Receba no seu email todas as dicas sobre automóveis

Dicas, reviews, os melhores veículos do mercado, tudo no seu e-mail.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

O que saber sobre o atestado para a carta de condução

Um atestado para a carta de condução  é essencial para provar que está apto a conduzir, e pode ser passado por qualquer médico

O que saber sobre o atestado para a carta de condução
Para tirar ou revalidar a carta precisa do atestado.

Se pretende tirar ou revalidar a carta de condução precisa de provar que consegue ver um palmo à frente do nariz, para que não seja um perigo para si mesmo e para os outros. Como tal, é preciso ir ao médico para obter um atestado para a carta de condução: senão vai ter de continuar a ir de autocarro para o trabalho.

O atestado para a carta de condução é apenas uma necessidade social e não de saúde. Como tal, não é algo urgente face a questões de saúde.
 

Onde pedir o atestado?

O atestado para a carta de condução pode ser adquirido com qualquer médico no exercício da sua profissão. Por não ser esta uma necessidade de saúde, a consulta terá de ser marcada de acordo com a agenda do médico, nunca com caráter urgente.

Poderá pedir ao seu médico de família um relatório médico sobre o seu estado de saúde para se dirigir a qualquer médico, sendo este um direito seu enquanto utente.

Deverá levar consigo um formulário do IMT para que o médico o possa preencher. Poderá encontrar online o formulário para imprimir antes de ir ao médico. O atestado será válido por 6 meses após ser emitido.


Como pode comprovar estar apto a conduzir?

Para comprovar aptidão para conduzir, terá de fazer alguns exames médicos, que vão depois provar que você consegue ver um palmo à frente dos olhos, que tem reflexos mínimos, e por aí fora.

Os exames médicos irão tratar da sua visão, audição, e aparelho de locomoção, além de serem verificadas várias condições que possam vir a interferir com uma condução devida, condições tais como dependências de álcool ou drogas, ou perturbações mentais.

No caso de um automobilista que conte já 70 anos que queira revalidar a carta, estes terá que apresentar ao médico que o acompanhar um relatório do seu médico assistente, onde contenha informação detalhada acerca dos seus antecedentes clínicos.

Para provar estar apto a conduzir veículos das categorias C e D (e devidas subcategorias) não chega o atestado para a carta de condução: precisará também de um certificado de avaliação psicológica, para garantir que não bate com o veículo – seja por não ver nada, seja por querer ter um acidente. A avaliação psicológica pode ser feita por qualquer psicólogo no exercício da sua profissão.

Ao revalidar a carta, o atestado médico é necessário a titulares com idade igual ou superior a 50 anos, ou que conduzam veículos de bombeiros, ambulâncias, de transporte de doentes, etc.

Veja também: