As 5 melhores apps para deixar de fumar

As apps para deixar de fumar ajudam a lidar com o desejo de fumar e a controlar as suas rotinas sem tabaco, ao mesmo tempo que o premeiam. Veja aqui como.

As 5 melhores apps para deixar de fumar
As apps para deixar de fumar podem ser uma grande ajuda

As apps para deixar de fumar são uma grande ajuda para muita gente que pretende abandonar esse vício. Os cigarros contêm nicotina, uma substância altamente viciante. Por isso, deixar de fumar pode ser um verdadeiro desafio devido aos efeitos de abstinência que a substância provoca quando a pessoa deixa de a consumir.

No princípio, a pessoa pode sentir-se irritada, ansiosa e ter problemas de concentração. A ajuda pode chegar na forma de apps para deixar de fumar, ao auxiliar com os sintomas de abstinência, gerir rotinas sem fumo e dar conselhos. Estas apps são um apoio virtual para quem quer deixar este vício e passar a ter uma vida mais saudável.

5 apps para deixar de fumar que deve experimentar

1. QuitNow!

QuitFonte da imagem: QuitNow!

Esta aplicação tem um interface colorido e user-friendly. Até agora regista cerca de 2 milhões de utilizadores que deixaram de fumar. A app providencia uma comunidade para dar apoio entre si, onde pode partilhar os sucessos, marcos atingidos, dificuldades e objetivos. A aplicação é muito boa para estimular e ajudar a pessoa a chegar às suas metas. Os seus indicadores de saúde são baseados na World Health Organization. A app é gratuita e está disponível para iOS e Android.

2. Kwit

AppFonte da imagem: Kwit

Aplicação é baseada em gamificação, isto é, o utilizador é premiado à medida que vai conquistando os seus objetivos, subindo de nível e ranking. A interface é moderna e clean, e permite registar estatísticas: há quanto tempo não fuma, quanto dinheiro poupou, quantos cigarros ficou sem fumar. A app envia ainda mensagens motivadoras ao utilizador. A aplicação é gratuita e está disponível para iOS.

3. Smoke Free

AppFonte da imagem: Smoke Free

Esta app também permite acompanhar estatísticas relacionadas com quanto dinheiro poupou e há quanto tempo já não fuma. Permite ainda ao utilizador registar cada vez que tiver desejo de fumar, dando dicas para evitar esses desejos. Para além disto, a aplicação mostra e monitoriza o progresso da saúde do utilizador através da pressão sanguínea, níveis de oxigénio e monóxido de carbono. A Smoke Free funciona como uma missão, dando tarefas para ajudar a pessoa a deixar de fumar. A aplicação é gratuita e está disponível para iOS e Android.

4. Quit Smoking Slowly

AppFonte da imagem: Quit Smoking Slowly

Como o título sugere, esta aplicação funciona ao ajudar o utilizador a deixar de fumar gradualmente. A vantagem desta app é que é menos radical para o organismo, ou seja, permite ao corpo ir-se ajustando à perda de nicotina lentamente. A pessoa pode ver um gráfico que ilustra o plano de redução do consumo de cigarros, exibindo também o dinheiro que se poupa. Estes intervalos correspondem a períodos de uma semana a cinco anos. O ecrã principal da app alterna entre verde e vermelho quando puder ou não fumar. A aplicação é gratuita e está disponível para Android.

5. Quit Smoking Hypnosis

AppFonte da imagem: Quit Smoking Hypnosis

Esta aplicação tem uma abordagem bastante diferente de todas as outras nesta lista, ao usar a hipnose como ferramenta principal para ajudar o utilizador a deixar de fumar. A app treina a pessoa a deixar de fumar ao mudar o seu mindset e padrões comportamentais, ao fazê-la ouvir áudios hipnótico diariamente. A app diz ser eficiente entre uma a três semanas. A aplicação tem música de fundo e sons da natureza para estimular paz e relaxamento. A app é gratuita e está disponível para Android e iOS.

Veja também:

Continuar a Ler
Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.