Ácaros: 5 dicas para os evitar em sua casa

Descubra como ver-se livre dos ácaros, combater as alergias e manter a casa mais limpa e saudável. Tome nota dos nossos conselhos.

Ácaros: 5 dicas para os evitar em sua casa
Um em cada quatro lares tem alguém que sofre com a presença de ácaros

Cerca de 26% dos lares abriga uma pessoa alérgica aos ácaros do pó, pelo que manter a saúde da casa é essencial. Descubra dicas simples e eficazes para criar na sua casa num ambiente imune a estes animais microscópicos.

A boa notícia é que os ácaros não são capazes de transmitir doenças que não sejam alérgicas, mas os problemas que provocam às vias aéreas são um verdadeiro incómodo. Isto acontece porque os corpos destes animais invisíveis, assim como os seus excrementos, contêm algumas proteínas que desencadeiam as alergias.

Afinal, o que são ácaros?

Ácaros são “bichinhos” microscópicos que vivem no pó acumulado em casa. Estes podem ser encontrados em almofadas, tapetes, roupas guardadas, colchões, sofás, cobertores e até nos peluches das crianças. São considerados a principal causa das alergias que atingem o aparelho respiratório.

É importante saber que os ácaros gostam de estar em locais húmidos, abrigados sob uma temperatura amena e que, apesar de adorarem o outono, sobrevivem nos nossos lares durante todo o ano.

Uma informação difícil de digerir: eles alimentam-se, sobretudo, de restos de pele humana, libertadas do nosso corpo de forma natural, através de processos de descamação, acumulando-se em seguida nas roupas de cama, colchões e por toda a casa.

Sintomas de alergia aos ácaros

Os sinais de uma alergia aos ácaros do pó podem variar de pessoa para pessoa, podendo ser mais intensos para algumas e menos para outras. Quando a alergia é considerada moderada, é comum ocorrer corrimento nasal e obstrução das vias aéreas. Nos casos mais graves, a pessoa alérgica pode sofrer de irritação na pele, espirros, olhos lacrimejantes e asma.

Conselhos para manter a casa livre de ácaros

Não vale a pena entrar em desespero e declarar uma guerra contra o inimigo microscópico. Nunca vamos conseguir vencê-los completamente. É importante perceber que, mesmo nas casas mais limpas, os ácaros estão sempre presentes. No entanto, existem algumas medidas que pode adotar para garantir a sua saúde e a de quem vive consigo.

1. Chão

Se tiver essa possibilidade, escolha ter soalhos de madeira e fique longe das alcatifas, que são o ambiente ideal para a proliferação dos ácaros. Evite também usar tapetes grossos, que sejam difíceis de limpar.

2. Roupa de cama

Os materiais sintéticos não são a preferência dos ácaros, por isso deve apostar no poliéster e esquecer o algodão para a roupa de cama. Almofadas feitas de espuma são mais indicadas por serem mais fáceis de limpar. Mantenha-se longe das penas e evite lençóis feitos em flanela e cobertores que, apesar de quentinhos, sejam felpudos. Pode optar por ter um colchão sintético, de espuma ou de borracha, mas lembre-se sempre de envolvê-lo com uma capa de fibra impermeável ou de plástico.

3. Paredes

Há quem adore efeitos e textura nas paredes, mas a verdade é que aquelas que têm uma aparência lisa são facilmente laváveis e retêm menos pó.

4. Cortinas

Escolha sempre os materiais lisos e sintéticos e evite os efeitos elaborados, para facilitar a limpeza das cortinas. Em casos de alergia grave, evite mesmo as cortinas.

5. Móveis

Opte por aqueles que são menos trabalhados e mais fáceis de limpar, pois acumulam menos pó. No quarto, tente não guardar livros, revistas e brinquedos, bem como ter televisão ou aparelhos de som. Todos os objetos desnecessários ao descanso devem ficar excluídos do ambiente onde as pessoas dormem, pois acumulam imenso pó.

Veja também: