CFD – Como funciona

Saiba como funcionam os CFD, os seus perigos e potencialidades e tenha toda a informação para ganhar dinheiro em bolsa.

CFD – Como funciona
Os CFD vêm aumentar o leque de produtos financeiros disponíveis para ganhar dinheiro. Mas sugerimos alguma cautela
  • Os CFD são produtos financeiros complexos que permitem especular sobre a evolução de um ativo.

A evolução dos mercados financeiros tem criado um conjunto de ativos e instrumentos que permitem aos investidores mais informados explorar oportunidades de investimento baseadas nas suas convicções. Aqui pelo E-konomista temos a preocupação de explorar os principais produtos e tendências de mercado e neste artigo vamos focar a nossa atenção nos CFD siglas de "Contract for Diference".


O que são CFD?

Como referido, os CFD são "contract for diference" ou em português "contratos para diferença". Em poucas palavras, são um produto financeiro complexo que permite investir em diversos ativos recorrendo a financiamento.

Ao comprar estes produtos está a entrar numa relação contratual com o vendedor que se compromete a pagar-lhe a diferença entre o preço de um ativo hoje e o preço na data de fecho da posição. Se a diferença for positiva o comprador ganha dinheiro mas se a diferença for negativa este irá perder dinheiro.


Os CFD são produtos derivados

Os produtos derivados são produtos cujo preço depende do preço de mercado de um determinado produto financeiro. Ou seja, ao comprar um CFD sobre ações da Google não está a comprar ações da Google mas antes um produto que depende da evolução destas ações. De notar, ainda, que são produtos utilizados para especular quanto à variação do preço futuro de determinado ativo não obrigando a sua compra efetiva.


Os CFD permitem a alavancagem

A compra ou venda de CFD permite que os investidores não invistam a totalidade do capital, recorrendo ao financiamento para entrar nessa posição. Quer isto dizer que estão a pedir dinheiro emprestado para investir em determinada convicção, o que alavanca os ganhos mas poderá alavancar as perdas.


Como funcionam os CFD

Para melhor percebermos o esquema de funcionamento de um CFD imaginemos que pretendemos especular quando à evolução das ações da empresa X, que estão atualmente a cotar a €100 por ação. Se acreditamos que o preço das ações da empresa X irá subir então iremos entrar numa posição longa — compramos um CFD (para efeitos de simplificação assumimos que o preço de compra e de venda é idêntico).

1 — Compra de 100 CFD da empresa X = 100 * €100 = €10.000
2 — Margem de 5% = 5%*€10.000 = €500
3 — Pagamento de comissão (por exemplo 0,2% sobre volume total) = €10.000 * 0.2% = €20

Nesta transação, iremos incorrer no risco de €10.000 mas sendo necessário ter disponível apenas €500.

Agora imaginemos que passado umas horas o preço das ações da empresa X está em €101. Vamos fechar a posição nas seguintes condições:

1 — Venda de 100 CFD da empresa X = 100 * €101 = €10.100
2 — A margem é de zero pois a posição foi encerrada
3 — Pagamento da comissão — 0.2% * €10.100 = €20.2

O Resultado da operação será igual ao diferencial entre o preço de compra e o preço de venda (€100) deduzido do valor das comissões (€40.2). Logo, o lucro será de €59.80 por um investimento inicial de €500 (o valor da margem). Aplicando em valor percentual, estamos a falar de um retorno de 11.96% num dia.

Neste exemplo não estamos a assumir custos de financiamento da posição mas convém não esquecer que a instituição financeira irá cobrar-nos uma taxa de juro para nos emprestar o dinheiro.


Conclusões

Em poucas palavras, os CFD podem ser instrumentos financeiros interessantes para quem quer investir e não tem muito dinheiro para o fazer. Ao comprar um CFD está a assumir o risco de perder mais do que o capital investido pelo que é considerado um instrumento financeiro complexo. Logo, não é recomendável a qualquer investidor.

Finalmente, não esqueça pode ganhar muito dinheiro como pode perder ainda mais. Assim, deverá pensar nestes instrumentos com cautela e nunca esquecer que se estiver à procura de emoção e de adrenalina talvez seja melhor ir a um casino


Veja também: