Publicidade:

Cães de porte grande: 10 raças a conhecer

Os cães de porte grande são animais leais, companheiros e protetores. Fique a conhecer melhor 10 raças deste grupo de amigos de quatro patas.

Cães de porte grande: 10 raças a conhecer
Os nossos melhores amigos

Tradicionalmente encarados como animais de caça e/ou guarda, os cães de porte grande são geralmente extremamente fiéis, inteligentes e sensíveis. Historicamente e biologicamente, são caçadores natos, ou sinalizadores, ajudando a descobrir onde se encontram as presas.

Outras espécies estão incluídas no grupo dos cães de pastoreio, função dividida também com os cães de raça pequena ou média, acrescentando a facilidade e coragem em defender o gado de potenciais predadores.

Também são usados para missões de resgate e salvamento, pela sua capacidade de resistência, pelo faro e pela sensibilidade adquirida no treino. Damos-lhe a conhecer alguns destes fiéis companheiros de quatro patas, que não se recomenda que estejam muito tempo dentro de apartamentos.

10 raças de Cães de Porte Grande

1. Dálmata

ALT dalmata

Quem não reconhece, com toda a facilidade, um dálmata? Brancos, com pintas negras ou castanhas, são uma das raças mais abraçadas pela cultura popular. Crê-se que sejam de origem croata, mas isso continua a ser questionado hoje em dia. O nome vem da Dalmácia, território maioritariamente croata.

As funções principais deste animal eram cão de guarda e cão de acompanhamento de carruagens, com a função de proteger os cavalos de ladrões. A popularidade como cão de companhia começou sobretudo no século XIX. São animais extremamente dóceis, mas muito ativos, precisando de exercício para libertar energias acumuladas. São considerados bastante inteligentes e sensíveis aos donos e às crianças da família.

2. Dobermann

ALT dobermann

Os portentos Dobermann são de origem alemã e são considerados cães guardiães por excelência. Foram criados por um alemão com o mesmo nome, amante de cães, cobrador de impostos, com o propósito de ter um companheiro forte, corajoso e leal que o acompanhasse nas viagens difíceis da sua profissão. As características do Dobermann levou a que fosse uma raça preferida pelas forças policiais e militares, assim como caçadores, por causa do seu apurado olfato.

Infelizmente, a sua popularidade na segunda metade do século XX, levou a que muitos criadores sem escrúpulos os criassem com objetivos mais negativos, tentando desenvolver nos animais características comportamentais perigosas. O Dobermann é considerada uma raça extremamente inteligente e fisicamente impressionante. É um cão protetor dos seus donos, muito leal, e por isso não lidam bem com longos períodos de tempo sozinhos. Gostam muito do contacto com crianças.

3. Golden Retriever

ALT golden retriever

O simpático Golden Retriever é um cão de origem britânica que tinha como primeira utilidade a recuperação da caça. Com uma cor creme ou dourada característica e uma esperança média de vida de 14 anos, a sua popularidade desenvolveu-se durante a revolução industrial da época vitoriana, graças à facilidade de deslocação dos caçadores para as Terras Altas na Escócia e a necessidade de apoio por parte deste animal para encontrar a caça apanhada num território particularmente difícil.

O nome Golden Retriever foi cunhado somente no século XX. São cães também apreciados como guias para invisuais. São dóceis, afetuosos e pacientes, sendo portanto o cão familiar ideal. É um cão inteligente que estabelece boas relações com outros cães e com pessoas estranhas às família. As suas origens contribuem para que necessite de exercício físico diário.

4. Pastor Alemão

ALT pastor alemoi

Como o nome indica, esta raça de cães de porte grande tem origem na Alemanha, com a utilidade principal de atuar como cão de pastoreio. Nas últimas décadas a sua popularidade na cultura popular é inquestionável. São cães portentosos, supostamente descendentes de lobos. A raça dos Pastores Alemães foi sempre sendo alvo de aperfeiçoamento e apuramento por parte de criadores germânicos.

Durante as Guerras Mundiais, tiveram um importante papel de proteção, guarda e resgate, sendo uma das poucas raças que saiu fortalecida desde conflito. É considerada a raça de cão pastor mais popular do mundo pela sua beleza estética, caráter forte, e um temperamento leal e inteligente. Tem um grande vontade de agradar ao dono e de o proteger. É bastante obediente, mas é importante que seja socializado desde cria.

5. São Bernardo

ALT sao bernardo

Os São Bernardo são uma das raças de cães de porte grande que mais fazem valer o nome. Podem chegar aos 90cm de altura e aos 90kg de peso. Uma espécie criada na Suiça, teve com primeira função a guarda e o resgate na neve. São descendentes de cães tibetanos trazidos para a Europa pelos exército romano. Devem o nome aos monges do mosteiro de St. Bernard Menthom, que se dedicaram ao desenvolvimento da raça.

Têm a capacidade de prever avalanches e tempestades e são extremamente perseverantes e resistentes, enfrentando temperaturas baixas para resgatar vítimas destes fenómenos naturais. São gigantes afetuosos e tranquilos, ligados à família, sobretudo às crianças. São pacientes e tranquilos, mas também teimosos, pelo que se recomenda algum treino para que conheça os limites impostos pelos donos.

6. Setter Irlandês

ALT setter irlandes

Com uma bonita cor de pelo avermelhada, o Setter Irlandês foi desenvolvido graças ao cruzamento de algumas espécies. Muito popular na Irlanda, sempre foi usado como cão de caça, graças à sua capacidade de recuperar as peças de caça atingidas pelos donos. É um cão particularmente bonito e elegante, hoje em dia bastante popular em exposições caninas.

Tem um temperamento meigo e inteligente, com necessidade de contacto humano, e com muita energia. Para evitar que seja demasiado nervoso, é importante que não esteja a viver dentro de um espaço pequeno, pois tem necessidade de estímulos físicos e também psicológicos.

7. Grand Danois

ALT grand danois

Com uma altura que pode chegar aos 80 cm, o Grand Danois ou Grande Dinamarquês, é um cão de origem alemã e uma raça de linhagem muito antiga. As origens estendem-se até ao Antigo Egipto, mas o cão que conhecemos hoje foi aperfeiçoado no século XIX.

É uma raça de cães de caça grossa, com estrutura para lidar com animais de médio e grande porte e foi também usada na guerra. É uma raça devota à família, afável e tranquila. Apesar de ser um excelente cão para crianças, recomenda-se alguma supervisão durante as brincadeiras devido ao seu tamanho e força comparativamente a crianças pequenas. Contudo, são muito protetores dos mais pequenos.

8. Labrador Retriever

ALT labrador

Os labradores pertencem ao grupo dos cães de água e eram utilizados, na sua origem, como recuperadores de caça. Podem ter o pelo amarelo, preto ou castanho escuro e são considerados cães bastante bonitos. Têm a sua origem na Terra Nova, no Canadá, mas o desenvolvimento da raça foi feito na Grã-Bretanha. As Guerras Mundiais afetaram o desenvolvimento dos Labradores, mas durante a segunda metade do século XX alcançaram o prestígio e popularidade que hoje lhes conhecemos graças às suas características protetoras e afáveis e à capacidade física: é um cão resistente, que se dá bem em terra e água (graças à sua cauda).

É extremamente popular por ser também excecionalmente carinhoso em família, sobretudo com crianças. Dá-se bem com outros animais, mas não gosta de estar sozinho. É um cão particularmente sensível e tolerante, um dos preferidos dentro dos cães de porte grande para trabalhar como cão guia e farejador de drogas.

9. Boxer

ALT boxer

Os tigrados Boxer, são cães de porte grande, que devem a origem do seu nome à semelhança da estrutura do focinho, com a cara de um pugilista em combate. São descendentes dos extintos bulldogs alemães, e tiveram a primeira utilidade na caça de animais como javalis ou veados.

Infelizmente, criadores mal-intencionados foram desenvolvendo esta raça para lutas com outros cães, uma tendência que está felizmente a diminuir. A popularidade do Boxer como animal de companhia está a crescer, graças ao seu companheirismo e lealdade. Tem uma grande vontade em agradar aos donos e nutre um carinho particular pelas crianças. É teimoso, mas é também paciente e dá-se bem com animais mais pequenos, como gatos.

10. Old English Sheepdog

ALT collie

Os simpáticos e particularmente peludos cães pastores ingleses foram desenvolvidos no século XIX com o propósito de pastorear ovelhas. O Sheepdog sempre foi o animal favorito de todas as classes sócio-económicas: desde duques a pastores. São também conhecidos como Collies.

Esta raça é particularmente afetuosa, fiel e dócil, sobretudo com crianças. Nos EUA é mesmo conhecido como “nanny dog”, o cão ama. Os mesmos princípios de proteção que o regiam na guarda dos rebanhos, continuam a caracterizar esta espécie no que diz respeito à vida familiar. Têm um ladrar peculiar e adoram brincar, sentindo necessidade de gastar energias. O seu pelo comprido, cinzento e branco, atribui-lhes um ar brincalhão, mas sábio, dentro do grupo dos cães de porte grande.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.