Há apps que não funcionam no iOS 11. Saiba porquê

Há vários utilizadores a queixarem-se de apps que não funcionam no iOS 11. Conheça a causa por trás deste problema.

Há apps que não funcionam no iOS 11. Saiba porquê
Apps que estão "fora do prazo"

O iOS 11 foi lançado no dia 19 de setembro de 2017 com a promessa de oferecer a experiência mais intuitiva e avançada de sempre. Uma promessa que, para muitos utilizados, acabou por ficar pelo caminho, uma vez que começaram a aparecer queixas de apps que não funcionam no iOS 11. A culpa não é, de todo, da Apple e tem uma explicação bastante plausível: é porque são apps “velhas”.

Saiba por que razão várias apps que não funcionam no iOS 11

ios

Com o lançamento do iOS 11, a Apple fez um ultimato às apps mais velhas do mercado. “Ou se atualizam ou não funcionam!” – disse a marca de Cupertino. Claro que as coisas não se realizaram bem assim, mas há uma boa explicação para o facto de haver várias apps que não funcionam no iOS 11.

A versão mais recente do sistema operativo da maçã não suporta apps que ainda utilizem tecnologia de 32 bits, fazendo com que estas se tornem completamente obsoletas. Para além disso, a Apple retirou também todas as apps de 32 bits da App Store – uma forma de evitar que os novos utilizadores as tentem utilizar e também para obrigar os responsáveis a desenvolver apps que funcionem na tecnologia de 64 bits.

Porque é que a Apple fez isso? A decisão é irreverente, mas faz todo o sentido. A tecnologia de 64 bits já existe há cerca de 15 anos e oferece um processamento muito mais rápido e fluído. Em 15 anos, a tecnologia de 32 bits já teve tempo de se tornar obsoleta e a Apple quer obrigar os programadores e responsáveis a aproveitar as máximas potencialidades da tecnologia mais recente.

Essa é a grande razão para o facto de haver várias apps que não funcionam no iOS 11. A empresa da maçã já utiliza apps de 64 bits desde 2013, aquando do lançamento do iPhone 5S. Nessa altura, a Apple começou a fazer pressão junto dos programadores para que estes começassem a desenvolver apps de 64 bits. Desta vez, a pressão passou a ser mesmo uma obrigação.

Veja também:

Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.