4 apoios a bombeiros e vítimas que pode pôr em prática já

Não podemos, nem devemos, estar na frente de combate aos incêndios. Mas fique a conhecer todas as formas de ajudar, mesmo a partir de casa.

4 apoios a bombeiros e vítimas que pode pôr em prática já
Todos podemos ajudar

Não é possível ficar indiferente à tragédia que se abateu sobre o país, e invade-nos uma sensação de impotência. Queremos fazer o que for possível para ajudar os que passam graves dificuldades no momento, e para apoiar as centenas de bombeiros que estão no terreno.

Nesse sentido, agregamos as formas de apoio que podemos pôr já em prática.

4 formas imediatas de apoiar bombeiros e vítimas

1. Contactar bombeiros locais

Entre em contacto com a corporação de bombeiros do seu local de residência e questione as necessidades imediatas. Água, leite, fruta ou barras energéticas são sempre bem vindos. Sempre que os bombeiros não necessitam de imediato destes apoios, encaminham para outras corporações mais necessitadas no momento.

2. Doe o que puder

Face à tragédia de Pedrógão Grande, muitas foram as instituições nacionais que entraram em acção. A Caixa Geral de Depósitos, por exemplo, criou uma conta solidária, intitulada “Unidos por Pedrógão”, onde todos podem fazer donativos. A própria CGD abriu a conta com 50 mil euros. Os dados são os seguintes:

  • Conta Solidária Caixa 0001 100000 330
  • IBAN PT50 0035 0001 00100000330 42

3. Ação do Sporting

Se estiver perto de Lisboa, saiba que o Sporting Clube de Portugal está a recolher bens de primeira necessidade no Estádio José de Alvalade, para serem depois entregues em Pedrógão Grande.

4. Ligue para a linha RTP

A RTP e a MEO lançaram uma linha solidária a favor da Liga dos Bombeiros Portugueses. Se ligar para o 760 200 800 está a contribuir com 0,60€ (+iva).

(em atualização)