O ano escolar é diferente do ano civil e há um motivo para isso

Se nunca compreendeu por que motivo as aulas não começam em janeiro, leia este artigo. Vai perceber tudo.

O ano escolar é diferente do ano civil e há um motivo para isso
O ano começa em janeiro, mas em setembro inicia-se um novo ciclo

Principalmente para quem estuda, é como se o ano começasse em setembro, quando se inicia um novo ano letivo. Este não está alinhado com o ano civil por um motivo que talvez nunca lhe tenha passado pela cabeça.

O início do ano letivo

Alguma vez se questionou sobre o motivo pelo qual o ano letivo não começa em janeiro? Seria lógico. Entrava um ano civil e começava um novo ano letivo. Mas não. As aulas começam sempre em setembro ou outubro. Talvez esta razão já não seja tão válida quanto isso, mas a verdade é que o início das aulas é nesta altura por causa da agricultura. O inverno é a pior altura para cultivar, por isso, nas outras estações, as famílias precisavam da ajuda das crianças nas épocas mais atarefadas.

No inverno não é possível plantar ou colher, por isso não há problema em deixar as crianças ir para a escola.

Nas cidades, o calendário era um pouco diferente, por não dependerem das estações para organizar a sua estrutura, ao contrário das zonas rurais. Mas, quando a educação se tornou mais importante para a sociedade, de um modo geral, os calendários uniformizaram-se.

Vantagens das diferenças entre o ano letivo e civil

Atualmente, continua a ser bom que as coisas estejam organizadas desta forma.

1. Despesas repartidas ao longo do ano

Talvez a maior vantagem em que estes dois anos não estejam alinhados no ocidente seja financeira. Já pensou o que seria ter as despesas do regresso às aulas praticamente em cima do Natal? Talvez as prendas passassem a ser o material escolar, mas os mais novos não iam achar muita piada!

2. Preocupações descentralizadas

Outra vantagem é o facto de não ter que se preocupar com a logística destas duas épocas em simultâneo. Para quem é pai ou mãe, ter a preocupação de preparar o início das aulas dos filhos e ainda ter que organizar tudo para o Natal e passagem de ano seria um pesadelo.

3. Férias no verão

kids criancas camping acampar tenda campo

Entre miúdos e graúdos, quase todos preferimos o verão ao inverno. O inverno tem o seu encanto e, para os mais calorentos, poderá ser mais agradável. Mas o verão continua a ter um poder de atração sobre a maior parte das pessoas.

Já pensou se o ano letivo começasse em janeiro e acabasse em meados de outubro? Quem tem filhos não poderia aproveitar o verão da mesma forma, assim como os próprios estudantes.

Curiosamente, no hemisfério sul as aulas começam em janeiro ou fevereiro. Aí, os meses de maior calor são os últimos do ano, pelo que também lá se aproveita melhor o verão, que anda desencontrado do nosso.

Veja também: