PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

5 dicas para uma cuidada alimentação na gravidez

Ter cuidados básicos com a alimentação na gravidez é meio caminho andado para uma gestação tranquila. Conheça algumas dicas!

5 dicas para uma cuidada alimentação na gravidez
Há algumas regras de ouro!

Quando engravidamos, passamos a ter uma vida que depende inteiramente de nós. E uma das coisas mais importantes que é preciso ter em conta é que tudo o que comemos passa, literalmente, para o bebé.

Neste artigo damos-lhe algumas dicas de alimentação na gravidez, para que tanto mãe como bébé possam desfrutar de uma das alturas mais especiais na vida!


5 regras de ouro da alimentação na gravidez



1. Hidratação

O nosso corpo é composto, na sua maioria, por água. E estando um bebé a depender do que nós ingerimos, maior fica a necessidade de ingestão de líquidos.

Deve beber, no mínimo 1,5 litro de água por dia. Se é daquelas pessoas que não consegue obrigar-se a isto, coloque uma rodela de limão ou de laranja na água. Desta forma vai aromatizá-la e, se estiver fresquinha, vai ser um prazer bebê-la!

 

2. Cuidado com os açúcares

Quando se fala em alimentação na gravidez, há tendência para se dizer que é a altura para cometer os excessos todos do mundo. Mas isto não passa de um mito... Se é verdade que esta não é, de todo, a altura para entrar em dietas, não deve também abusar nos alimentos açucarados e processados.

Deixe os bolos e doces para dias especiais e aposte em alimentos ricos em vitaminas, hidratos de carbono e fibras como frutas, legumes e cereais.

 

3. Alimentação em pequenas quantidades, várias vezes ao dia

Esta é outra das regras de ouro para a alimentação na gravidez. Apesar de toda a gente dever praticar esta indicação, mais ainda se aplica às grávidas. Se não, lembre-se: quando um bebé nasce, ele come de 3 em 3 horas, quando não é em espaços mais curtos!

Coma em menores quantidades, mas mais vezes ao dia e aposte em snacks saudáveis: fruta, nozes, amêndoas, queijo fresco.

 

4. Aposta nos alimentos ricos em ferro

A anemia é um problema do qual quase todas as grávidas vêm a sofrer, sobretudo mais para o final da gestação. Para contrariar esta tendência, deve incluir no seu cardápio alimentos ricos em ferro, responsáveis pela fixação da ferritina no organismo.

Beterraba, feijão, espinafres, bróculos ou carne vermelha são bons exemplos de alimentos que contribuem para o aumento dos níveis de ferro no corpo.

 

5. Cuidado com a toxoplasmose

A toxoplasmose é uma infeção causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii e que, quando contraída fora da gravidez não traz qualquer problema, mas se for durante a gestação pode acarretar graves problemas ao bebé.

Existem grávidas imunes a esta infeção (pois já contraíram em algum momento a doença), mas outras que não são imunes. É para estas que damos esta dica de alimentação na gravidez.

Apesar da forma mais comum de transmissão ser através das fezes e urina de gato (pelo que deve evitar mexer nelas durante a gravidez - peça a alguém para que seja ela a mudar a areia do animal de estimação), ela pode também ser transmitida através de alimentos que estiveram em contacto com a terra e no qual este vírus se “alojou”.

Para prevenir isto, deve lavar muito bem, preferencialmente com vinagre, toda a salada e fruta que ingerir.

Veja também: