PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Vantagens e desvantagens da aspirina

A aspirina é conhecida pelos seus benefícios e é tomada por alguns de forma regular.

Vantagens e desvantagens da aspirina
Faça uma utilização informada

A aspirina é usada desde 1875 para tratar e até prevenir diversos problemas. Composta pela substância salicilato de sódio, que deriva da planta Salix alba, na verdade este componente é utilizado desde a antiguidade como antitérmico e analgésico.

No entanto, a aspirina tem ainda outras propriedades terapêuticas - ela é antiinflamatória, uricosuórica e estimulante. Aliás, a aspirina é o estimulante mais utilizado no mundo!

Apesar de nos anos 20 existir a ideia de que a aspirina fazia mal ao coração, a verdade é que o tempo veio provar o contrário; existem pessoas que tomam aspirina de forma recorrente para prevenir problemas cardiovasculares.

No entanto, a toma recorrente da aspirina é defendida por uns especialistas, mas criticada por outros. De seguida vamos explorar algumas das vantagens e desvantagens apontadas ao uso deste medicamento.



Vantagens e desvantagens da aspirina


Vantagens da toma de aspirina

Muitos especialistas defendem que os benefícios da toma de aspirina, mesmo que seja de forma recorrente, tem muitos mais benefícios do que contras. Alguns dos principais argumentos são que:

  • É um excelente aliado na prevenção de ataques cardíacos e de acidentes vasculares cerebrais;
  • É bastante acessível;
  • De acordo com testemunhos de utilizadores, o efeito da aspirina é rápido e eficaz;
  • Reduz o risco de AVC por interferir na produção de plaquetas e reduzir o risco de coágulos;
  • De acordo com um estudo, nos Estados Unidos, calcula-se que, com a toma de aspirina, se pudessem evitar cerca de 5.000 a 10.000 mortes;
  • Reduz as probabilidades de formação de coágulos;
  • Alguns especialistas defendem que a aspirina ajuda a diminuir o risco de alguns tipos de cancro;
  • É utilizada para prevenir ataques cardíacos em homens que já tenham sofrido algum ataque.
 

Desvantagens apontadas à toma da aspirina

Investigadores da Universidade de Medicina de Warwik fizeram uma avaliação sobre os possíveis efeitos do medicamento. De acordo com o estudo, tomar aspirina para evitar ataques cardíacos e derrames "causaria danos, devido ao aumento do potencial de sangramentos".

Além disso, no que respeita à prevenção do cancro, o estudo indica que as provas não são suficientemente fortes para afirmar com clareza os efeitos de prevençao do mesmo.

Além disso, outros especialistas apontam algumas desvantagens do uso da aspirina:

  • Quando se toma aspirina de forma recorrente, pode haver lugar a acidentes vasculares cerebrais hemorrágicos de forma mais frequente;
  • O uso de aspirina de forma recorrente pode desencadear consequências na saúde;
  • O facto de a aspirina tornar o sangue menos espesso, pode dar lugar a mais hemorragias.

Acima de tudo é necessário tomar este medicamento com conta, peso e medida, e sempre por indicação do seu médico assistente. Não se auto medique!

Veja também: