9 alimentos que os cães não podem mesmo comer

Sabe quais são os alimentos que os cães não podem mesmo comer? Conheça a lista das comidas proibidas.

9 alimentos que os cães não podem mesmo comer
Saiba o que não deve “oferecer” ao seu animal de quatro patas

A família conta agora com um novo elemento canino e não sabe quais os alimentos que os cães não podem mesmo comer? Nós ajudamos: compilamos uma lista com os produtos alimentares proibidos e que não devem fazer parte da dieta do seu amigo de quatro patas.

Não se esqueça que os animais de estimação não podem ter uma alimentação idêntica à dos humanos. Os organismos são diferentes e, por isso, reagem de formas distintas a cada um dos alimentos e dos seus compostos (algumas comidas podem mesmo matar o seu cão).


9 alimentos que os cães não podem mesmo comer


1. Leite

Ainda que este seja o primeiro alimento consumido pelos cachorros, a verdade é que estes animais também podem ser intolerantes à lactose. Assim sendo, o consumo deste produto pode causar vómitos, diarreias e outros problemas intestinais.



2. Uvas

Um dos alimentos mais perigosos para os cães. O consumo desta fruta pode provocar falência renal. O consumo de uvas pode, ainda, provocar vómitos, diarreia e falta de apetite. A falência renal pode levar à morte do cão em três ou quatro dias.
 

3. Chocolate

Até aqui, nenhuma surpresa – todos sabemos que este é um dos alimentos que os cães não podem mesmo comer. Mas qual a razão? O chocolate contém xantina, um composto que pode provocar vómitos e convulsões, aumentar a temperatura corporal e, em casos extremos, causar a morte.



4. Café

Neste lote também podemos acrescentar chá. Estes alimentos contém xantina, o que provoca vómitos, palpitações, dores abdominais e a morte.



5. Bacon

Mais um dos alimentos que os cães não podem mesmo comer. Por ser bastante gorduroso, o bacon pode provocar pancreatite. Assim sendo, o seu cão deixa de conseguir absorver nutrientes e pode desenvolver vários problemas de digestão.



6. Bebidas alcoólicas

O consumo de bebidas alcoólicas provoca os mesmos danos no cérebro dos cães e dos humanos. O consumo de álcool provoca vómitos, diarreia, tremores, convulsões e até casos de coma (mediante a quantidade ingerida).



7. Alho

Os componentes do alho são bastante tóxicos para o organismo do cão – atacam as células vermelhas e deixam o seu animal de estimação cansado e sem energia. A cor da urina pode ficar alaranjada e, em casos graves, pode ser necessário proceder a uma transfusão de sangue. A cebola também provoca os mesmos efeitos e, por isso, deve ser excluída da alimentação dos cães.



8. Massa de pão crua

A ingestão desta mistura pode acabar por fermentar no estômago do cão e provocar a rutura intestinal.


9. Talo de Maçã

Por conter glicosídeos cianogénicos, a ingestão do talo de maçã (assim como a do pêssego, pêra, ameixas e damascos) pode provocar tonturas, desmaios, convulsões, hiperventilação e, em casos graves, coma.

Veja também: