7 Dicas para alugar carro

Dicas que deve conhecer antes de alugar carro. Evite problemas nas suas férias com o aluguer do carro ou “dores de cabeça” posteriores.

7 Dicas para alugar carro
Erros que não deve cometer.

Verão simboliza férias para muitas pessoas. De modo a conhecer pormenorizadamente o país, por comodidade, autonomia ou para evitar transportes públicas, muitos são os que optam por alugar carro nas férias. No entanto, alugar carro origina muitas dúvidas entre os turistas. Qual o tipo de carro ou que seguro subscrever são algumas dúvidas habituais.
 

7 dicas para alugar carro e evitar futuras “dores de cabeça”

 

1. Atenção às taxas e extras

Preste atenção às eventuais taxas e extras que o documento que assina possa conter. Umas das questões mais habituais é a do combustível. Se não entregar o carro alugado com o nível de combustível igual ao do momento do início do aluguer vai pagar uma taxa. O ideal é alugar o carro com o tanque cheio e entregá-lo de igual modo para evitar problemas. Leia as letras pequenas e tente esclarecer-se sobre o preço final.

 

2. Analise o mercado rent-a-car

Na hora de alugar carro não se cinja às principais agências de rent-a-car. Habitualmente, estas são mais caras quando comparadas com agências mais pequenas ou as possibilidades encontradas na internet. Outra opção é procurar na internet descontos e promoções para usar no aluguer de carro.

 

3. Conheça as regras de condução

Cada país tem as suas particularidades no que a regras de trânsito diz respeito. Conheça, por exemplo, os limites de velocidade e de alcoolémia. Outro aspeto a considerar são os locais onde estacionar. Em alguns países existem locais exclusivos, durante determinadas horas e/ou dias, para moradores. As multas chegam-lhe posteriormente a casa. Não se esqueça, igualmente, de pagar os paquímetros e portagens. Portugal, por exemplo, tem um sistema de pagamento de portagens e ex-SCUTS (dispositivos eletrónicos) que poucos estrangeiros conhecem, ou adquire carro que inclua os dispositivos (deve ter de pagar uma taxa extra) ou pague por payshop/CTT, até cinco dias depois de passar a portagem. Informe-se.

 

4. Documentos necessários

Saiba quais os documentos necessários para alugar carro no país que vai visitar e não se esqueça de os levar consigo. A carta de condução portuguesa permite conduzir em inúmeros países, mas existem exceções. Não se esqueça também de que deverá ser necessário cartão de crédito para pagamento de uma caução que, mais tarde, lhe será devolvida. Esteja muito atento a isto.

 

5. Dificilmente precisará de seguro extra

É habitual as agências incitarem à contratação de seguros com proteções extra. Por exemplo, a cobertura de acidentes pessoais já deverá estar coberta pelo seguro de viagem. Veja no contrato o que está seguro. Os danos no carro e o furto ou roubo devem estar incluídos no preço do aluguer.

 

6. Evite os aeroportos

Se tiver possibilidade, evite alugar carro na rent-a-car dos aeroportos. Normalmente paga uma taxa mais elevada do que o habitual. Procure alugar carro na localidade mais próxima e poupe dinheiro.

 

7. Opte por carros pequenos

A maioria das pessoas prefere carros médios/grandes. As agências de rent-a-car também o sabem e aliciam-no dessa forma, mas o seu aluguer é mais caro e são menos económicos. Opte por carros pequenos/citadinos.


Veja também: