Tem direito ao subsídio de arrendamento jovem?

O Programa Porta 65 é um mecanismo de apoio financeiro ao arrendamento jovem. Saiba quem pode candidatar-se ao subsídio e o que precisa fazer.

Tem direito ao subsídio de arrendamento jovem?
Saiba como ter acesso ao Arrendamento Jovem Porta 65

A casa com que sempre sonhou pode estar aqui!Todos os jovens querem a sua independência mas a flutuação do mercado e das condições de trabalho travam, muitas vezes, o ímpeto de se lançar na aventura de morar sozinho.

O arrendamento jovem tem, no entanto, um grande aliado: o Programa Porta 65. Este programa pretende estimular estilos de vida independentes, promovendo o arrendamento jovem, a reabilitação de áreas urbanas degradadas e a dinamização do mercado de arrendamento.
 

COMO FUNCIONA O PROGRAMA PORTA 65?

O Porta 65 apoia o arrendamento jovem atribuindo aos beneficiários, mensalmente, uma percentagem do valor da renda. As candidaturas que prevejam a habitação com menores e pessoas com deficiência, são beneficiadas, assim como aquelas que visem localizações especiais, já que esta é uma forma de dinamizar pequenos aglomerados habitacionais, levando-lhes vida e juventude.



QUANDO ABREM AS CANDIDATURAS PARA O PORTA 65?

Anualmente, o Governo abre quatro períodos de candidatura ao programa Porta 65. As datas das próximas candidaturas já foram anunciadas no Portal da Habitação, por isso, se tenciona candidatar-se ao Porta 65, tome nota das seguintes datas: 
  • Início do período de candidaturas: 28 de abril, 10h (hora do continente)
  • Fim do período de candidaturas: 31 de maio, 18h (hora do continente)
 

QUEM PODE CANDIDATAR-SE AO APOIO PARA O ARRENDAMENTO JOVEM?

A Porta 65 apoia o arrendamento a jovens com idade compreendida entre os 18 e os 30, casados ou em união de facto – neste caso um dos elementos do casal pode ter até 32 anos – e em regime de coabitação.

Além disso, o candidato ao arrendamento jovem do Porta 65 deverá possuir um contrato de arrendamento válido e de acordo com as normas do NRAU e nenhum dos candidatos poderá beneficiar de outras formas de apoio público à habitação.

Não poderá também, para beneficiar do apoio ao arrendamento jovem, ser proprietário de nenhuma fracção, familiar do senhorio ou ter um rendimento superior a quatro vezes o valor da renda.

Já o valor da renda deve ser igual ou inferior a 60% do rendimento bruto do agregado familiar e são admitidas rendas até ao limite das rendas máximas definidas pelo próprio programa.
 

COMO SE CANDIDATAR AO SUBSÍDIO DE ARRENDAMENTO JOVEM?

As candidaturas ao Porta 65 deverão ser feitas através do Portal da Habitação e a submissão da candidatura, assim como a consulta, será feita com os dados do Portal das Finanças, ou seja, através de NIF e password.

Como já referimos, todos os anos há quatro períodos para apresentação de candidatura e as datas são divulgadas, também, no Portal da Habitação, mas os Ponto JA do IPJ também são locais onde pode tirar todas as dúvidas e pedir algum tipo de apoio.
 

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

  • Contrato de arrendamento
  • Último recibo da renda 
  • Documentos de identificação do agregado familiar
  • IRS do ano transacto


DADOS NECESSÁRIOS

  • NIF
  • Data de nascimento
  • Estado civil
  • Profissão
  • Artigo e fracção da matriz da habitação arrendada
  • Data de celebração do contrato de arrendamento 
  • Valor da renda mensal
  • Tipologia da habitação arrendada
  • Número de conta bancária (NIB)
  • NISS
  • Contactos telefónicos
  • E-mail
Visite casas para compra e venda sem sair do sofá >>
Veja também: