PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Aparelho dentário: conheça 5 opções diferentes

Modelos, preços, duração de tratamento... veja o guia de utilização de aparelho dentário que o E-Konomista criou para si.

Aparelho dentário: conheça 5 opções diferentes
Cuide do seu sorriso!

Temos assistido a uma tendência crescente na utiização de aparelho dentário. Moda? Maior preocupação com a estética? Preços mais acessíveis? Foi exatamente isto que o E-Konomista tentou perceber. Conheça os diferentes tipos de aparelho, preços de referência e indicações de utilização.

5 tipos de aparelho dentário

 

Aparelho fixo

aparelho fixo

O aparelho fixo é o aparelho dentário mais comum e mais utilizado. Constituído por bandas, fios e/ou brackets, ele vai puxando gradualmente os dentes rumo à sua posição correta. Uma vez que este aparelho não é removível, ele garante resultados bem mais eficazes do que um aparelho de “pôr e tirar”. No entanto, exige por parte do paciente um extremo cuidado na higienização oral.

Além disso, e apesar deste tipo de aparelho estar cada vez mais adaptado à boca para ser o mais confortável possível, nos dias em que se recorre ao dentista para ir “apertar” mais um pouco (cerca de uma vez por mês), praticamente todos os pacientes se queixam de algum desconforto.

Regra geral, e de forma a garantir um resultado satisfatório, os dentistas recomendam a utilização do aparelho fixo durante um período de cerca de dois anos.

Em termos de opções estéticas, hoje em dia já existem ofertas de aparelhos com os elásticos dos brackets de variadas cores: azuis, verdes, amarelos,roxos...O aparelho mais standard poderá ter um custo a partir dos cerca de 800€, e as consultas de manutenção mensais rondam os 30€. Ainda não existe uma grande opção de seguradoras que cubram este tipo de tratamento.

 

Aparelho fixo estético

aparelho transparente

A função do aparelho fixo estético é exatamente a mesma do aparelho fixo standard. A grande diferença reside no seu aspeto: ele é feito com materiais transparentes de forma a que seja o menos notório possível.

Indicado sobretudo para pessoas que lidem frequentemente com o atendimento ao público, este aparelho dentário é constituído por brackets feitos em policarbonato, porcelana ou safira.

Além de serem bastante discretos, os aparelhos fixos estéticos têm uma grande resistência ao desgaste e proporcionam mais segurança ao paciente. Em termos de utilização, este aparelho tem as mesmas indicações do anterior.

Tem-se registado um aumento na procura deste tipo de aparelho, apesar do seu preço ser ainda menos convidativo do que o aparelho fixo standard. Para comprar um aparelho dentário deste género terá de desembolsar pelo menos 2.000€. As consultas de manutenção mantêm-se na ordem dos 30€.

 

Aparelho móvel

aparelho movel

O aparelho móvel é uma excelente opção para crianças até aos 12 anos, tenham elas a sua dentição definitiva ou não. Em termos de função, o aparelho dentário móvel pretende também alinhar os dentes até à sua posição mais correta.

A grande diferença face ao aparelho fixo é que o móvel apenas cumpre a sua função quando colocado nos dentes, pelo que deve incentivar a criança a utilizá-lo o maior período de tempo possível.

Em termos de durabilidade, ele é bem menos resistente do que o aparelho fixo, estando sujeito a acidentes (criança a brincar) e podendo partir.

Para comprar um aparelho deste género terá de gastar cerca de 500€.

 

Aparelho lingual

aparelho lingual

Considerado o “aparelho dentário invisível”, o aparelho lingual é colocado, tal como indica o nome, na parte interna dos dentes, em contacto com a língua.

Para os casos de ortodontia mais simples e de curta duração, o aparelho lingual costuma ser o mais indicado. É ainda bastante recomendado para pessoas que praticam desportos de alto risco, uma vez que uma pancada na região da boca pode provocar traumas mais complicados no caso da utilização dos aparelhos fixos.

A sua funcionalidade é portanto a mesma de um aparelho fixo e o tempo de tratamento ronda também os dois anos.

Falando de valores, pela sua complexidade e dificuldade em aceder à área de colocação e à própria colagem dos brackets, para ter um aparelho dentário deste género terá de pagar, no mínimo, 1.500€ por cada maxilar (superior e inferior). As consultas de manutenção são também mais dispendiosas, atingindo os 60€.

 

Expansor palatino

aparelho palato

Este será talvez o aparelho menos conhecido. Mas não é por isso que passa a ser o menos importante… O expansor palatino é utilizado sobretudo nas pessoas mais jovens para corrigir a falta de largura trasnversal no palato ou céu da boca, ou seja, quando a região posterior do maxilar superior é mais estreita face à do maxilar inferior, causando muitas vezes o apinhamento dos dentes.

Quando atingida a idade adulta, este problema necessita por vezes de uma intervenção cirúrgica - daí a importância de utilizar este aparelho o mais cedo possível.

Um expansor palatino custa cerca de 200€.

Veja também: