Apoios a projetos de turismo rural: quais são?

Existem diversos apoios a projetos de turismo rural que pode aproveitar para fazer aquela mudança de vida que planeia há tanto tempo. Descubra quais são!

Apoios a projetos de turismo rural: quais são?
O turismo rural pode ser uma excelente oportunidade de negócio

Cansados da azáfama do litoral, das grandes metrópoles e das praias, são cada vez mais os turistas que procuram o descanso e a calma das zonas rurais. Locais onde a paisagem se perca de vista, onde o tempo passa mais devagar, onde o mundo parece entrar em pausa e nos sentimos mais feliz.

Se é uma daquelas pessoas que tanta vezes diz “um dia mudo de vida”, esta pode ser a sua oportunidade. Descubra quais os apoios a projetos de turismo rural, que tanta procura tem tido nos últimos anos. 


4 apoios a projetos de turismo rural que tem de conhecer


Linha de Apoio à Qualificação da Oferta 2016

Há 60 milhões disponíveis para várias empresas de turismo que pretendam aceder a novas linhas de financiamento e a apoios a projetos de turismo rural. Esta Linha de Apoio à qualificação da Oferta 2016 foi celebrada a 2 de Março, na BTL - Feira Internacional de Turismo, entre o Turismo de Portugal e 12 instituições bancárias, pretende privilegiar o “investimento em projetos distintivos e inovadores, assim como na requalificação de empreendimentos turísticos” e é válida até 31 de dezembro de 2017.

O valor máximo de investimento não poderá ultrapassar os 2,5 milhões de euros ou alcançar os 75%. Na página do Turismo de Portugal podemos ler que “as empresas podem candidatar projetos de requalificação de empreendimentos turísticos existentes, incluindo a ampliação dos mesmos, ou até a criação de empreendimentos turísticos, desde que se demonstrem diferenciadores em relação à oferta existente e importantes para o posicionamento competitivo do destino”. O seu projeto é diferente dos restantes? Então, candidate-se! 

 

Portugal 2020

O Portugal 2020 é um acordo celebrado entre o nosso país e a Comissão Europeia que permite o acesso a cinco fundos europeus de investimento - FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP. São 25 mil milhões de euros até 2020 e uma quota parte deste dinheiro pode ser seu… Basta possuir um projeto de turismo rural que se destaque dos restantes.

 

PDR 2020

Precisa de um financiamento inferior a 200 mil euros? O Projeto de Desenvolvimento Rural 2020 pode ajudá-lo na construção e recuperação de vários imóveis e também na aquisição de equipamento e imobiliário para o seu projeto. O PDR 2020 veio substituir o PRODER, programa que se gabava de possuir uma taxa de aprovação de 100%, aos quais corresponderam mais de 4,2 mil milhões de euros.

Por que é que não há de aproveitar todo este incentivo? Mas atenção, o financiamento é concedido apenas aos projetos com melhor classificação de mérito. Portanto, é importante obter uma boa classificação através da qualidade técnica do projeto, da estratégia que possui e da mais-valia económica, desde que o seu negócio se dedique a:

  • a) Pequenos investimentos nas explorações agrícolas;
  • b) Pequenos investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas;
  • c) Diversificação de atividades na exploração agrícola;
  • d) Cadeias curtas e mercados locais;
  • e) Promoção de produtos de qualidade locais;
  • f) Renovação de aldeias.



Madeira 14-20

O objetivo principal é aumentar a sustentabilidade do setor agroflorestal na região da Madeira, promovendo a competitividade da produção agrícola local e restaurar, preservar e melhorar os ecossistemas. No total, e desde 2014, estão em causa 207 milhões de euros de fundos públicos disponíveis (179 milhões de euros do orçamento da UE e 25 milhões de cofinanciamento nacional), onde também se podem incluir os apoios a projetos de turismo rural.

Pelas diferentes regiões de Portugal Continental e ilhas têm aparecido várias unidades de turismo rural de alta qualidade e para todos os gostos e carteiras. O turismo no espaço rural tem vindo a crescer nas últimas décadas, dando, por um lado, resposta ao declínio e desagregação das sociedades rurais e, por outro lado, à necessidade de diversificar a oferta turística nacional.

Trata-se de um meio privilegiado de promoção dos recursos existentes nos territórios rurais, ao mesmo tempo que permite revitalizar e dinamizar muitas outras atividades sociais e económicas que dele são tributárias e que com ele interagem, alavancando o desenvolvimento destes territórios.

Como turista de certeza que já conhece alguns destes espaços de referência e nos quais passou bons momentos. Agora chega a altura de se aventurar no mundo do empreendedorismo. 

Veja também: