7 benefícios do alho: um aliado do coração

Na comida, em chá, como óleo ou ainda em cápsulas. Conheça os benefícios do alho e as razões pelas quais vai querer incluí-lo no seu dia-a-dia.

7 benefícios do alho: um aliado do coração
Conheça os benefícios deste poderoso alimento

Um dos principais benefícios do alho encontra-se associado à sua capacidade de diminuir a pressão arterial. Na verdade, a pressão arterial alta não controlada é um dos principais fatores causadores de doenças cardiovasculares, tais como hipertensão, ataques cardíacos e derrames.

Contudo, o alho não é apenas uma aliado para o coração, mas sim de todo o organismo. Conheça alguns segredos que esconde o alho.

7 benefícios do alho que deve conhecer

1. Propriedades medicinais

cha de alho

As propriedades medicinais associadas ao alho são inúmeras. Benéfico no combate ao colesterol e aos problemas cardiovasculares e também com propriedades antifúngicas.

Por outro lado, um dos benefícios do alho prende-se com as suas propriedades anticancerígenas, nomeadamente o facto de este proteger as células do cólon, inibindo o crescimento de células cancerígenas.

2. Rico em nutrientes

poucas calorias

O alho consegue juntar o melhor dos dois mundos: ser rico em nutrientes e baixo em calorias. Um dos elementos comuns à cebola e ao alho é a presença de alicina, a substância que tem propriedades anti-inflamatórias e que atua como um antibiótico natural.

Para além destes dois fortes argumentos, temos ainda de acrescentar a sua riqueza vitamínica, nomeadamente as vitaminas A, B1, B2, B6, C e E.

3. Reforça o sistema imunitário

reforça a imunidade

Um dos benefícios do alho, muito útil para as estações do outono e inverno, prende-se com a sua capacidade de ajudar a aliviar os sintomas de gripe e constipação.

Neste sentido, uma forma de combater os sintomas é beber chá de alho. Deste modo, não só vai estar a hidratar o seu organismo, como também vai estar a desfrutar das propriedades anti-inflamatórias do mesmo.

4. Combate a perda de massa óssea

massa ossea

Outro dos benefícios do alho está relacionado com a capacidade de este ajudar a combater a perda de massa óssea. Esta propriedade encontra-se assegurada pela presença do enxofre, que garante também benefícios ao nível dos problemas articulares. Uma das formas sugeridas é adicioná-lo à confeção dos seus pratos.

5. Queda de cabelo

perda de cabelo

queda de cabelo é inerente à mudança de estações. Pode parecer estranho, mas também aqui podemos tirar proveito dos benefícios do alho. Neste caso, o alho aqui será usado na variante de óleo. Caso tenha algum receio do cheiro que o alho possa deixar no seu cabelo, pode sempre optar pelas cápsulas de óleo de alho.

6. Prevenção na demência

alzheimer

Os antioxidantes presentes no alho ajudam na prevenção de doenças como ParkinsonAlzheimer. No caso do Alzheimer, ainda não há cura, contudo, é possível controlar o desenvolvimento da doença através do recurso a medicação e terapia. Outro aspeto importante na prevenção deste tipo de doenças é ter uma alimentação saudável.

7. Elimina metais pesados do organismo

metais pesados

Atualmente, e tendo em conta o meio envolvente, o nosso organismo encontra-se sujeito a várias agressões, uma delas é a presença de metais pesados. A entrada destas substâncias nocivas no nosso organismo pode, no futuro, desencadear várias doenças, como cancro, doenças autoimunes, alergias, entre outras.

Porém, também aqui o alho tem um função importante no sentido em que através da sua função depurativa, consegue eliminar estas mesmas substâncias.

Recomendações no consumo de alho

Tal como referido anteriormente, a alicina é uma das propriedades responsáveis por grande parte dos benefícios associados ao alho. Contudo, para que possa desfrutar desta propriedade no seu expoente máximo, deve ter o cuidado de amassar o alho. Isto porque só assim é que a alicina é libertada. Caso opte por colocar o alho inteiro sem antes o esmagar, não estará a tirar todo o proveito de todos os benefícios do alho.

Por outro lado, caso tenha algum problema de sangue, deverá perguntar ao seu médico se há algum inconveniente em reforçar o consumo do mesmo.

Veja também: