Chá de arruda: benefícios, cuidados e como preparar

Dizem que afasta as bruxas e também alguns problemas de saúde. A partir desta planta, pode fazer-se o chá de arruda. Conheça-o neste artigo.

Chá de arruda: benefícios, cuidados e como preparar
Conheça os benefícios do chá de arruda e alguns cuidados a ter

Geralmente associada ao mau olhado, a arruda é conhecida também pelas suas propriedades a nível terapêutico. Neste artigo, vamos falar especificamente do chá de arruda, abordando tanto os seus benefícios, como os cuidados a ter com a sua toma, pois deve ser consumido com muita cautela.

De nome científico Ruta graveolens, é uma planta de uso secular, com um odor muito característico e intenso e com propriedades medicinais.

Em seguida, damos a conhecer alguns exemplos conhecidos das vantagens que a arruda pode trazer para a saúde.

cha

5 benefícios do chá de arruda

1. Ajuda a acalmar e a combater a dor

Apresenta um efeito calmante, em parte devido às suas propriedades antiespasmódicas e analgésicas. Por ajudar a relaxar os músculos, esta planta tem sido utilizada para tratar problemas neuromusculares.

2. Melhora a circulação

Este chá é conhecido por melhorar problemas de circulação, ajudando o sangue a fluir mais facilmente. Isto acontece devido às suas propriedades adstringentes.

3. Ajuda o sistema urinário

A arruda ajuda os rins a filtrar o sangue de forma mais eficiente, permitindo, assim, uma mais fácil expulsão de líquidos. As propriedades anti-inflamatórias desta planta ajudam ainda no combate das infeções urinárias e também da incontinência urinária.

4. Favorece o trânsito intestinal

O chá de arruda facilita a passagem dos alimentos do estômago para o intestino,contribuindo para um melhor funcionamento do trânsito intestinal.

5. Elimina parasitas

A arruda leva à eliminação dos parasitas em geral, internos ou externos. Este chá ajuda a repelir estes vermes, devido à ação que tem no intestino.

cha

Cuidados a ter com o chá de arruda

Apesar de ter estes e outros benefícios para a saúde, esta planta, que pode parecer inofensiva, pode causar problemas graves, especialmente se utilizada em excesso, com muita frequência, ou de forma indevida.

As plantas contêm uma série de substâncias químicas que são utilizadas, muitas vezes, para produzir medicamentos e, tal como os fármacos, também têm os seus contras e efeitos secundários.

A arruda não é das ervas mais recomendadas, pois é muito forte e tóxica em todas as suas formas, muito embora se acredite que seja segura em doses pequenas. Não existem, no entanto, ainda estudos que indiquem especificamente e que recomendem quais as doses seguras do consumo desta planta.

Potenciais efeitos secundários do chá de arruda

  • Alterações de humor;
  • Erupções cutâneas;
  • Dores de estômago;
  • Tonturas;
  • Problemas de sono.

Quando tomada em doses elevadas pode ainda causar efeitos mais sérios, como danos nos rins e fígado, podendo mesmo até ser fatal.

Grávidas, lactantes e crianças não devem usar a arruda, nem via oral (através do chá), nem tópica. Quem tem doenças renais e/ou de fígado deve também evitar o chá de arruda.

Para usufruir dos benefícios deste chá, o melhor é mesmo, antes de o comprar e preparar, consultar um médico ou farmacêutico que o poderá aconselhar sobre a dose a tomar e dizer-lhe mesmo se pode ou não tomar esta bebida. Em caso de dúvida, é sempre melhor e mais seguro contactar um especialista.

Agora que já falamos em benefícios e já alertamos para os cuidados a ter com esta planta, explicamos como preparar este chá.

Onde adquirir e como fazer

Após aconselhar-se junto de um médico ou farmacêutico, poderá encontrar o chá de arruda à venda, regra geral, em ervanárias e lojas de especialidade. O preço é de cerca de 1,50€. 

Para preparar este chá basta colocar uma colher de chá cheia de folhas secas numa chávena de água a ferver. Deve aguardar cerca de 10 minutos antes de tirar as ervas. No fim, adoçar a gosto.

Veja também: