Cedência de crédito. Bom negócio ou batata quente?

Ceder crédito pode ser uma boa saída para evitar incumprimentos no pagamento de créditos. Mas sabe o que implica e como agir? Leia o artigo para ficar a saber como!

Cedência de crédito. Bom negócio ou batata quente?
Como funciona a cedência de crédito

Uma das soluções para evitar ficar com o nome manchado por incumprimento do pagamento de créditos é a cedência do crédito ou de uma forma mais correta, cedência de posição contratual.

 

Como funciona a cedência de crédito?

Basicamente terá que arranjar uma outra pessoa que esteja interessada no bem pelo qual está a pagar o crédito e juntamente com a entidade financeira credora, definirem a transferência do crédito do titular X para o Y, ou seja, do titular antigo para o novo.


Cedência de crédito automóvel é a prática mais usual nestes moldes, até porque a troca de carro regularmente é uma prática comum em qualquer país industrializado.

 

Vamos supor que tem um crédito pessoal de 1000€ com prestações de 24 meses. Decide ceder o contrato a outra pessoa passados 20 meses. Acordaria com essa pessoa o preço a pagar pelo crédito que já foi amortizado e o novo titular do contrato pagaria o valor restante dos 4 meses que faltariam.

 

Claro que existem variantes contratuais específicas a cada instituição bancária, mas regra geral, estas são as linhas delimitadoras do processo de cedência de crédito.

 

Veja também: