Publicidade:

Chá de urtiga: benefícios e contraindicações

A começar pelo facto de ser uma planta relativamente comum, conheça os benefícios do chá de urtiga, como prepará-lo e quando deve evitar o seu consumo.

Chá de urtiga: benefícios e contraindicações
Planta medicinal frequente em regiões de clima temperado

O chá de urtiga permite tirar partido de propriedades curativas desta que é considerada uma erva daninha, essencialmente conhecida pelas reações alérgicas que provoca quando é tocada sem luvas. Embora seja frequentemente aconselhado para o tratamento de complicações em termos renais, dispõe de muitas outras capacidades curativas que vai querer saber.

Chá de urtiga

Preparação


É recomendável que o faça com a seguinte proporção: por cada litro de água, deite uma colher de sopa da planta. Depois de juntá-la à água, num recipiente para o efeito, leve a mistura ao lume e retire-a do fogo cerca de quatro minutos depois desta levantar fervura. De seguida, deixe a repousar dez minutos e beba o chá de urtiga.

É importante ter em consideração que não é aconselhável beber mais do que duas a três chávenas de chá de urtiga por dia.

Benefícios


O chá de urtiga é um ótimo desintoxicante e, por isso, ajuda a melhorar casos como a insuficiência hepática, inflamação nas articulações (artrite), alergias, Gota, bem como a diarreia.

Outros benefícios associados são: limpeza ao fígado, regular os níveis de açúcar no sangue, aliviar a tosse, tratar a bronquite, problemas de asma e é eficaz a controlar a anemia.

Além de todas as vantagens acima mencionadas, o chá de urtiga pode ser um complemento alimentar, sendo recomendado em situações tais como estas:

  • Solucionar distúrbios urinários;
  • Estimular a produção de leite;
  • Reduzir o bócio.

Contudo, o chá de urtiga é também usado para fins estéticos. Se usado, por exemplo, para fazer um banho de imersão, elimina, eficazmente, as impurezas da pele. Fortalecer as unhas é outra vantagem deste chá.

Contraindicações


Por fim, em relação às contraindicações do chá de urtiga, estão os casos de edema cuja origem está associada a doenças cardíacas.

De resto, apenas é fundamental ter consciência de que a planta não deve ser consumida crua e que as folhas usadas para preparar o chá de urtiga podem causar reações alérgicas e irritações na pele, pelo que a sua manipulação deve ser feita com luvas.

Veja também:

Belinda Sá Belinda Sá

Tem como paixão principal a escrita criativa e, no seu percurso, são vários os projetos internacionais e interculturais que a inspiram a escrever cada vez mais. É licenciada em Ciências da Comunicação: Jornalismo, Assessoria e Multimédia, pela Universidade do Porto, e tem experiência profissional em Marketing e Comunicação.