5 bebidas vegetais alternativas ao leite para conhecer

Há dezenas de opções de leites vegetais para todos os gostos. Leia este artigo e veja alguns exemplos, como preparar e quais as vantagens para a saúde.

5 bebidas vegetais alternativas ao leite para conhecer
Podem ser feitas com base, por exemplo, em cereais e frutos secos

Hoje em dia existem várias alternativas ao leite mais comum — o leite de vaca. Escolhidas por questões de saúde, por intolerância à lactose, por motivos éticos como o veganismo (no qual se opta por não consumir qualquer alimento de origem animal), ou simplesmente para variar, as chamadas bebidas vegetais estão cada vez mais presentes nas prateleiras dos supermercados.

Em termos nutricionais, estas bebidas não podem ser, em boa verdade, chamadas de “leite”, uma vez que o tipo de proteína não tem os aminoácidos completos como no leite de vaca. No entanto, têm fatores em comum: a cor é semelhante e podem ser usados como substituto em variadas receitas.

Já ouviu falar em “leite” de quinoa ou “leite” de arroz integral? Vamos mostrar neste artigo alguns exemplos de bebidas vegetais, as suas vantagens e desvantagens para a saúde e como pode até prepará-las em casa.

5 alternativas ao leite em bebidas vegetais

1. Bebida de aveia

aveia

Vantagens: É rica em fibras, cálcio, magnésio, cobre, zinco e vitaminas do complexo B.

Desvantagens: Não deve ser consumida por tem quem tem a doença celíaca. É pobre em proteínas e a aveia é um cereal muito calórico: tem 384 calorias por cada 100g.

Como preparar? Pode demolhar um copo de aveia em flocos durante uma hora em dois copos de água. Num liquidificador, junta a aveia demolhada e mais dois copos de água. Triture bem. Esta quantidade dá para um litro desta bebida vegetal.

2. Bebida de coco

coco

Vantagens:  É muito rica em gordura de excelente qualidade. O seu consumo é recomendado a praticamente todas as pessoas.

Desvantagens: Tem um baixo teor de fibras e proteínas. É das bebidas vegetais no mercado que contém maior quantidade de açúcar adicionado.

Como preparar? Para preparar 200 ml de leite de coco, basta misturar meia chávena de coco ralado em água quente e deixar repousar tapado com um pano durante 15 a 20 minutos. Em seguida, bata no liquidificador na velocidade máxima por 3 minutos. Deve coar o líquido, pressionando com uma colher. É possível aproveitar os resíduos que sobram para fazer mais desta bebida vegetal ou usá-los em bolos ou bolachas.

3. Bebida de arroz (integral)

arroz

Vantagens: É rico em hidratos de carbono e em vitaminas do complexo B. É uma alternativa vegetal para quem tem a doença celíaca.

Desvantagens: É pobre em proteínas quando comparado com outros leites vegetais, como o de quinoa ou de soja.

Como preparar? Ferva duas chávenas de chá de arroz, sem lavar, com 2,5 litros de água durante 15 minutos, em lume médio. Em seguida, triture tudo no liquidificador e coe. Dá para um litro.

4. Bebida de quinoa

quinoa

Vantagens: Esta bebida é muito rica em proteínas de muito boa qualidade. É rica em fibras, minerais, cálcio, magnésio, ferro, cobre e zinco.

Desvantagens: Não tem desvantagens relevantes para a saúde.

Como preparar? Ferva um litro de água e acrescente uma chávena de chá de quinoa em grãos. Deixe no lume durante 10 minutos. Desligue o lume e deite a água fora. Deixe o grão arrefecer, triture num litro de água e coe. Dá para um litro.

5. Bebida de amêndoa

leite amêndoa

Vantagens: É rica em cálcio e magnésio, importantes no processo de contração muscular e renovação das células. De todas as bebidas vegetais, a da amêndoa é a que apresenta menor quantidade de açúcar adicionado e menor valor calórico. Contém também pouca gordura e é rica em fibras e proteínas.

Desvantagens: Não é aconselhada a quem for alérgico a este fruto seco.

Como preparar? Coloque 100 gramas de amêndoa de molho em 4 chávenas de água durante 8 horas. Deite fora o líquido, triture bem no liquidificador e peneire duas vezes, usando um pano fino de algodão como filtro. Dá para dois copos.

Para além da também conhecida bebida de soja (um dos leites vegetais mais comuns), há vários outros tipos de bebida vegetal, como o leite de caju, leite de avelã, leite de noz, leite de linhaça, entre outros.

Comprar ou fazer em casa?

Fazer em casa é fácil e pode ser uma alternativa mais barata à compra. Em todas estas bebidas o processo de confeção é comum: demolhar, triturar e coar.

Se optar por comprar, é importante ter atenção ao rótulo e ver se tem açúcares adicionados e qual a quantidade, bem como conservantes, menos interessantes do ponto de vista nutricional.

Algumas dicas para usar bebidas vegetais

1. Podem ser usadas em pratos com natas, molho branco ou bolos;

2. Em geral podem ser aquecidas, consumidas ao natural, misturadas com cereais, entre outros;

3. Em alguns casos, como o de soja por exemplo, dado o seu sabor intenso, podem não agradar ao paladar. Pode adicionar-lhes canela, alfarroba em pó, cacau ou baunilha. Para adoçar pode também adicionar tâmaras, açúcar mascavado ou xarope de agave, que constituem algumas alternativas ao açúcar branco.

Veja também: