4 bons livros de autoajuda: as nossas sugestões

Os livros de autoajuda promovem o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal. Por estas razões, vários são os benefícios associados a esta leitura.

4 bons livros de autoajuda: as nossas sugestões
Os livros de autoajuda serão mais que uma moda?

Os livros de autoajuda prometem ensinar-nos a sermos melhores em tudo e mais alguma coisa: melhores pessoas, cidadãos, pais, melhores maridos ou esposas, melhores trabalhadores.

É comum estes livros estarem durante muito tempo no topo de vendas, mas, também é certo, muitos deles acabam por não apresentar dicas que sejam realmente úteis – e defraudarem as expectativas dos seus leitores.

Numa era em que se fala mais do que nunca de “saúde mental e psicológica”, este género de literatura vem responder à procura de milhões de pessoas por soluções para os desafios levantados pelo modo de viver da sociedade ocidental.

Conhecer-se a si próprio tendo em vista a realização pessoal e profissional pode ser de facto  o caminho para uma vida com menos stress e ansiedade.
Por esta razão, a equipa do E-Konomista fez uma seleção de 4 livros que o poderão ajudar (efectivamente) a superar os obstáculos do dia-a-dia!

Livros de autoajuda: 4 sugestões

Se deseja experimentar ler um destes livros mas não sabe por onde começar, aqui ficam os títulos que realmente interessa conhecer:

1. “De que cor é o seu pára-quedas?”-  Richard Nelson Bolles

paraquedas

Este livro oferece, sobretudo, conselhos sobre a escolha de carreira profissional. Foi alvo de várias atualizações ao longo do tempo, com informações adicionais devido às mudanças de paradigma da era digital, mas na essência as suas premissas base mantêm-se. Conta com 10 milhões de cópias vendidas.

Preço: 20€ Comprar >>

2. “Quem mexeu no meu queijo” – Spencer Johnson

queijo

Este livro de autoajuda é, no fundo, uma alegoria ao universo da Motivação Humana. Conta a história do que nos motiva, recorrendo a metáforas e alegorias povoadas por ratos, labirintos e queijo!

Este livro foi campeão de vendas, sendo que durante cinco anos vendeu 26 milhões de cópias. A leitura é rápida e a alegoria à atração dos ratos por queijo torna tudo mais fácil de compreender.

Preço: 12€ Comprar >>

3. “O homem em busca de um sentido” – Viktor Frankl

viktor

Este é, sem dúvida, um dos mais poderosos livros de autoajuda de sempre, ao narrar a história de vida do seu autor Viktor Frankl, que sobreviveu três anos num campo de concentração nazi enquanto assistia à morte da sua família.

Preço: 9,03€ Comprar >>

4. “O ponto morto” – Seth Godin

ponto morto

Não o consideraríamos exatamente um livro de autoajuda no sentido tradicional, mas se se está a debater com o dilema de prosseguir com algum projeto – pessoal ou profissional – e não sabe se está na altura de desistir e começar um novo, este é o seu livro! Desmistifica as “desistências”, ensinando que às vezes esse é mesmo o melhor caminho.

Preço: 8,90€ Comprar >>

Na altura de escolher  livros de autoajuda, importa acima de tudo ser realista. Ou seja, nenhum livro contém a chave para a resolução de todos os seus problemas, mas podem, de facto, ajudá-lo a pensar sobre novos pontos de vista.  Boas leituras!

Veja também: