Azia: sintomas e tratamento

A azia é uma sensação de ardor no peito e no estômago. Veja aqui as causas, os sintomas e o que fazer para ter alívio rápido.

Azia: sintomas e tratamento
A azia é uma condição vulgar e que causa desconforto

A azia, também conhecida por indigestão ácida, corresponde a uma sensação dolorosa de ardor no meio do peito, ou na parte superior do estômago. Esta sensação pode-se estender até ao pescoço, maxilar, ou braços, durando uns minutos ou algumas horas.

O esófago é um canal que liga a boca ao estômago, e é feito de músculos que empurram a comida para o estômago. Quando a comida aqui chega, é impedida de voltar para trás por uma estrutura chamada esfíncter esofágico.

Por sua vez, o estômago combina alimentos, ácidos e enzimas para fazer a digestão. Existem células especiais no estômago que o protegem, prevenindo que o ácido provoque inflamação. O esófago não tem esta proteção, e caso os ácidos do estômago e fluídos digestivos voltem para o esófago, acabam por causar inflamação e provocam danos nas suas paredes. A azia é um sintoma desta doença: doença do refluxo gastroesófágico, que é uma condição crónica.

O que provoca a azia

1. Alimentos e bebidas

Limao

Alguns alimentos e bebidas estimulam a produção de secreções ácidas no estômago, ajudando a que fiquem facilitadas as condições para ter azia. Alguns exemplos destes produtos são álcool, cafeína, bebidas com gás, sumos ácidos (de limão, laranja, uva, ananás), comida ácida (tomate, uva, laranjas, etc.), chocolate, e comidas muito gordurosas.

2. Fumar

Fumar

Estudos indicam que fumar tende a afetar o esfíncter esofágico inferior (EEI), ao fazer com que este relaxe e permita que o refluxo suba até ao esófago. Esta pesquisa foi feita ao analisar fumadores e não fumadores que sofrem de azia.

3. Hérnia de hiato

A hérnia do hiato ocorre quando existe um deslizamento da porção mais alta do estômago para o tórax, através do hiato do diafragma. Esta hérnia afeta o funcionamento do EEI e é um fator de risco para o refluxo. As hérnias de hiato por si não provocam sintomas; apenas quando o EEI falha e provoca azia.

4. Gravidez

Gravida

A gravidez pode provocar pressão no abdómen, e assim, causa também refluxo. A produção de hormonas também leva a que haja refluxo. Muitas mulheres têm azia e outros desconfortos gastrointestinais na segunda metade da gravidez. A azia vai e vem até o bebé nascer.

5. Obesidade

Obesidade

A obesidade faz com que haja pressão exercida no abdómen, criando assim condições para a azia. Estudos dizem que ganhar peso e aumentar o tamanho da barriga pode causar azia ou piorar para quem já sofre desta condição.

Sintomas da azia

Para além da sensação de ardor no peito e no abdómen, os sintomas podem ser:

  • Mau hálito ou sensação de sabor amargo na boca/garganta;
  • Tossir e dificuldades em respirar;
  • Náusea e vómitos;
  • Garganta dorida, sensação de caroço na garganta e dificuldade/dor ao engolir;
  • Deterioração dos dentes;
  • Voz mais áspera;
  • Tonturas e suores frios.

Tratamento da azia

A azia pode ser tratada com diferentes tipos de medicação, como antiácidos, anti-histamínicos h2, e inibidores da bomba de protões.

Para além da medicação, há alterações a fazer no estilo de vida que podem ajudar:

  • Perder e controlar peso reduz a pressão no estômago, diminuindo a possibilidade de haver azia.
  • Evitar comidas gordurosas, ácidas, evitar comer demasiado e ir para a cama sem ainda fazer a digestão também é recomendável para não se ter azia. Caso sinta azia na cama, deve elevar um pouco a cabeça com a almofada ajuda a diminuir o refluxo.

 

Veja também: