5 erros que podem arruinar o seu negócio

Os empreendedores têm um grande desafio para fazer o seu negócio sobreviver e prosperar. Neste processo, alertamos para 5 erros que deve evitar para não arruinar o seu negócio

5 erros que podem arruinar o seu negócio
Conheça alguns dos principais erros que podem levar o seu negócio à falência
  • Quer aumentar a probabilidade de sucesso do seu negócio no longo prazo?

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

Quando falamos de empreendedorismo todos os cuidados são poucos para se aumentar a probabilidade de sucesso do seu negócio. É certo que a grande maioria das empresas fecha um ou dois anos depois de serem criadas, em parte porque cometeram alguns erros que importa acautelar.
 

1. Não fazer um estudo de mercado e um sólido plano de negócios:

O primeiro passo para a construção de um projeto criador de valor é a elaboração de um rigoroso estudo de mercado e um sólido plano de negócio. Na prática, nem todas as ideias são passíveis de se transformar em empresas rentáveis. É necessário perceber que um negócio para ter sucesso tem de solucionar as necessidades dos seus clientes. Para tal, precisa de conhecer as necessidades do mercado e definir as estratégias para melhor as satisfazer.
 
Um plano de negócios sólido deverá ter atenção às suas forças e fraquezas bem como às oportunidades e ameaças ao seu negócio e empresa. Procure ganhar competências de marketing!
 

2. Não apostar numa equipa sólida:

Um aparente lugar-comum mas que se reveste de grande importância. O principal fator de sucesso das empresas são as pessoas. O capital humano marca toda a diferença. Ao estruturar a sua equipa, procure pessoas competentes tecnicamente e com sólidos valores humanos. Em momentos bons ou maus (especialmente nos maus) irá querer estar rodeado de pessoas honestas, éticas, trabalhadoras e que "vistam a camisola".
 

3. Não alinhar os seus interesses com os da sua equipa:

Para conseguir que os seus colaboradores "vistam a camisola" necessita de uma grande atenção no alinhamento de interesses entre a empresa e os seus trabalhadores. É fundamental trata-los como parte do projeto, envolvendo-os em decisões importantes (especialmente naquelas que têm impacto direto nas suas vidas) e estruturar uma sólida política de remuneração que esteja relacionada com a rentabilidade da empresa.
 

4. Depender de poucos fornecedores:

Estando o seu projeto em andamento, evite estar dependente de poucos fornecedores. Na prática, as dependências acabam por ser perigosas. Depender de um fornecedor pode afetar a sua força negocial e expô-lo ao risco de falência desse fornecedor. Diversifique a sua base de fornecedores para os diversos produtos e necessidades da sua empresa mas opte pela criação de sólidas relações de confiança. Não queira ter fornecedores que não estejam alinhados com os seus interesses e que se preocupem apenas com a rentabilidade de curto prazo.
 

5. Depender de poucos clientes:

Uma última ideia de grande relevo quando falamos do sucesso do seu negócio consiste na diversificação da sua base de clientes. Ficar dependente de poucos clientes deixa-o exposto a um nível de risco bastante expressivo. Foque a sua atenção na procura de mais clientes e de clientes que possam não estar relacionados entre si. Naturalmente que não irá recusar clientes mas tenha em atenção aos riscos para o seu negócio de estar dependente de poucos clientes.
 
Veja também: