Experimente marcas brancas

Em vez de comprar nos supermercados as marcas mais conhecidas, experimente produtos da marca da loja. Por vezes, não há diferença em termos de qualidade e sabor, trata-se apenas de uma questão de marketing e publicidade e pode vir a poupar muito dinheiro nas suas compras.

41. Prepare algumas refeições em casa

Obtenha um livro de receitas acessível e fácil de usar ou pesquise receitas simples e a preços acessíveis online e tente fazer alguns pratos. Vai ver que cozinhar em casa é muito mais fácil do que pensa – e muito mais barato e saudável do que comprar ou jantar fora.

Para muitas pessoas, cozinhar passa a ser uma atividade que dá prazer e que ajuda a aliviar o stress. Vai fazer o jantar de hoje ou a marmita para levar amanhã para o trabalho?

42. Mude de seguro ou seguradora

Não fique preso a um seguro ou seguradora. Há inúmeras ofertas, atualmente. Faça uma pesquisa e informe-se sobre as vantagens de mudar as condições dos seus seguros ou mesmo de seguradora.

43. Opte por veículos eficientes

poupar carro

Na hora de escolher um carro, novo ou usado, opte por um carro confiável e eficiente para poder poupar em combustível e oficina. Aprender algumas estratégias simples para uma condução eficiente também pode ajudar.

44. Evite os centros comerciais

Os centros comerciais ou, se preferir, os shoppings podem ser um lugar de distração e passeio, mas também são autênticas tentações. Roupas, calçado, livros e DVDs, cinema e muitas guloseimas ali à mão… podem fazê-lo gastar muito dinheiro sem “querer”.

Por isso, se acha que tal vai acontecer, evite o centro comercial e opte por um programa alternativo como um passeio ou caminhada na natureza.

45. Aplique a regra dos 10 segundos

Nas compras, independentemente do local, sempre que adicionar ao seu carrinho/cesto um produto, pare por 10 segundos e pergunte-se se realmente precisa dele.

Se não conseguir encontrar uma boa resposta, coloque-o de volta na prateleira. Este pequeno hábito irá impedi-lo de fazer compras por impulso e, claro, fazê-lo poupar dinheiro.

46. Arrende um espaço que não utilize em casa

Vive próximo de uma universidade, praia ou zona turística? Em caso afirmativo, pode, por exemplo, tentar arrendar um quarto que não usa.

Com um quarto, garagem ou anexos disponíveis pode obter um dinheiro extra com pouco esforço. Certifique-se, no entanto, de que protege a sua família e bens.

47. Crie uma lembrança visual da sua dívida

Se tem alguma dívida para pagar, crie algum elemento visual que o lembre do que já pagou e de quanto falta pagar, qual o valor e o dia da prestação. Desta maneira, poderá tentar encontrar formas e motivação para a liquidar através da poupança.

48. Cancele assinaturas de revistas

Confidencie-nos lá se não tem em casa uma pilha de revistas por ler? Provavelmente, é o resultado de uma assinatura que continua a receber sem ler. Se tal estiver a acontecer, cancele-a.

Se fez qualquer tipo de subscrição a longo prazo, poderá valer a pena chegar a acordo para conseguir reduzir o valor ou mesmo para cancelar.

49. Tome um bom pequeno-almoço em casa

Tomar um bom e nutritivo pequeno-almoço em casa vai enchê-lo de energia para o dia, além de evitar pagar por ele fora de casa e, eventualmente, por um almoço grande e caro por estar cheio de fome ao final da manhã.

50. Troque serviços de babysitting com os vizinhos

Se conhecer e confiar nos seus vizinhos, familiares e amigos, troque serviços de babysitting com eles. Desta forma, não só fica mais tranquilo se precisar de deixar as suas crianças com alguém como evita ter que pagar por este serviço.

51. Aproveite os restos de refeições

empadao

Ora aqui está uma óbvia forma de poupança que nem todos seguem. Os restos de uma refeição podem transformar-se num novo e delicioso prato. Por exemplo, se você tiver restos de frango assado, carne estufada, etc. pode criar empadas, quiches, pizzas, massas com carne e legumes ou empadão, poupando assim bastante dinheiro.

52. Vasculhe o seu guarda roupa

Se tem o desejo regular de comprar roupas,  vasculhe o seu guarda-roupa e veja o que pode encontrar. Provavelmente, há peças de que já nem se lembra ou que nunca ou poucas vezes usou. Passe as roupas da parte de trás do armário para a frente e verá que terá um guarda-roupa completamente diferente.

Faça o mesmo com as roupas que estão no fundo das gavetas, colocando-as à vista. Provavelmente, sentirá que tem muita roupa, que pode variar conjugando outras peças e, o melhor de tudo, perceberá que não precisa de gastar dinheiro em roupas novas.

53. Leve marmita para o trabalho

As marmitas estão na moda, por isso aproveite! Leve o seu almoço para o trabalho, em vez de ir almoçar fora. Basta que o faça algumas vezes por semana para já estar a poupar.

54. Compre roupa versátil

Compre roupas que combinem e não precisará de muita roupa. Com peças simples e intemporais pode encontrar várias opções para se vestir de forma mais ou menos informal, poupando.

55. Peça ajuda e incentivo às pessoas mais próximas

Sente-se e converse com as pessoas mais próximas e diga-lhes que está a tentar cortar nos gastos e que adoraria que eles oferecessem quaisquer sugestões e suporte nesse sentido. Pode ser que tenham mais dicas de poupança e também podem entender melhor a sua situação.

56. Conserte

restaurar

Na internet pode encontrar tutoriais e vídeos gratuitos que mostram como consertar quase tudo. Esta é uma boa forma de poupar dinheiro e aprender algo.

57. Tenha um bloco de notas no bolso ou telemóvel

Não esqueça as suas boas ideias, poupe tempo e dinheiro ao implementá-las. Não deixe passar as suas melhores ideias por não ter onde as apontar: uma ideia de reaproveitamento de algo, uma data de pagamento, evitando também as coimas, uma ideia de negócio, outras ideias.

58. Invista num bom frigorífico

Ter um bom frigorífico com algum espaço extra, um congelador ou uma arca frigorífica permite que compre em massa e pague preços mais baixos ou possa aproveitar promoções.

Além disso, pode armazenar muitas refeições preparadas com antecedência, permitindo-lhe poupar tempo e dinheiro.

59. Procure um lugar mais barato para viver

Informe-se e opte por locais onde o custo de vida é mais acessível. Geralmente são de evitar os locais turísticos, grandes cidades e à beira-mar.

Por vezes, ao afastar-se alguns quilómetros do seu local de eleição, consegue poupar na aquisição de casa, nos arrendamentos, alimentação e até nas saídas de lazer.

60. Informe-se sobre os eventos gratuitos na cidade

Acompanhe os websites e páginas de Facebook das câmaras municipais da área de residência e de outras instituições para estar informado sobre as atividades de desporto, lazer e culturais que promovem; sobre as festas e feiras tradicionais, entre outras iniciativas geralmente gratuitas… E estes são apenas alguns exemplos!

61. Verifique a pressão dos pneus

Ter a pressão do ar no nível recomendado nos pneus do seu carro ajuda-o a poupar combustível e os pneus, por isso, esta é uma dica de poupança que não deve descurar.

Leia o manual do seu carro para ver qual é a pressão de pneu recomendada e dirija-se a um posto de gasolina para a regular. Se tiver dúvidas, há sempre quem dê uma ajuda!

62. Crie um jardim ou horta

horta

Este é um passatempo relativamente barato que poderá trazer alimentos saudáveis para toda a família. Se tiver um quintal, opte pelas frutas e legumes.

No entanto, se vive num apartamento com uma pequena varanda, as ervas aromáticas são uma excelente opção. Nos dois casos, conseguirá sempre poupar e ter à mão produtos frescos.

63. Isole bem as janelas

Se vai construir uma casa ou fazer obras, não poupe no isolamento dos acabamentos exteriores. Ganhará em conforto e poupará dinheiro em climatização. Instale janelas com vidro duplo ou janelas duplas e caixilharias com corte térmico.

Para tapar fugas ou diminuir as infiltrações de ar de portas e janelas, pode utilizar materiais fáceis e baratos como o silicone, massa ou fitas isolante.

64. Use os transportes públicos

Sempre que possível use os transportes públicos, são mais baratos e não terá que se preocupar com a despesa adicional ou o incómodo de estacionar o seu veículo.

65. Corte o seu próprio cabelo

Embora tenha que haver coragem e mão certeira, esta pode ser uma opção se tiver um penteado simples. No caso dos homens, podem utilizar a máquina para cabelos bem curtos, por exemplo.

66. Partilhe boleias

Tente saber se tem colegas de trabalho que façam o mesmo percurso e dividam as despesas de combustível e portagens ou optem por levar carro alternadamente. Quanto mais pessoas partilharem o carro, mais vai poupar.

67. Efetue um plano de pagamento das dívidas

Se tem dívidas, pense e prepare um plano para o ajudar a livrar-se delas. Planifique o que vai pagar em primeiro lugar e como vai fazê-lo, onde pode cortar despesas e conseguir o dinheiro necessário. Ter um plano e segui-lo vai ajudá-lo a atingir os seus objetivos.

68. Opte por métodos tradicionais para cozinhar

Uma panela de barro, um forno tradicional no exterior da casa, um fogão a lenha poderão ser opções a considerar para poupar dinheiro em eletricidade e gás.

69. Faça manutenções básicas

Em vez de esperar que algo se estrague, desenvolva um cronograma de manutenção mensal da sua casa, carro e eletrodomésticos. Verifique os seus bens e proceda a pequenas reparações, algo que impedirá que os estragos aumentem, assim como a despesa ao consertá-los.

Fazer manutenção regularmente, ajuda a conservar os seus bens e o seu valor no caso de os querer vender.

70. Compre a granel

poupar compras

Sempre que comprar itens que não perecem, como sacos de lixo, detergente para roupa, fraldas, entre outros, opte por comprar a granel. Isso reduz o custo por unidade e, a longo prazo, permite-lhe poupar.

71. Prepare alimentos para as suas viagens rodoviárias.

Como todos sabemos, comer nos restaurantes e lojas das áreas de serviço é geralmente caro. Por isso, esta é uma situação em que pode realmente poupar dinheiro se preparar e levar algo para comer e beber durante as suas viagens.

72. Cancele serviços móveis que não utiliza

Verifique a fatura detalhada da sua TV, internet e telemóvel e procure serviços que são cobrados e não usa para os poder cancelar. Compare as ofertas das operadoras para conseguir os melhores preços do mercado.

73. Verifique as taxas de juros

Se tem um ou vários empréstimos, de casa, pessoal, outro, compare as taxas de juro e, se for vantajoso, mude de banco.

74. Compre carros usados

Os carros novos começam a desvalorizar assim que saem do stand, por isso, para poupar dinheiro compre carros usados ​​em boas condições.

75. Utilize as bibliotecas

biblio

Uma biblioteca não serve apenas para emprestar e consultar livros. Veja-a como um local com recursos que lhe permitem poupar dinheiro, por exemplo, a aprender uma língua estrangeira, a usar a internet, ver filmes e ouvir CDs, ler jornais gratuitamente e acompanhar os eventos da comunidade. O melhor de tudo, nem um cêntimo custa.

76. Use uma gilete de barbear simples

Usar uma gilete simples, água e sabão pode ficar mais barato do que comprar e usar máquina de barbear elétrica, algumas vezes com partes que precisa de substituir ao fim de algum tempo ou com avarias para reparar.

77. Encontre inspiração diária para fazer mudanças

Para que quer poupar? O que ou quem o motiva? Encontre algo ou alguém que o faça querer fazer mudanças positivas: deixar de fumar para ser mais saudável e começar a correr ou jogar futebol com os filhos, por exemplo.

Depois use essa pessoa ou coisa como um lembrete constante. Mantenha uma foto dele ou dela na sua carteira, no seu  carro e terá com certeza uma motivação extra, também para poupar.

78. Saiba mais sobre os benefícios que a sua empresa oferece

Peça informações aos RH do seu local de trabalho para conhecer todos os benefícios que poderá ter: há empresas que têm descontos em hotéis, ginásios, eventos, formação, entre outros.

79. Faça produtos de limpeza em vez de os comprar

Há inúmeros produtos relativamente baratos com que poderá limpar e desinfetar a sua casa. Com uma breve pesquisa na internet, saiba como utilizar limão, vinagre, bicarbonato de sódio, entre outros produtos para limpar máquinas, casas de banho, desentupir canos, lavar roupa, etc. conseguindo uma enorme poupança.

80. Sugira atividades de lazer mais baratas

Ao encontrar-se com familiares e amigos sugira atividades mais baratas para realizarem em conjunto, como um piquenique, uma ida à praia, uma caminhada na montanha, que sairão bem mais baratas do que, por exemplo, almoçar ou jantar fora, jogar golfe, entre outras.

81. Não acelere

Cuidado com os limites de velocidade e com os pés pesados! Acelerar tem várias desvantagens, a começar pelo aumento de gasto de combustível e pelas possíveis multas. Fique atento e não acelere!

82. Leia mais

ler

A leitura é um passatempo barato e benéfico. A maioria das cidades tem uma biblioteca e há já vários cafés e locais públicos onde pode trocar livros. Se é fã das tecnologias, pode ler online ou descarregar livros para o seu computador, tablet ou telemóvel de forma totalmente gratuita.

83. Compre uma casa mais pequena

Um espaço mais pequeno e modesto vai poupar-lhe muito dinheiro: em construção se for o caso, em mobília, em eletricidade, em tempo ao arrumar e limpar, são apenas alguns exemplos. Como vê, há várias vantagens em optar por um espaço mais pequeno para viver.

84. Faça um caminho diferente para o trabalho

Esta é uma dica de poupança importante, principalmente se encontra muito trânsito, muito “para e arranca” a caminho do trabalho. Opte por rotas diferentes, mesmo que um pouco mais longas, mas que lhe permitam poupar tempo e combustível devido a uma condução mais serena.

85. Renuncie às taxas de inscrição

Há atividades e serviços que obrigam a taxas de inscrição, como é o caso de alguns ginásios. No entanto, e também porque querem mais clientes, muitas vezes quando por nós solicitado, não as cobram ou descem o valor. Vale a pena tentar negociar se for para poupar algum dinheiro.

86. Não gaste excessivamente em produtos de higiene

A melhor forma de nos mantermos limpos e asseados é ter certos hábitos de higiene diários: tomar banho, escovar dentes e cabelo, usar roupa lavada, etc.

Com estes cuidados diários não será necessário utilizar produtos exageradamente caros. Há aliás alguns produtos naturais e domésticos que poderá usar, como o sal e o açúcar para, por exemplo fazer uma esfoliação do rosto e corpo.

87. Coma menos carne

menos carne

A carne é muito cara quando se considera o seu valor nutricional, especialmente em comparação com vegetais e frutas. Mesmo que não pretenda tornar-se vegetariano, pode poupar se comer carne com menos frequência.

88. Use cupões de desconto

Para economizar o máximo de dinheiro possível, use os cupões de desconto em conjunto com o seu folheto de compras e a lista de compras. Esta estratégia também o ajuda a evitar a compra de produtos de que não precisa apenas porque tem um cupão ou desconto.

89. Calafete a sua casa

Calafete as portas e janelas de sua casa. A maioria das casas tem alguns vazamentos de ar que tornam o trabalho de mantê-las frescas no verão e quentes no inverno muito mais difícil – e isso sai caro. Passe uma tarde a calafetar a sua casa e evite desperdício de energia e dinheiro.

90. Faça a sua própria cerveja

Se gosta de uma bebida ocasional, esta é uma ótima maneira de desfrutar de algumas das suas bebidas favoritas com um desconto acentuado. Depois de dominar o processo, pode facilmente fazer alguns litros de cerveja ou vinho até na companhia dos seus amigos.

91. Proteja equipamentos e poupe energia

Um aumento de energia pode danificar aparelhos elétricos e eletrónicos de forma muito fácil, por isso, seria importante manter os seus equipamentos ligados a um estabilizador para evitar danificar, por exemplo, o seu computador.

Para economizar ainda mais, desligue tudo o que não usa com frequência. Quanto aos que usa diariamente, evite deixar ligadas as luzes de stand by.

92. Utilize a internet para fazer chamadas

Opte pelo Skype, Facetime e outras formas de comunicação pela internet. Sempre que estiver ligado à internet, recorra a estas ferramentas para comunicar com quem está longe, e assim não gasta dinheiro.

93. Reduza os gastos com férias

poupar ferias

Planifique e marque com antecedência as suas férias, preferencialmente fora das épocas altas, e pode poupar muito dinheiro. Por outro lado, em vez de uma viagem grande e extravagante, pegue no carro e numa tenda e fique por perto num local aprazível.

Analise ainda se tem algum cartão de crédito, de viagens ou adesão a um serviço que lhe dê pontos ou descontos para utilizar em estadias e viagens.

94. Cancele os canais de TV cabo ou satélite a que não assiste

Muitas pessoas com serviços de TV cabo pagam por pacotes premium que não utilizam ou utilizam apenas uma ou duas vezes por mês. Nestes casos, livre-se dos canais de que não precisa e coloque esse dinheiro nas suas poupanças.

95. Faça mais exercício

Faça mais exercício em casa ou na rua e deixe o ginásio se for o caso. Dê uma volta ou uma corrida a cada noite, faça alongamentos e siga vídeos com aulas online.

Esses exercícios podem ser feitos em casa de graça e trazem grandes benefícios para sua saúde. Reserve determinação e algum tempo por dia para fazer algum exercício fora do ginásio – o seu corpo e carteira agradecerão.

96. Utilize os serviços do seu banco online

Isso serve  alguns propósitos: primeiro, mantém-se em contato muito mais próximo com o seu dinheiro, o seu saldo, algo que levará a um maior controlo do que é gasto.

Em segundo lugar, o banco economiza dinheiro em selos e cheques de papel, permitindo-lhe que apenas preencha um formulário online, clique em enviar e faça os movimentos de que precisa.

Adicionalmente, poupa tempo e combustível porque não tem que se deslocar ao balcão.

97. Utilize dispositivos que o ajudem a poupar

As tomadas com botão para cortar a energia a todos os dispositivos permite-lhe, uma vez mais, poupar tempo e dinheiro.

Se tiver, por exemplo, o seu espaço de trabalho ligado a uma tomada dessas, todas as vezes que desligar o computador, desliga também o monitor, a impressora, o scanner, etc.

98. Tenha um estilo de vida saudável

Comer bem, praticar desporto e evitar alguns comportamentos de risco (fumar, excesso de peso, consumir drogas ou álcool em excesso) ajudam  a reduzir as despesas com hábitos e dependências e com a saúde.

99. Aprenda com os erros

Mesmo quando fazemos boas escolhas seguidas é muito fácil dar um passo em falso e fazer uma escolha errada que dá cabo do orçamento. O que deve fazer? Aprender com o erro, retê-lo na memória para evitar que o mesmo volte a acontecer.

100. Não desista

Terá, com certeza, momentos difíceis, dívidas para pagar, contas para pagar, coisas para comprar. Respire fundo, procure ler dicas de poupança, blogues sobre finanças pessoais e lembre-se de que há muitas pessoas com problemas e dificuldades parecidos. Partilhe ideias, leia depoimentos de quem conseguiu resolver situações similares.

Informe-se e aprenda coisas novas, talvez encontre inspiração e motivação para continuar ou para criar algo.

Desde já, pode começar a pensar nestas 100 dicas de poupança e escolher algumas para testar e, quem sabe, poupar! E já sabe: quantas mais dicas experimentar, mais hipóteses tem de poupar!

Veja também: