CDs raros e valiosos: descubra se tem algum em casa

O mercado dos discos de vinil é muito valorizado, mas o dos CDs não lhe fica atrás. Conheça aqui os CDs raros e valiosos que estão a revolucionar o mercado.

CDs raros e valiosos: descubra se tem algum em casa
Se tem algum destes CDs vai ficar muito satisfeito com esta notícia

Muito se tem escrito sobre o interesse crescente nos discos de vinil, os conhecidos LP (abreviatura de “Long Play”). Foram até à década de 90 o principal formato de reprodução musical e hoje o seu valor comercial pode atingir preços elevadíssimos no mercado discográfico.
 
Contudo, e de acordo com um relatório da empresa Fastline Digital, a sua coleção de CDs pode valer tanto ou mais do que os discos de vinil. Ou pelo menos alguns deles. Os que aqui apresentamos foram considerados pela empresa como os CDs raros e valiosos a circular no mercado discográfico atualmente.
 

Mercado discográfico: 5 CDs raros e valiosos                                 

 

1. “Smile” de Michael Jackson


De acordo com a página online dos colecionadores de itens do Rei da Pop - MJ Collectors – este single, de 1997, está avaliado em nada mais nada menos do que 1350€. Todavia, este valor é aplicável apenas aos CDs de origem austríaca, dado que o lançamento deste single naquele país foi cancelado e as cópias existentes foram sendo destruídas. 
 


2. “Safety” dos Coldplay


Apesar de este CD, de 1998, conter apenas 3 músicas - “Bigger Stronger”; “No More Keeping My Feet on the Ground” e “Such a Rust”, foi avaliado em 2.250€. Sim, leu bem. Os Coldplay lançaram este CD de forma independente e com edição limitada a 500 cópias. Este CD raro e valioso, segundo consta, foi oferecido pela banda sobretudo a amigos e familiares e a algumas editoras, sendo que poucos foram os CDs que efetivamente chegaram ao público.
 


3. “Steel Wheels Japan Tour” dos Rolling Stones


Este CD, de 1990, que estava disponível apenas no Japão por estratégia comercial, por conter músicas de concertos ao vivo lá realizados, na tour de 1989, não foi um disco colocado à venda para o público geral, apenas distribuida pela imprensa e rádio. Dada a sua raridade está avaliado (também) em 2.250€.
 


4. “Sound + Vision” de David Bowie


Depois do falecimento deste ícone da música, em Janeiro de 2016, este CD foi bastante valorizado. Vale a módica quantia de 4.600€, aproxidamente. O CD possui 49 músicas e um livrete de 72 páginas (embalados numa caixa especial) mas pertence a uma edição limitada – apenas 350 cópias. Data de 1989.
 


5. “Slim Shady EP” de Eminem


No topo da lista em termos de valorização comercial e não tanto pela qualidade musical (de acordo com alguns críticos) está este CD de Eminem, de 1997. Está avaliado em 11000€

Veja também: