Assaltos a casas no verão: como evitar que roubem a sua

Vai ausentar-se de casa durante as férias? Saiba como proteger a sua habitação dos milhares de assaltos comuns nesta época do ano.

Assaltos a casas no verão: como evitar que roubem a sua
No verão, afaste o ladrão

Fonte da imagem: Spring Advertiser

Já diz o ditado que a ocasião faz o ladrão e é bem verdade que na época de férias, tanto no verão como na quadra natalícia, por exemplo, este tipo de criminalidade, que se aproveita da ausência dos donos das suas habitações, aumenta. Neste artigo falamos-lhe das técnicas usadas pelos larápios e dos cuidados a ter para que não entre nas estatísticas dos assaltos a casas no verão. Queremos que tenha umas férias tranquilas e relaxadas, sabendo que a sua casa está bem protegida.

Assaltos a casas no verão: o que precisa de saber para proteger a sua

Alguns números sobre este tipo de criminalidade

assaltos no verao

Fonte da imagem: Yahoo Finance

Só em 2016, as forças de segurança portuguesas registaram 18 mil assaltos a casas, o que dá uma média de dois assaltos por hora. Para um país que se reconhece como ‘seguro’, não deixa de ser um número preocupante.

Nos meses de verão, quando muitas pessoas se ausentam por largos períodos, a média relativa à invasão e roubo de casas aumenta. E se por norma acontecem quando não há ninguém na habitação, há também casos de homejacking – assalto violento a habitações com pessoas lá dentro e com recurso a armas.

Em termos geográficos, é nos distritos com mais população, como Porto e Lisboa, que se registam mais crimes.

Os larápios tanto podem trabalhar sozinhos ou em grupo pequeno e informal, como pertencerem a redes internacionais de crime organizado. Para se proteger de assaltantes de todo o tipo, deve dotar a sua habitação de um sistema de alarme moderno e eficaz, como o da Prosegur, agora com 40% de desconto imediato e vigilante 24 horas.

Saber mais sobre os alarmes com desconto Prosegur >>

Ladrões tendem a evitar casas com sistema de alarme

casa com sistema de alarme

Num estudo da Universidade norte-americana da Carolina do Norte, 60% dos assaltantes a cumprir pena inquiridos disseram que quando se deparavam com uma habitação protegida por sistema de segurança, tentavam escolher outra casa. De facto, um sistema de alarme operacional, para além de ser um fator dissuasivo, permite minimizar danos caso os gatunos sigam em frente na sua intenção de roubar, uma vez que o sistema enviará um alerta para a central de segurança do fornecedor deste serviço e, em muitos casos, também para a polícia.

Dica: instale já o sistema de alarme de última geração da Prosegur, aproveitando a campanha promocional válida até 29 de maio, que lhe dá 40% de desconto imediato e Vigilante alerta 24 horas!

Técnicas mais usadas pelos larápios e dicas para combatê-las

tecnicas larapios

Fonte da imagem: Thinksafety

Assaltar durante o dia
A maior parte dos roubos a residências são feitos à luz do dia, por isso é importante manter a sua casa protegida, mesmo fora do período de férias. Para tal, um sistema de alarme é tão útil quanto eficaz. Se trabalha fora de casa e esta fica sem movimento durante o dia, torna-se um alvo fácil. Nas férias, o risco fica ainda maior.

Arrombar a porta ou forçar a abertura de uma janela
Uma porta sólida, com uma boa fechadura, irá pelo menos retardar a entrada dos gatunos em sua casa. As janelas devem ficar bem fechadas, pois facilmente eles conseguem aumentar uma frincha e conseguir entrar. Daí a importância de um bom sistema de alarme, que pode ser acionado mesmo consigo em casa, para que se sinta em total segurança.

Dirigirem-se ao quarto principal
Ora pense: onde estão os seus relógios, aquela joia especial ou aquele dinheiro guardado num envelope? No seu quarto, certo? Os larápios não são tontos e é aí que vão em primeiro lugar. Sabem que têm de ser rápidos e se tiverem de se escapar rapidamente pelo menos hão de sair do quarto principal com alguns valores. Troque-lhes as voltas, esconda os seus bens mais valiosos em locais inusitados e fora do quarto principal.

E claro, não se esqueça de alarmar e colocar câmaras de vídeo em todas as divisões da casa!

Saber tudo sobre o sistema de alarme Prosegur com 40% de desconto >>

Cães grandes não assustam os ladrões
Dificilmente os larápios se deixam amedrontar por um sinal que diga “Cuidado com o cão”. Normalmente esta informação refere-se a cães de grande porte, mas não são destes que os gatunos têm mais receio, mas sim dos pequenos, que ladram mais e mais alto. Palavra de assaltante.

Mas mais eficaz que o melhor cão de guarda que possa ter em casa, é um sistema de alarme moderno com tripla proteção como o da Prosegur, empresa líder do mercado na área da segurança.

Associação a taxistas
Alguns larápios trabalham ‘em parceria’ com taxistas, que os informam de quando o dono da casa ou a família inteira foi de férias. Uma técnica para não correr este risco é apanhar o táxi na partida e deixar o táxi no regresso, perto de casa mas não em frente à porta, para baralhar o informador.

Tecnologia ao serviço dos roubos
Os avanços tecnológicos são usados para o bem e, infelizmente, para o mal. Os assaltos a casas no verão estão a ficar cada vez mais sofisticados e já há gatunos a recorrer a sistemas de inibidores de frequência: dispositivos eletrónicos ilegais, que neutralizam as bandas GSM e rádio e que impedem que se possa fazer chamadas telefónicas ou que um sistema de alarme já antigo emita o alerta para a central.

Outra técnica é a colocação de uma microcâmara dissimulada extensível no óculo da porta e assim obter imagens do interior da casa e da fechadura. Para combater técnicas sofisticadas, nada como recorrer às mais avançadas soluções de segurança do mercado, como o sistema de alarme da Prosegur. Ao adquiri-lo até 29 de maio, usufruirá de 40% de desconto imediato e Vigilante 24 horas.

Conhecer as vantagens da oferta de verão da Prosegur >>

As consequências emocionais de um assalto

consequencias emocionais de um assalto

Fonte da imagem: Pixabay

Ainda que o assaltante seja apanhado e os objetos do furto recuperados, a sensação de ter visto a nossa casa remexida e invadida nunca ficará completamente adormecida e, em muitos casos, as vítimas de assaltos precisam de acompanhamento psicológico e tratamento médico para recuperar deste trauma. Evite estas consequências, protegendo a sua casa com a ajuda de um especialista.

sistema de alarme prosegur

  • Anti-inibição
  • Anti-sabotagem
  • Anti-intrusão
  • Alarme com aviso à polícia
  • Ligação à central de segurança da Prosegur
  • Vigilante 24 horas
  • App que permite gerir o sistema de alarme a partir do telemóvel

Evite os assaltos a casas no verão com as vantagens do sistema de alarme Prosegur >>

Veja também