5 alimentos proibidos para quem tem ansiedade

Cafeína, açúcar e glúten são alguns dos ingredientes presentes nos alimentos proibidos para quem tem ansiedade.

5 alimentos proibidos para quem tem ansiedade
O que não deve comer

As emoções podem influenciar o que se come, mas o que se come também pode interferir na saúde mental. Existem alguns alimentos proibidos para quem tem ansiedade. Estes alimentos devem ser evitados uma vez que potenciam alguns dos sintomas de quem sofre de ansiedade, depressão e mudanças repentinas de humor.

A prevenção é o melhor remédio, por isso quem vive com ansiedade deve também aprender a moldar e gerir o seu estilo de vida, o que inclui ter atenção à dieta alimentar.

Alimentos proibidos para quem tem ansiedade

1. Cafeína

cafeine

A cafeína é um famoso estimulante e droga psicoativa que tem uma longa reputação de interferir bastante com o organismo. Tal como alguns dos sintomas associados à ansiedade, a cafeína também pode fazer com que se sinta nervosa, com náuseas, tonta, agitada e claro, ansiosa. Se sofre de ansiedade é recomendável que substitua o café por chá, por exemplo.

2. Alimentos com açúcares artificiais e refinados

sugar

Este tipo de alimentos é mais difícil de identificar porque o açúcar está praticamente em todo o lado (alimentos, refrigerantes e sumos de frutas). Há estudos que mostram que, apesar de o açúcar não provocar ansiedade, promove alterações no organismo que exacerbam os sintomas de ansiedade e atrofiam a capacidade do corpo de lidar com stress.

O excesso de consumo de açúcar é semelhante ao de cafeína: pode causar mudanças de humor, palpitações cardíacas, dificuldade de concentração e fadiga. Tudo isto pode ser traduzido pelos primeiros estágios de um ataque de pânico.

3. Glúten

gluten

O glúten é uma proteína à qual muita gente é intolerante, estando presente em muitos alimentos. Para quem sofre de ansiedade, o glúten deve ser um alimento proibido. Pessoas com doença celíaca e intolerantes ao glúten têm um maior risco de sofrer de ansiedade, depressão e ter alterações de humor.

4. Álcool

wine

Beber um copo não faz mal. Mas álcool em excesso pode induzir sintomas de ansiedade. O álcool é uma toxina que leva a alterações no estado mental e físico, tendo impactos negativos na serotonina (o químico presente no cérebro responsável por fazer a pessoa sentir-se bem). O álcool afeta o corpo e o sistema nervoso e pode provocar hipersensibilidade, aumentar o ritmo cardíaco, baixar os níveis de açúcar no sangue e levar à desidratação.

5. Alimentos ricos em sódio

sodiumFonte: Everyday Health

Investigações concluíram que uma dieta muito rica em sódio pode ter um impacto negativo no sistema neurológico do organismo, provocando fadiga e danificando o sistema imunitário. O consumo excessivo de sódio também pode levar a aumento de peso, elevada pressão sanguínea e retenção de líquidos.

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.