Carência de capital no crédito habitação: o que é e para que serve

Tudo o que precisa saber sobre a carência de capital no crédito habitação. O que é e para que serve a carência de capital.

Carência de capital no crédito habitação: o que é e para que serve
O que saber.

A carência de capital no crédito habitação pode se uma boa forma de renegociar o empréstimo que os portugueses têm inerente à compra de habitação. Ainda assim, a carência de capital é menos conhecida que outras alternativas como, por exemplo, alterar o prazo do empréstimo ou o regime da taxa de juro. A carência de capital no crédito habitação é, também, uma alternativa ao regime mais comum de amortização de um empréstimo. Saiba o que é e para que serve a carência de capital no crédito habitação. 
 

Carência de capital no crédito habitação — o que é?

A carência de capital no crédito habitação é uma modalidade que permite ao devedor, durante um determinado período de tempo, ficar a pagar apenas a parte da prestação referente aos juros. Ou seja, é feita uma pausa à redução do capital em dívida, originando que a prestação diminua significativamente durante esse período, pois só está a pagar juros e não a amortização de capital mais juros, como numa normal prestação bancária. 

Geralmente, a carência de capital é atribuída por um período de seis a 24 meses, mas existem casos mais estendidos no tempo. No entanto, não se iluda, a carência de capital tem de ter um objetivo futuro, pois não está a diminuir o valor da dívida, ou seja, terminado o período de carência, a prestação irá subir, ficando a pagar mais do estava a pagar antes de pedir a carência de capital (para compensar). Resumindo, após o período de carência de capital, o valor do empréstimo tem de ser reembolsado num período de tempo mais reduzido, logo em parcelas mais elevadas.

Em casos muito excecionais, há modalidades de carência de capital em que o devedor não paga amortizações de capital nem juros. Naturalmente que, nestes casos, os riscos para os credores são enormes e os encargos futuros para os clientes muito avultados o que os torna praticamente inexistentes. 

Veja também: Como renegociar crédito?
 

Para que serve?

A carência de capital serve essencialmente para renegociar o crédito à habitação, permitindo, por exemplo, em caso de problemas de liquidez de uma família, que esta reduza a prestação mensal, pagando apenas juros, durante um determinado período de tempo (durante o desemprego ou doença, por exemplo). 
No entanto, antes de optar pela carência de capital no empréstimo à habitação, lembre-se que este vai ficar mais caro no total (o montante total de juros pagos é também maior), uma vez que não amortizou a dívida durante este período.


Veja também: