Descubra 15 cidades que os millennials adoram

As cidades que os millennials adoram são grandes, cosmopolitas e com grande oferta cultural. Descubra 15 dos destinos favoritos desta geração irrequieta.

Descubra 15 cidades que os millennials adoram
Cosmopolitas, os millennials adoram cidades dinâmicas

Tanto se tem falado da geração millennial, que se torna desnecessário apresentá-la de forma exaustiva. Mas, antes de apresentarmos 15 das cidades que os millennials adoram, relembramos que, de uma maneira geral, o termo millennial refere-se aos jovens entre os 20 e os 30 anos, amantes de viagens e tecnologia.

Esta geração é pouco dada a compromissos que os obriguem a fixar-se num sítio, seja um emprego, uma relação afetiva ou uma casa. A internet permite-lhes trabalhar à distância e, por isso, viajar e conhecer novas pessoas e culturas é uma atividade frequente. Eis algumas das suas cidades favoritas.

15 cidades onde os millennials se sentem em casa

Berlim, Alemanha

Berlim

A capital da Alemanha é uma das mais criativas cidades da Europa e isso é um fator de atração para a geração de jovens abaixo dos 30. Com três milhões e meio de habitantes apenas na zona central, aqui vivem pessoas de todo o mundo, num ambiente multicultural estimulante.

Amesterdão, Holanda

Amesterdão

A estética é algo a que os millennials não são indiferentes e Amesterdão tem um charme único a que é difícil resistir. Para além disso, é uma cidade ecológica, onde a bicicleta se impõe, o que também agrada a esta geração. A mentalidade aberta e tolerante dos holandeses da capital é outro atrativo.

Viena, Áustria

Viena

Viena sabe combinar com mestria a história e a atualidade e por mais que sejam os monumentos e a música clássica aquilo que mais associamos à capital da Áustria, saiba que esta é uma cidade jovem e cheia de vida. Basta passear pelo Museums Quartier ao fim de semana, para ficar contagiado pela atmosfera vibrante da cidade.

Madrid, Espanha

Madrid

Não há como o estilo de vida da capital espanhola não possa agradar aos millennials: a movida de Madrid não se resume bares e discotecas, fazendo-se sentir de manhã à noite nas ruas, onde os espanhóis adoram descontrair e conviver. É ainda uma cidade que valoriza fortemente a arte e a cultura, com uma oferta incrível a este nível.

Lisboa, Portugal

Lisboa

Lisboa é uma das cidades-sensação do momento. Famosos de várias partes do mundo têm-se deixado encantar pelo espírito alfacinha, o que prova o seu caráter acolhedor e internacional. Cada vez mais marcas, empresas e eventos ligados à tecnologia escolhem a bonita Lisboa para desenvolver as suas atividades, o que a torna ainda mais tentadora para os millennials.

Oslo, Noruega

Oslo

De uma maneira geral, as cidades nórdicas são bastante apetecíveis para os millennials. Civilizada, ecológica – no centro não se usa praticamente carro, ou se caminha ou se anda de bicicleta – e com mentalidade progressista, Oslo oferece ainda um contacto com a natureza mais fácil do que noutras cidades. Não faltam jardins, parques e até fiordes, bem perto do centro.

Bristol, Inglaterra

Bristol

Bristol dista apenas 175 km de Londres, no entanto, brilha por si só, desde logo por ser berço ou cidade de acolhimento de inúmeros artistas e pessoas influentes, de J. K. Rowling a Damien Hirst e ao enigmático Banksy, passando por bandas como Massive Attack ou Portishead. Com edifícios bonitos, jardins convidativos e o rio Avon ao pé, o que não falta por aqui é inspiração.

Antuérpia, Bélgica

Antuérpia

Capital da Flandres e a segunda maior cidade belga, Antuérpia é uma cidade jovem e dinâmica, que faz jus à sua história feita de aventuras no mar – não esquecer que o porto de Antuérpia é um dos maiores do mundo, cuja importância vem desde o século XV. Museus e galerias de arte, cafetarias, esplanadas, lojas trendy e muito mais: a Bélgica no seu melhor.

Auckland, Nova Zelândia

Auckland

É o coração financeiro e económico da Nova Zelândia e a maior cidade do país, apesar de não ser a sua capital, que é Wellington. Oferece uma paisagem natural privilegiada, com muito mar, que contribui para uma excelente qualidade de vida, algo a que os millennials não são indiferentes. Recentemente, foi considerada a 3ª melhor cidade do mundo para se viver.

Helsínquia, Finlândia

Helsínquia

É uma das capitais mais desenvolvidas do mundo, nomeadamente em termos ecológicos e sociais, e nem o clima rigoroso, com um longo inverno, lhe retira o poder de atração. A arte, a arquitetura e o design pujante, assim como o encantador enquadramento natural, onde o mar e a floresta estão na própria cidade, são alguns dos seus atributos.

Barcelona, Espanha

La Boquería, Barcelona

Barcelona é uma daquelas cidades que nunca dorme, aberta à cultura, à criatividade e à diferença. Pioneira em muitas correntes da arte, da arquitetura e da gastronomia, viu nascer alguns dos maiores artistas e chefes de cozinha a nível mundial, inspirando ainda hoje muitos outros. Uma cidade viva e colorida, à semelhança do La Boquería, o seu mercado mais famoso.

Londres, Inglaterra

Londres

Quase que dispensa apresentações, a capital inglesa. É uma das maiores e mais inspiradoras cidades do mundo e isso é mais do que suficiente para exercer um efeito magnético sobre a geração millennial. Não falta nada nesta cidade de Sua Majestade, com quase 9 milhões de habitantes, vindos de todas as partes do mundo.

Praga, República Checa

Praga

A bonita e romântica capital da República Checa atrai mais do que visitantes em circuitos turísticos standard. O caráter histórico e a forte dinâmica cultural da “cidade das cem cúpulas”, ao longo dos anos, superam largamente a sua imagem batida de postal-ilustrado e reservam segredos e desafios às mentes jovens e irrequietas.

Paris, França

Paris

À semelhança, de Londres, Paris é uma cidade incontornável no que se refere à arte e à multiculturalidade e a uma atmosfera cosmopolita fervilhante. Viver e/ou trabalhar em Paris é ter o privilégio de estar no centro do mundo e absorver tudo o que é diferente e pioneiro, num ambiente onde a história e a tradição não são uma coisa chata, mas antes algo que influencia positivamente.

Roterdão, Holanda

Roterdão

Por fim, nesta lista de cidades que os millennials adoram, apresentamos-lhe Roterdão, a cidade holandesa mais dinâmica em termos culturais, com destaque para a arquitetura. O porto marítimo da cidade, de grandes dimensões, é outro fator que lhe confere vida e colorido, a par de uma oferta comercial, artística e de lazer, sofisticada e sedutora.

Veja também: