Os bairros mais caros do Porto

Conhecer os bairros mais caros do Porto é sinónimo de casa à beira-mar: saiba quais são os locais onde o metro quadrado é mais caro.

Os bairros mais caros do Porto
Saiba quanto custa uma casa nesses locais

Os bairros mais caros do Porto encontram-se todos na zona oeste da cidade, isto é, com vistas para o mar. Pelo contrário, a freguesia mais a este - Campanhã - é a que apresenta os valores mais baixos, tanto para compra como para arrendamento.


Quais são os bairros mais caros do Porto?

As freguesias de Nevogilde e Foz do Douro, são, sem sombra de dúvida, as zonas mais caras do Porto, embora algumas zonas do centro histórico, como a Praça Carlos Alberto, também apresentem valores bastante elevados.



Compra - Moradias e apartamentos T3

Para este tipologia de casa, os valores podem ir dos 300 mil euros até mais de 1 milhão de euros, dependendo da localização, das vistas, ou do tipo de construção. No entanto, o valor médio para este tipo de moradia (novas ou recuperadas) nas freguesias de Nevogilde e Foz do Douro ronda os 600 mil a 700 mil euros.

Os preços dos apartamentos também T3 são ligeiramente mais baixos, rondando um valor médio de 500 mil euros. Estes valores aplicam-se também às zonas da Boavista e às freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos.



Arrendamento - Moradias e apartamentos T3

O mercado do arrendamento não tem muito oferta nestas localizações - Foz, Boavista, Massarelos - e os preços são naturalmente elevados: o valor mensal a pagar por esta tipologia de casa ronda os 3500 euros para as moradias e os 1500 euros para os apartamentos.



Compra - Moradias e apartamentos T2

Para esta tipologia de imóvel, as moradias têm um valor médio de 300 a 400 mil euros, tanto nas freguesias da Foz do Douro, como em Nevogilde e Massarelos. Os apartamentos nestes bairros mais caros do Porto são ligeiramente mais baratos, sendo que quanto mais junto ao mar, mais os valores se assemelham aos das moradias.



Arrendamento - Moradias e apartamentos T2

O arrendamento de moradias desta tipologia não tem muita oferta, pelo que os existentes são caros e, mais uma vez, as zonas mais caras são as da Foz, Boavista e zona envolvente do Parque da Cidade. Em relação aos apartamentos a oferta para os T2 começa nos 1000 euros nestas mesmas zonas.

O centro histórico do Porto apresenta valores muito semelhantes ao dos bairros mais caros do Porto junto ao mar, embora ainda haja a possibilidade de alguns negócios mais em conta, especialmente nas artérias mais interiores. Se analisarmos os valores das zonas mais próximas do rio, os valores tornam a subir.

Há ainda outros espaços do Porto onde o mercado imobiliário apresenta valores muito altos, como a freguesia de Ramalde, com especial incidência na área circundante ao Estádio do Bessa.

Veja também: