Os super alimentos ricos em fibras

Cereais, grão e muita cor na ponta do garfo. Se quer aumentar o bem estar físico, listamos os alimentos ricos em fibras que deve levar para a mesa.

Os super alimentos ricos em fibras
Quer regular o seu trânsito intestinal? Tome nota das nossas dicas

O nosso corpo não é capaz de digeri-las, mas elas são um elemento essencial ao nosso bem estar. Para além de regular o trânsito intestinal, são ainda fonte natural de incontáveis nutrientes e ajudam a inibir a aborção de gorduras e açúcares.

Por é que isso é importante? A resposta é simples: porque é uma grande arma no combate à obesidade, aos diabetes e às doenças cardiovasculares. Já sabe do que estamos a falar? Se quer usufruir dos benefícios deste pequeno milagre, inclua na dieta os super alimentos ricos em fibra.

Mas antes, saiba mais sobre esta fonte natural de saúde.
 

Curiosidades sobre a fibra

  • Sabia que existem dois tipos de fibras? Sim, e eles têm tarefas diferentes a executar no nosso organismo.
  • As solúveis têm como principal objetivo dar-lhe a sensação de que ficou saciado - são muito úteis, sobretudo, em dietas para perder peso.
  • As insolúveis, são aquelas que atuam para regular o trânsito intestinal, evitando a tão temida prisão de ventre.
  • Sabe qual é a quantidade que devemos ingerir de fibras? Diariamente, o nosso corpo "pede" doses variáveis, mas uma boa forma de acertar na conta é calcular um consumo de 25 a 35 gr.
  • Elas atravessam todo o organismo e não são digeridas. Por que? Porque a única função que têm é a de promover inúmeros benefícios pelo caminho.
  • Reduz os níveis do mau colesterol, controla a glicemia, previne doenças cardiovasculares e ajudam a emagrecer com saúde. 

Agora que já está convencido da sua importância, que tal descobrir formas saborosas de incluir as fibras na dieta? Conheça agora alguns alimentos que deve levar para a mesa todos os dias e tenha em conta uma regra simples: priorize o consumo cru, com casca e de origem vegetal. Pronto para começar?

 

Aposte nos alimentos integrais



Todos os alimentos que sejam constituídos por farinhas integrais são boas escolhas à mesa. Arroz integral, massa integral ou até mesmo o pão integral devem ser a preferência na sua dieta.

Dica importante: passe ao lado de alimentos produzidos com farinhas brancas. Bolos? Bolachas? Deixe as delícias pouco - ou nada - saudáveis para os dias de festa.

 

Cereais? Quantos mais, melhor



Cevada, aveia, granola...as opções são mais que muitas. Porque não começar o dia com uma boa dose de cereais integrais, para que se sinta com energia e de forma a que o seu intestino agradeça?

Atenção...não exagere nas quantidade e prefira acompanhar com um leite magro para a sua dieta não ficar comprometida!

 

Verde, é a palavra de ordem!



Basicamente, a palavra de ordem é o “verde”: alface, couves variadas, agriões, salsa, courgette, espinafres, bróculos…. Use e abuse destes alimentos ricos em fibras!

Além de o ajudar a regular o trânsito intestinal, estes alimentos podem e devem ser inseridos numa dieta equilibrada e rica em vitaminas e minerais.

 

E já que falamos em legumes, diga "olá" às cores



Quando falamos em legumes, nem sempre os mesmos têm de ser verdes. Aposte também na abóbora, na cenoura e na beterraba, que é também uma excelente opção - não só pelas fibras que contém, mas pelos altos níveis de ferro!

Aposte numa boa sopa diária que o ajude a repor os níveis de fibras no organismo.

 

Aposte nos grãos



Esta é uma super dica para incluir na sua rotina de alimentação!

Sabia que também os grãos são alimentos ricos em fibras? Aposte em feijões de diferentes tipos, grão de bico, ervilhas, lentilhas - e tantos outros. Essas são algumas das leguminosas que deve - mesmo - incluir no seu cardápio alimentar.

 

Uma fruta por dia, não sabe o bem que lhe fazia



A fruta é a melhor amiga de qualquer dieta, seja para perda de peso ou para regular níveis de fibras, minerais, vitaminas e outros elementos benéficos ao nosso organismo.

Dê sempre preferência aos frutos com casca, pois é lá que está a maior parte das vitaminas.  

Veja mais: