AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Como aprender línguas sozinho

Quem disse que para aprender uma nova língua tem que obrigatoriamente frequentar uma escola de línguas? Essa continua a ser uma das hipóteses mas há outras que o podem mesmo ajudar a aprender línguas sozinho.

Como aprender línguas sozinho
Sim, se estiver mesmo determinado, é possível.

Não é segredo que o conhecimento de outras línguas é um fator de diferenciação no mercado de trabalho. Mas também não é segredo que nem sempre as pessoas têm disponibilidade (de tempo ou financeira) para frequentar um curso numa escola de línguas. Mas isso não significa que não possam aprender a falar outras línguas. A verdade é que, atualmente, tem ao seu dispor vários métodos que o podem mesmo ajudar a aprender línguas sozinho.
 

4 dicas para aprender línguas sozinho

Mesmo que tenha uma vida preenchida e falta de disponibilidade para frequentar aulas presenciais, isso já não é razão para não aprender a falar uma nova língua. Pode não acreditar, mas nos dias que correm já pode aprender um idioma, sem sequer sair de casa.

Ao seu dispor, tem vários métodos de ensino e novas plataformas que possibilitam a aprendizagem de línguas. Conheça algumas dicas que o podem ajudar nesta tarefa.
 

1. Cursos online

A oferta é imensa. Estes cursos online permitem que adquira conhecimentos linguísticos sozinho e ao seu ritmo. Melhor. Pode fazer uma “aula” em qualquer lugar ou hora do dia, desde que tenha acesso à internet. Regra geral, estes cursos de línguas online disponibilizam também tutores “virtuais” para poder esclarecer as suas dúvidas. Só precisa mesmo de escolher a língua que quer aprender.
 

2. Livros e audiobooks

Com ou sem internet, os livros ainda são uma das melhores ferramentas de aprendizagem. Se quer mesmo aprender uma língua pode começar por adquirir livros de ensino onde vai poder adquirir conhecimentos nessa língua. Seja vocabulário, regras gramaticais ou verbos (etc.) está tudo lá e o melhor é que cada livro corresponderá a um nível de conhecimento, pelo que vai aprendendo de forma gradual.

Aqui incluem-se também os livros bilingues. Que podem ser até romances, onde pode ler a história nas duas línguas (na que conhece bem e na que quer aprender). Esta é uma boa forma de aumentar o seu vocabulário, aprender novas expressões e a construir frases.

A par dos livros de ensino tem também os audiobooks, ótimos para melhorar a sua capacidade de compreensão oral ou a sua pronúncia. Sim, porque para falar convém que o faça bem e para isso tem que saber como pronunciar as palavras.
 

3. Aplicações móveis de ensino de línguas

Outra das grandes revoluções dos “tempos modernos”. As aplicações móveis estão na moda, mas as suas vantagens não param de crescer e com elas até pode mesmo aprender uma língua sozinho e em qualquer lugar. Literalmente, qualquer lugar. Afinal só precisa de ter por perto um dispositivo móvel (telemóvel, tablet,…). A partir de agora até numa viagem de autocarro, comboio ou enquanto espera para ser atendido num qualquer serviço (banco, finanças, segurança social, …) pode aprender a falar uma língua.
 

4. Músicas

Sim, as músicas também são uma forma de aprender línguas. Aprenda a letra, memorize essas palavras, saiba o que querem dizer e descubra de que forma podem ser usadas. Cantarolar uma música é uma forma de ir interiorizando palavras e expressões com facilidade.

 

Aprofunde a sua aprendizagem

Claro que, por muito que possa aprender sozinho, por vezes é necessária uma ajuda extra, para aprender a pronunciar uma determinada frase ou expressão de forma correta, entender certas regras gramaticais e/ou de sintaxe, por exemplo. Mas já deu o primeiro passo e começou a aprender sozinho. Agora só precisa de aprofundar os seus conhecimentos. Umas "aulinhas" podem ser fundamentais. 
Valorize-se profissionalmente... Saiba como com o nosso Simulador de Emprego e Formação >>
Veja também: