AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

5 Regras de etiqueta do LinkedIn

Se quer preservar (e valorizar) a sua imagem, saiba quais as principais regras de etiqueta do LinkedIn que deve respeitar.

5 Regras de etiqueta do LinkedIn
O funcionamento do LinkedIn em nada se assemelha às demais redes sociais.

Se até agora tem encarado o LinkedIn como apenas mais uma rede social está a fazer tudo errado. Sim, é uma rede social mas a sua aplicação e utilização diferem das restantes. O LinkedIn tem um carácter profissional e, se bem utilizado, pode ser fundamental para o seu sucesso profissional. No entanto, o LinkedIn requer alguns cuidados. Como sabe a “etiqueta virtual” pode ser – um tanto ao quanto – traiçoeira e por isso convém ter alguns cuidados adicionais para assegurar que não prejudica a sua imagem profissional. Descubra algumas das principais regras de etiqueta do LinkedIn que não pode descurar.
 

5 Regras básicas

As regras de etiqueta no LinkedIn podem não ser tão sérias e restritas como as do seu local de trabalho, mas são igualmente importantes. Repare. Muitas das relações profissionais atualmente são estabelecidas através dos meios digitais, nomeadamente, através do LinkedIn, daí que para usufruir em pleno das vantagens desta rede social profissional (que lhe permite manter e alimentar a sua rede de contactos) há que ter atenção, não só ao seu perfil, mas também às regras de "boas maneiras" para, assim, rentabilizar ao máximo a sua presença online. As regras que lhe apresentamos já de seguida podem dar uma “ajudinha”.

 

1. Personalize os seus pedidos de contacto

Se está a tentar ligar-se a um contacto profissional para que ele possa integrar a sua rede de contactos deve mostrar-lhe que o valoriza. Não se limite a clicar no botão “conectar” e a enviar a mensagem padrão definida pelo LinkedIn. Ao invés, opte por personalizar a mensagem do pedido. Não precisa de muito tempo, só precisa de escrever um ou dois parágrafos breves dirigidos à pessoa em questão. Há muitos profissionais que não “apreciam” receber as mensagens automáticas o que faz com que muitos dos pedidos de contactos acabem recusados ou ignorados.

 

2. Personalize os pedidos de recomendação profissional

Tal como para os pedidos de contacto, também as recomendações profissionais no LinkedIn devem ser personalizadas. Se quer efetivamente receber uma recomendação – recomendação essa que será personalizada – deve começar por se dirigir especificamente ao contacto em questão e enviar também uma mensagem personalizada para ele. Além disso, não se limite a disparar pedidos de recomendações. Faça-o de forma estratégica e envie pedidos aos contactos que possam ser mais significantes para o seu perfil.

 

3. “Por favor” e “obrigado(a)”

Sim, as duas palavrinhas mágicas são necessárias e eficazes (até) no LinkedIn, principalmente nas duas situações anteriores.

 

4. Cuidado com o excesso de atualizações

Nem oito, nem oitenta. Lembre-se que tudo o que é demais é exagero. É importante que mantenha o seu estado atualizado, mas não precisa de exagerar. Se o fizer pode acabar por “cansar” os seus contactos e pode acabar por ser removido das redes de alguns deles.

 

5. Seja rápido nas respostas

A comunidade do LinkedIn valoriza as respostas rápidas. Esta prontidão nas respostas (seja a mensagens ou a pedidos de contacto, por exemplo) mostra que está atento e “em cima dos acontecimentos”. É indelicado não aceitar rapidamente convites e, nos casos, em que não possa dar uma resposta de imediato, pode sempre enviar uma mensagem curta a dizer isso mesmo.

 

Etiqueta sem falhas

Se já sabe como melhorar o seu perfil do LinkedIn, como encontrar emprego, quais os cuidados a ter na escolha da foto e, agora, a regras de etiqueta mais básicas a seguir, não tem como falhar. Toca a pôr mãos à obra e a tornar o seu perfil infalível.


Veja também: