Os 5 aeroportos mais saudáveis do mundo

Quem disse que um aeroporto é sinónimo de stress e confusão? Fique a conhecer os aeroportos mais saudáveis do mundo.

Os 5 aeroportos mais saudáveis do mundo
Conheça os aeroportos mais saudáveis do mundo

Com os aeroportos mais saudáveis do mundo que lhe vamos dar a conhecer, vamos provar que o sinónimo de uma viagem saudável já não tem que ser um retiro de yoga em Bali ou um acampamento de surf no Brasil.

O bem-estar encontra-se, agora, presente em alguns dos sítios mais stressantes do mundo: os aeroportos.

Desde estúdios de yoga a spas, ginásios, jardins naturais e salas de cinema e exposições, os aeroportos de todo o mundo começam a criar ambientes saudáveis e locais de distração que reduzem o stress dos passageiros.

Conheça os 5 aeroportos mais saudáveis do mundo


Aeroporto Internacional de Dallas/Fort Worth (DFW)

Aeroporto Internacional de Dallas

Uma das vantagens de ter uma escala no segundo maior aeroporto dos Estados Unidos é que há imenso espaço para caminhar. Dê um passeio ao longo do caminho do aeroporto DFW, aprovado pela American Heart Association, ou desafie-se a fazer algumas caminhadas para cima e para baixo das escadarias, utilizando a sua bagagem em vez de pesos livres.

O aeroporto tem ainda duas salas de yoga, quatro spas, uma equipa de cães de terapia e Minute Suites, onde pode tomar banho.

Aeroporto de Munique (MUC)

Aeroporto de Munique

O Aeroporto de Munique inclui também vantagens saudáveis, incluindo dois ginásios. No Hilton Munich Airport Fit & Fly pode desfrutar, por 22€, de uma piscina de 17 metros, banheira de hidromassagem, sauna e banho de vapor.

Dentro do terminal, há ainda o Body Street Fitness, um estúdio elétrico de exercícios de estimulação muscular. Aqui, encontrará um trilho de bicicleta de 18 quilómetros e um parque ao ar livre.

Para os viajantes que procuram encontrar alguma paz e sossego durante uma escala, há uma sala de meditação e um spa de acupressão.

Aeroporto Internacional Baltimore/Washington (BWI)

aeroporto de baltimore

Considerado o aeroporto mais saudável da América em 2014, este aeroporto tem opções de menu impressionantes: na verdade, 92% dos restaurantes oferecem pelo menos uma opção de alimentos à base de plantas.

Este aeroporto também possui dois trilhos de caminhadas aprovados pela American Heart Association no terminal. Para quem aprecia o ar fresco, saiba que no Aeroporto Internacional Baltimore/Washington (BWI) pode alugar bicicletas e percorrer trilhos. Após um treino completamente exaustivo, dirija-se à sala de meditação ou ao spa BeRelax.

Aeroporto Internacional O’Hare (ORD)

Aeroporto Internacional O'Hare

O jardim vertical deste aeroporto tem um duplo dever: não só proporciona um espaço verde que pode visitar entre voos, como também faz crescer alguns dos produtos usados ​​nos seus restaurantes.

Para se exercitar, visite o Hilton Health Club, onde pode adquirir um bilhete diário que lhe permitirá usar o ginásio, o banho de vapor, a sauna, a piscina e o jacuzzi. Há também uma sala completa de yoga e quatro spas dentro do terminal.

Aeroporto Changi de Singapura (SIN)

Aeroporto Changi de Singapura

Aeroporto Changi de Singapura

Também considerado um dos melhores aeroportos do mundo para descansar, o Aeroporto Changi de Singapura tem vindo a ser eleito, por cinco anos consecutivos, como o melhor aeroporto do mundo.

No que toca a bem-estar, este aeroporto não poderia, de todo, estar de fora. Com três terminais que oferecem lounges de fitness, poderá sentir-se relaxado o dia inteiro.

Além disto, a piscina no terraço, onde os visitantes podem mergulhar e aproveitar o sol, os spas luxuosos ou os vários espaços verdes como os jardins de orquídeas, de girassóis ou de catos denotam uma tendência ambientalista e simplista no que toca ao bem-estar dos seus passageiros.

Este não é apenas dos aeroportos mais saudáveis do mundo no que toca aos ambientes relaxados e naturais que oferece, mas também pode ser considerado um aeroporto saudável por oferecer aos seus passageiros momentos de distração, que ajudam o reduzir o stress das viagens, com a sua sala de cinema, com o seu convés de observação ou ainda com as suas exibições interativas de arte.