Publicidade:

Rota dos cafés: 8 cafés históricos da Europa de paragem obrigatória

Já entrou nalgum deles? Viaje connosco pelo velho continente e tome nota de cafés históricos da Europa que são de paragem obrigatória.

Rota dos cafés: 8 cafés históricos da Europa de paragem obrigatória
Era um café e uma dose de história, por favor…

Há poucas coisas melhores do que conhecer a história dos locais que frequentamos. Se estivermos de férias ainda melhor. Esta lista de cafés históricos da Europa inclui um português pelo qual provavelmente já passou.

Café históricos da Europa para visitar


1. Antico Caffè Greco, Roma

Inaugurado em 1760, o Antico Caffè Greco fica na Via Condotti, conhecida pelas compras de luxo da capital italiana. É o café mais antigo de Itália ainda em funcionamento e nunca viu as suas portas fecharem ao longo dos anos. Se tiver a oportunidade de se sentar numa das mesas do Antico Caffè Greco, saiba que já muitas personalidades famosas o fizera, como Wagner e até Buffalo Bill.

 

2. Caffè Florian, Veneza

Inaugurado em 1720, o Caffè Florian, em Veneza, é um dos mais bonitos cafés históricos da Europa. Fica em plena Praça de São Marcos e é a mais antiga cafetaria em operação contínua da europa – juntamente com o Café Procope, em Paris). O nome pelo qual é conhecido hoje não é o nome original do café, mas este ficou mais popular por causa do seu primeiro proprietário: Floriano Francesconi.

 

3. Café Tomaselli, Salzburgo,

Inaugurado em 1703, o Café Tomaselli, em Salzburgo, na Áustria, fica no coração da cidade antiga e é um dos cafés históricos mais famosos de toda a europa. O negócio ainda faz parte da mesma família e era um ponto de encontro para muitas celebridades como Mozart. Pode pedir Mélange (uma bebida de café parecida com cappuccino) ou Einspänner (moca com natas espessas), dois dos pedidos mais famosos da casa.

 

4. Café Central, Viena

Inaugurado em 1860, na Áustria, o Café Central fica no número 14 da rua Herrengasse, num edifício neo-renascentista. Era aqui que se encontravam muitos dos intelectuais austríacos, como Egon Friedell, Anton Kuh, Sigmund Freud, Adolf Hitler e até Leon Trótski.

 

5. A Brasileira, Lisboa

Inaugurado em 1905, este é o café histórico da Europa mais próximo de nós. Fica em Lisboa e também é conhecido como a Brasileira do Chiado. Mesmo junto ao Largo do Chiado e sempre cheio de turistas, é capaz de o reconhecer pela estátua de Fernando Pessoa à porta. Servia, quando abriu, o verdadeiro café do Brasil e isso não agradava a muitas pessoas na altura.

 

6. Café Gerbeaud, Budapeste

Inaugurado em Budapeste, na Hungria, em 1858. o Café Gerbeaud é um dos cafés históricos da Europa. Ainda mantém algumas características originais, como o estuque nas paredes e tetos, as madeiras escuras e os grandes candelabros. É tão famoso que até abriu uma nova localização em Tóquio, no Japão, em 2009.

 

7. Café de Flore, Paris

O Café de Flore abriu as suas portas da década de 1880 e é um dos mais antigos e tradicionais cafés de Paris. Situado numa charmosa esquina do boulevard Saint-Germain, o café recebeu e continua a receber personalidades célebres do mundo das artes além de filósofos e escritos, como  Pablo Picasso e George Bataille.

 

8. Els 4 Gats, Barcelona

O café, bar e restaurante está na rua Monte de Sião, em pleno Bairro Gótico. No final do século XIX e início do século XX, foi o principal ponto de encontro de artistas e boémios que integravam os movimentos modernistas em Espanha. O café foi inaugurado em 1897, e recebeu personalidades ilustres como Gaudí e Ramon Casas.

 

Veja também: