Procura uma solução de crédito?

Soluções financeiras personalizadas | Informação 100% gratuita

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt

SIMULAR

A minha casa vai ser penhorada. O que fazer?

Diariamente, muitas dezenas de portugueses têm as suas casas penhoradas. É possível evitar este processo, mantendo a sua casa. Saiba mais no nosso artigo.

A minha casa vai ser penhorada. O que fazer?
Evite a penhora. Tome medidas já!

Portugal é um dos países europeus onde mais pessoas têm casa própria mas todos os dias surgem novas penhoras de imóveis por todo o país. O dinheiro fácil que correu a céu aberto nos anos anteriores à crise, tem hoje resultados drásticos. Milhares de famílias que não conseguem pagar os empréstimos, dívidas ao Fisco e à Segurança Social acumuladas que resultam em pesadas penhoras.
 

Evite a penhora da sua habitação
A Investidor Privado pode ser a solução quando já esgotou todas as hipóteses. Informe-se sobre as soluções!
Em 2013, a legislação mudou, tirando dos tribunais milhares de processos de penhoras que estão agora nas mãos dos agentes de execução. Esta passagem de competências para os agentes de execução, tornou os processos mais rápidos e apertou o cerco às famílias e empresas em dívida.

Se está em situação de incumprimento e recebeu uma notificação de penhora, há alguns passos a seguir para evitar perder a sua casa e demais bens.
 

COMO EVITAR A PENHORA DA SUA CASA 


1.    Reduza custos

Quando numa situação de incumprimento, seja ao Banco ou ao Estado, é provável que em breve a sua casa seja penhorada. Esta situação talvez se deva ao facto de ter ficado sem emprego, a um corte no vencimento ou podem as despesas estar desajustadas face ao que recebe. 

É importante que perceba, com detalhe, para onde vai o seu dinheiro para que possa reduzir custos. Faça um orçamento mensal onde regista diariamente tudo o que ganha e todas as despesas que tem. O controlo de cada cêntimo é crucial para não gastar mais do que pode. 
 


2.    Encare os problemas

Lembre-se que não é o único em Portugal e no mundo nesta situação. Ninguém está livre de ter um infortúnio na vida que o leve a uma situação em que pode ver a sua casa penhorada. A diferença está na forma como encara o problema e o procura resolver. Esconder a cabeça na areia, como as avestruzes, claramente não é a forma certa de o fazer. Quanto mais tempo deixar passar, mais se agravam as dívidas.
 


3.    Identifique os credores

Identifique as entidades a quem está em dívida, seja ao Estado, ao Banco ou a fornecedores e contacte-as o quanto antes para explicar a sua situação. A primeira reação pode não ser bem a que está à espera mas tenha paciência e saiba que nenhum deles quer aumentar a sua lista de devedores. Depois, passe ao ponto seguinte.
 


4.    Negoceie as dúvidas

Quando se trata de negociar as dívidas, o processo não é fácil mas não é impossível. O nosso conselho é que, assim que perceba que vai entrar numa situação de incumprimento, fale com os seus credores para negociar os valores das prestações. Quando se tratam de dívidas ao Estado, Finanças e Segurança Social, pode solicitar um plano de pagamento dos valores em dívida.
 


5.    Pague qualquer coisa

Mesmo que não tenha condições para pagar as suas dívidas na totalidade, pague o que lhe for possível. Deixar de pagar apenas prejudica a sua imagem e dificulta os eventuais processos de negociação de dívida. É importante mostrar boa vontade e que está disponível para encontrar uma solução.
 


6.    Venda a casa mas continue a viver lá

São milhares os portugueses que chegaram a uma situação limite e correm o risco de perder a sua casa. Muitas vezes, já seguiram todos os passos acima, recorreram a novos créditos para pagar dívidas antigas ou a empréstimos a amigos e familiares mas ainda têm dívidas a pagar e correm o risco de penhora.

Dívidas ao Estado no valor de, por exemplo, 10 mil euros, ainda que muito inferiores ao valor da casa, levam, não raras vezes, à penhora da habitação quando não há outra forma de saldar a dívida. A casa onde tem todas as suas memórias e que pagou com tanto sacrifício pode agora passar para as mãos dos credores.

A Investidor Privado é uma empresa especializada em venda e arrendamento imediatos e pode ser a solução quando já esgotou todas as hipóteses, salvando a sua casa. Para isso, vende a sua casa mas continua a viver lá, tornando-se arrendatário, por um determinado período, com a possibilidade de voltar a comprar a sua casa.

No momento do contrato, é definido o valor da renda mensal que terá de pagar, o número de anos desta operação e o valor de recompra da sua casa. Para mais informações, contacte o Investidor Privado. 
 
A sua casa vai ser ou já foi penhorada? Conheça as soluções que a Investidor Privado tem para si.