10 atividades gratuitas em Lisboa

Quer ficar a conhecer a capital sem esvaziar a carteira? Descubra as nossas 10 sugestões de atividades gratuitas em Lisboa.

10 atividades gratuitas em Lisboa
Conheça a capital gratuitamente

Durma nos melhores Hostels de Lisboa!

Encontrar atividades gratuitas em Lisboa pode parecer uma utopia, mas na verdade não é. A capital portuguesa oferece aos seus visitantes diversas propostas que não só encantam os sentidos e asseguram recordações únicas, como agradam a todas as carteiras.

Assim, se deseja descobrir ou conhecer um pouco melhor a cidade das sete colinas, sem gastar um único tostão, não hesite mais. Consulte a nossa pequena lista e descubra 10 das muitas atividades gratuitas em Lisboa. Além de encontrar propostas para todos os gostos, pode estar certo que não vai ficar desiludido!
 

10 SUGESTÕES DE ATIVIDADES GRATUITAS EM LISBOA


Lisboa, a bela

Alfama
 
  • Passeio pelo Jardim da Fundação Calouste Goulbenkian
Aberto ao público desde o nascer do sol, o jardim da Fundação Calouste Gulbenkian é uma referência para a arquitetura paisagista portuguesa e data da década de 60. Constituído por um lago, por riachos e por caminhos que tornam este espaço uma boa alternativa para relaxar, este jardim possui também um anfiteatro ao ar livre que é usado, nas noites quentes de verão, como palco de vários espetáculos.
 
  • Passeio pela Baixa Pombalina
Ir a Lisboa e não conhecer o movimento das ruas da Baixa Pombalina é como ir a Roma e não ver o Papa. Se não sabe o que fazer de forma grátis em Lisboa, venha conhecer esta magnífica zona. Um ponto de partida para um circuito a pé é o Terreiro do Paço, que em tempos era a porta da entrada da cidade, depois seguimos pela conhecida Rua Augusta e vamos até à Praça do Rossio e à Avenida da Liberdade, onde pode conhecer o comércio tradicional. Acima, temos o Largo do Chiado, um espaço cosmopolita e intelectual durante o dia, e um ponto de encontro para as noites do Bairro Alto.
 
  • Visita aos Bairros de Alfama e Mouraria
Se pretende fazer algo grátis em Lisboa de forma mais tradicional, a dica vai para os bairros de Alfama e Mouraria. Em Alfama, é fácil perder-se no labirinto das suas ruas estreitas que dão morada a alguns estabelecimentos da capital alfacinha. Às terças-feiras e aos sábados, pode prolongar o passeio por Alfama e visitar a Feira da Ladra. Já a zona da Mouraria foi alvo recente de um trabalho de revitalização, mas continua a ser um verdadeiro caldeirão de culturas. Este bairro é berço do fado e morada da lendária Severa e da fadista Mariza e possui tabernas pitorescas tipicamente lisboetas.
 
  • Visita aos Miradouros
Lisboa é conhecida como sendo a cidade construída em sete colinas e é muito fácil encontrar na capital locais que ofereçam aos seus visitantes vistas deslumbrantes, como os miradouros que abundam, particularmente nas proximidades do Rio Tejo. Esta é uma forma grátis de conhecer Lisboa que vale um desvio para contemplação da cidade, sendo que a melhor altura do dia para isso é ao pôr-do-sol. Alguns desses miradouros são: da Graça, do Castelo de São Jorge, do Torel, das Portas do Sol, dos Montes Claros e de São Pedro de Alcântara.



Lisboa, a culta


Museu Berardo
 
  • Visita a Museus
Para além dos passeios ao ar livre, os cerca de cinquenta museus lisboetas são outras das melhores atividades gratuitas em Lisboa. Os domingos e os feriados são os dias mais oportunos, visto que muitas instituições oferecem entradas gratuitas, porém há sempre museus que têm sempre entrada grátis, tal como o Museu Coleção Berardo, o Museu do Banco de Portugal e o Museu da Eletricidade.
 
  • Visita ao núcleo arqueológico dos Correeiros
Entre 1991 e 1995, no decorrer das obras de renovação de um edifício do Millennium bcp que ocupa quase a totalidade de um quarteirão pombalino da baixa lisboeta, foram descobertas estruturas arqueológicas sobrepostas das várias civilizações que habitaram a cidade, ao longo de 2500 anos. Se quiser ficar a conhecer inúmeras relíquias dos períodos Ibero-Púnico, Romano, Visigótico, Islâmico, Medieval, Quinhentista e Pombalino, basta ligar para o nº 211 131 004 e marcar uma visita guiada de cerca de 45 minutos, totalmente gratuita. Imperdível!
 
  • Visita à Bertrand do Chiado, a mais antiga livraria do mundo
Se é um ávido apreciador de literatura, não pode deixar de visitar aquele que foi considerado pelo Guinness Book of World Records como o mais antigo estabelecimento livreiro de todo o mundo. Tendo aberto portas em 1732, o nº 73 da rua Garrett foi refúgio de eleição de imensos revolucionários e escritores afamados, entre os quais se contam nomes como os de Antero de Quental e Aquilino Ribeiro. Faça uma visita grátis e junte-se a este “património cultural inalienável”, tal como o caracterizou o dono do espaço, Paulo Oliveira. 
 


Lisboa, a revivalista trendy


Mercado da Ribeira
 
  • Visita ao LX Factory
Antigo complexo fabril, esta enorme área industrial de 23.000 m2 voltou agora a chamar a atenção de turistas e lisboetas, sob a forma de uma sofisticada e dinamica ilha criativa, constituída por empresas da área da moda, publicidade, arte, música, arquitetura, comunicação, multimédia, etc. Sugerimos que a sua excursão a este espaço único e ultra trendy se realize a um domingo: nesse dia, vai encontrar ali o LX Market, uma moderna feira ao ar livre, onde estão disponíveis “peças inéditas, hand made, vintage ou em 2º mão“.
 
  • Visita ao mercado da Ribeira
Também conhecido por Mercado 24 de julho, este é o principal mercado lisboeta desde 1892 sendo que, em 2001, assumiu uma nova vertente social, cultural e recreativa. Localizado no Cais do Sodré e merecedor de uma visita por quem quer que deseje conhecer um pouco do ambiente da capital, ali, no piso térreo, vai encontrar uma conjugação entre as tradicionais bancas de produtos frescos e um moderno espaço de restauração e comércio, que inclui bancas de chefs conceituados com oferta de conhecidas marcas nacionais. No primeiro andar, existe ainda uma sala de espetáculos com 1000 lugares, bem como uma galeria e animadas esplanadas.
 
  • Visita ao mercado do CCB
Pólo dinamizador de atividades culturais e de lazer e ex libris da capital portuguesa, o Centro Cultural de Belém é um destino inevitável para qualquer visitante que se preze. No entanto, o que sugerimos é que reserve um dos primeiros domingos de cada mes para realizar a sua visita. Porque? Porque esse é o dia do Mercado do CCB, evento de entrada gratuita, no qual vai poder encontrar uma eclética oferta de antiguidades, velharias, design, cultura, moda, arte, decoração e gastronomia. Não hesite: junte-se já aos milhares de visitantes que transformaram esta iniciativa num incomparável sucesso!


Esperamos ter ido ao encontro das suas expetativas, com as nossas sugestões para atividades gratuitas em Lisboa, a eterna menina e moça do nosso país. Boa visita e divirta-se!
 

Conheça as melhores Dicas de Viagem dentro e fora do país, com a Newsletter do E-Konomista

 
Veja também: