5 Causas de desgaste dos pneus

Conheça algumas causas de desgaste dos pneus e comece a evitá-las, de modo a aumentar o tempo de vida útil dos mesmos

5 Causas de desgaste dos pneus
Evite visitas desnecessárias à oficina

Poupe em média mais de 250€ por ano com o seu Seguro AutomóvelDesgaste irregular de pneus chateia qualquer condutor. Se quer evitar esta situação, há algumas causas de desgaste dos pneus que precisa de ter em conta. Afinal, não são só as pedras e os buracos na estrada que estragam pneus.

Ter que ir ao mecânico porque um pneu fracote decidiu não se aguentar sob pressão e ceder ao desgaste antes de todos os outros é simplesmente chato, mas evitar as causas pode significar um aumento no tempo de vida dos seus pneus, e mais dinheiro na carteira ao fim de uns tempos.
 

5 Coisas que estragam os pneus

 

1. Pressão demasiado baixa

Ter pressão a menos nos pneus é uma das causas de desgaste dos pneus mais comuns que há e que muitos condutores ignoram. Isto faz com que estes sobreaqueçam e comecem a resistir ao rolamento. Quando isto acontece, os pneus desgastam-se nas zonas laterais.

 

2. Pressão excessiva

Se ter a pressão baixa não é bom, tê-la demasiado alta também não é. Se o pneu tiver pressão excessiva, este desgasta-se na zona central por falta de aderência.  Isto compromete não só a vida útil dos pneus, mas também a travagem e a tração. 

A pressão incorreta nos pneus sente-se facilmente ao conduzir e se for ignorada vai desgastar os pneus, e  vai fazer com que gaste mais combustível ao conduzir. Seja amigo do ambiente, ajuste a pressão dos seus pneus.

 

3. Forma de conduzir

Um estilo de condução mais acelerado, com curvas apertadas e grande uso do travão e do acelerador sem razão aparente desgasta os pneus, quase como um esfomeado devasta um buffet. Além disso, ir contra seja o que for a alta velocidade danifica muito mais os pneus do que a baixa velocidade.

Parece óbvio, a forma como conduz influencia o desgaste nos pneus. Mais uma razão para praticar condução defensiva e se levantar mais cedo da cama para não ter de andar com pressa.

 

4. Desalinhamento da direção

O alinhamento da direção refere-se à manutenção das rodas e outros componentes, de modo a que estas estejam paralelas umas às outras e perpendiculares ao chão, para evitar desgaste e custos desnecessários.

O desalinhamento da direção é facilmente das causas de desgaste dos pneus mais sentidas por condutores. Quando a direção não está alinhada, é difícil manter o carro direito. Felizmente pode resolver facilmente o problema com uma visita ao mecânico.



5. Sobrecarga

Os pneus têm recomendações de carga máxima, e estas recomendações devem ser respeitadas. Caso contrário, vai ser uma das causas de desgaste dos pneus, pois estes podem sobreaquecer, o que leva ao desgaste prematuro.

Na pior das hipóteses, pode causar a rutura do pneu. Já sabe, não é boa ideia tratar mal os seus pobres pneus.
 

Previna-se do pior com um Seguro Auto personalizado


Veja também: