11 cidades da Europa de Leste que tem de conhecer

Praga e Budapeste podem ser as mais conhecidas, mas há muitas outras cidades da Europa de Leste que vale a pena visitar. Confira quais.

11 cidades da Europa de Leste que tem de conhecer
Há tanto por descobrir neste canto da Europa

Se já pensou em fazer férias nas cidades da Europa de Leste prepare-se para uma experiência oferece uma sensacional mistura de culturas, história e fenómenos de natureza inspiradora. As cidades da Europa de Leste não deixam de inspirar e encantar tudo e todos, seja para férias em família ou para férias românticas a dois.

Pode aproveitar para conhecer as suas praias maravilhosas e património cultural que têm conseguido escapar aos radares do turismo de massas, permanecendo autenticamente tradicionais. Descubra os melhores destinos.

As 11 melhores cidades da Europa de Leste

1. Dubrovnik, Croácia

Dubrovnik

George Bernard Shaw encantado com Dubrovnik, descreveu-a como a “pérola do Adriático” e afirmou que “aqueles que procuram o paraíso na Terra devem vir a Dubrovnik”. Dubrovnik, na Croácia, é de facto uma cidade deslumbrante com uma cidade antiga maravilhosa, que é Património Mundial da UNESCO.

Mas o que quer que se diga sobre esta cidade croata não faz jus à sua beleza que quase nos corta a respiração, pelo que tem de a visitar e ver com seus próprios olhos.

Na Cidade Velha vai encontrar muitas atrações, entre as quais destacamos as bem conservadas muralhas da cidade, ao longo das quais vai poder caminhar. Se visitar a cidade no verão, não perca o Festival de Verão de Dubrovnik, onde pode assistir a concertos, peças de teatro e exibições de dança. A Cidade Velha também é conhecida pela Stradun, que é a sua principal via. Aproveite para relaxar e tomar um café enquanto observa tudo à sua volta.

Quer visitar a Croácia? Conheça já as ofertas da Top Atlântico e não perca tempo! Faça já as suas reservas >>

2. Zamość, Polónia

1

Perto da fronteira ucraniana, Zamość localiza-se no sudeste da Polónia e é uma cidade relativamente pequena, com cerca de 70 mil habitantes, mas cheia de pequenos encantos, como a praça renascentista de influência italiana, projetada, à semelhança de muitos outros edifícios e locais da cidade, pelo arquiteto italiano Bernardo Mornado. A influência de Itália é notória, com a cidade cheia de pormenores coloridos e românticos a lembrar Florença.

3. Loket, República Checa

Loket é uma cidade da Europa de Leste muito pitoresca que se revela num surpreendente destino de viagem e longo da confusão das grandes urbes. Recomendamos a visita ao castelo que data do séc. XIV e que está aberto diariamente das 9h às 17h; bem como a torre de entrada na cidade. Loket é ainda conhecida pela sua porcelana, que pode ser um souvenir bastante original e único.

4. Ljubljana, Eslovénia

3

Situada numa encruzilhada geográfica entre a Europa Central e os Balcãs, a Eslovénia é uma constante surpresa para os sentidos e a sua pequena cidade capital, Ljubljana, não é exceção. Está cheia de pessoas jovens, extrovertidas e que sabem receber.

Esta cidade da Europa de Leste é mesmo um verdadeiro “must see” que encanta pela pequenez cosmopolita, pela monumental arquitetura do centro histórico, pelo charme discreto das suas ruas e, acima de tudo, pela amabilidade das suas gentes.

5. Osijek, Croácia

Osijek é uma das regiões onde decorreram alguns dos piores combates da guerra civil jugoslava, pela independência da Croácia. Apesar do passado sangrento, Osijek é hoje uma cidade harmoniosa, plana, airosa, espaçosa, com uma vida noturna bastante ativa. E o facto de o Danúbio atravessar a cidade torna-a ainda mais atrativa, com os seus cafés e pubs pela marginal onde pode experimentar algumas das delícias croatas.

Quero ir à Croácia ao melhor preço com a TopAtlântico! >>

6. Klaipeda, Lituânia

5

Klaipeda é o único porto da Lituânia. Algumas das construções mais antigas desta cidade da Europa de Leste possuem similaridades com construções alemãs, francesas, inglesas, dinamarquesas e também do sul da Suécia. Klaipeda pode ser pequena mas é encantadora e cheia de atrações para os turistas, desde museus, ruas históricas e eventos frequentes que dão vida à cidade portuária.

7. Tartu, Estónia

Tartu é a segunda maior cidade da Estónia, situada a 186km da capital Talin e considerada a capital universitária do país, devido à localização da conceituada Universidade de Tartu. O Rio Emajõgi, que conecta os dois maiores lagos do país, atravessa esta pitoresca cidade, onde o lado intelectual e cultural são exponenciados ao máximo.

É considerada a cidade mais antiga da Estónia e ainda preserva esses traços históricos que podemos testemunhar pelos edifícios e centro histórico. Há imensas atividades ao ar livre disponíveis da cidade, como visitar o jardim botânico da universidade e o parque Barclay.

8. Kotor, Montenegro

7

Kotor é uma pequena vila e porto natural de grande beleza localizado na baía de Cátaro, no Montenegro. A sua população não chega aos 10 mil habitantes, mas o que falta em gente tem em encantos, nomeadamente nos seus fiordes, que são únicos no Mediterrâneo.

Aconselha-se a alugar um carro, para poder ter mais liberdade de movimentos, visto ser uma cidade ainda não muito voltada para a vertente turística. E pelo meio do passeio, não se esqueça de visitar a Catedral St. Tryphons e a Igreja de São Nicolau.

9. Brno, República Checa

Brno é uma cidade do leste da República Checa e capital da região da Morávia. Situa-se aproximadamente a 210km de Praga, na confluência dos rios Syratka e Svitava. Aqui é notória a elevada comunidade estudantil, o que originou ao aparecimento de uma vida noturna animada que faz um contraste interessante com o espírito barroco e medieval dos edifícios e ruelas. Além disso, é uma cidade bastante acessível economicamente. Vale mesmo a pena experimentar!

10. Torun, Polónia

9

Torun é a cidade mais bem preservada da Polónia e um dos destinos turísticos mais importantes do país. É uma cidade histórica, que ainda mantém a sua aparência medieval com as ruelas típicas, quase todas pedestres, e palácios e pertencente à lista mundial de património da UNESCO desde 1997.

O estilo gótico dos seus edifícios é uma das principais atrações, bem como a muralha medieval que rodeia a cidade e que data de início de séc. XIV.

11. Bratislava, Eslováquia

Bratislava é uma pequena capital europeia que possui o charme e tranquilidade de uma vila de província, mesmo com o seu historial de grandeza que atingiu o seu apogeu na época em que foi capital do Reino da Hungria, entre 1536 e 1783.

Ainda que haja em Bratislava bastante património para descobrir, um dos maiores interesses desta cidade da Europa de Leste está nos passeios que se podem fazer pelas suas ruas e ruelas e na promenade que se estende ao longo do Danúbio.

Há muito para conhecer nas cidades da Europa de Leste. Basta partir à aventura! Quero ir à Croácia com a TopAtlântico! >>

Veja também: