7 coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30

Evite cometer erros comuns de quem começa a ganhar os primeiros ordenados. Conheça as sete coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30.

7 coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30
Erros que não deve cometer.

Depois de terminar o percurso académico e durante os primeiros tempos de atividade profissional, os jovens adultos deparam-se com a necessidade de aprender rapidamente a gerir a carreira e o dinheiro que dela advém. Existem coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30 que o vão ajudar a evitar alguns erros comuns que acabam por trazer dissabores. Isto porque, mesmo que tendencionalmente os jovens adultos entrem na vida profissional um pouco mais tarde (a caminho dos 30), não significa que devam cometer aos 30, em matéria de finanças, os erros que cometiam aos 20. Confira sete coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30 anos.
 

7 Coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30

 

1. Saber negociar resulta em dividendos

São muitos os candidatos a (novo) emprego, por receio de não serem contratados, que não negoceiam o seu ordenado. No entanto, quem contrata sentir-se-á mais confiante em contratar alguém que saber negociar. O segredo passa por levar a lição bem estudada de casa. Saiba quanto vale o seu trabalho. Verá que um incremento no ordenado, por pequeno que seja, será muito útil no futuro.

 

2. Construa um fundo de emergência

Esta é definitivamente um das coisas a saber sobre dinheiro antes dos 30. Comece a criar um fundo de emergência a que possa recorrer numa situação futura inesperada.

 

3. Aprenda a usar apropriadamente o cartão de crédito

Os cartões de crédito podem ser, conforme o uso, uma excelente ferramenta financeira ou o principal motivo de endividamento. Liquidar atempadamente o saldo usado e não usá-lo para levantar dinheiro são algumas das coisas que deve saber sobre o uso correto dos cartões de crédito.

 

4. Não é demasiado cedo para começar a preparar a reforma

Ao contrário do que se possa pensar, deve-se começar a preparar a reforma o mais cedo possível.

 

5. Quanto vale o seu tempo

O ditado é antigo: tempo é dinheiro. Percebe o que vale o seu tempo para não entrar em situações em que pensa estar a ganhar, mas, na realidade está a perder dinheiro pois o ganho é inferior ao tempo despendido.

 

6. Criar uma criança é muito caro

Quando decidir construir uma família e ter um filho, assumindo que é o que pretende, lembre-se que isso implicará um aumento substancial das despesas. Prepara-se com antecedência.

 

7. Estabeleça as suas próprias metas

A ‘febre’ das redes sociais leva a que muitas pessoas gastem mais do que podem, isto porque vêem ‘amigos’ projetar uma versão idealizada deles próprios, que nem sempre corresponde à verdade, e acabam por se sentir frustrados. Lembre-se que os problemas sérios, desilusões ou dívidas, por exemplo, as pessoas guardam para elas. Ou seja, encare os seus problemas e trate de os resolver. Em vez de se comparar com os outros, estabeleça e focalize-se nos seus objetivos.

Veja também: