8 coisas imperdíveis em Lisboa

Não faltam atrações na capital de Portugal. Contudo, há sempre locais improváveis e que se tornam obrigatórios. Descubra oito coisas imperdíveis em Lisboa!

8 coisas imperdíveis em Lisboa
Deixamos oito ideias para se divertir em Lisboa. Aproveite!

Descontraída, moderna mas cheia de tradição. É assim que podemos descrever Lisboa, uma cidade espalhada por sete colinas acidentadas, tomada por imponentes prédios dos séculos XV e XV. Encontramos tantas coisas imperdíveis em Lisboa: a agitada vida noturna, a vista para o Rio Tejo, os antigos prédios coloridos nas ruas do Bairro Alto...

Lisboa é uma cidade de navegadores e viajantes, tendo sido daqui que os portugueses se aventuraram a descobrir o mundo e novas oportunidades. Um detalhe que faz desta uma cidade marcada também pela nostalgia da despedida e por um sentimento muito português: a saudade. 


8 COISAS IMPERDÍVEIS PARA VER E FAZER EM LISBOA


1. UMA NOITE COM O FADO

fado

O fado é uma parte muito própria, íntima e distinta da cultura lisboeta, com as suas músicas melancólicas e letras inspiradas nos marinheiros portugueses e na herança árabe que ainda hoje se perpetua pela cidade. Jantar numa casa de fado é quase um serão obrigatório e uma das coisas imperdíveis em Lisboa, pois permite-lhe, além de conhecer a cultura, experimentar a gastronomia típica portuguesa. 



2. A MODERNIDADE EM LISBOA

Surpreenda-se com a parte mais moderna da capital portuguesa e dedique um dia a visitar o Parque das Nações e a zona da Gare do Oriente que foi projetada por Santiago Calatrava, um arquiteto bem conhecido pelo seu estilo único que combina materiais tão distintos como o betão, o vidro e o aço, mantendo visíveis estruturas que outros arquitetos escondem.

Na Gare do Oriente, Calatrava criou uma estrutura de grandes dimensões com um aspeto elegante e leve, que a alguns faz lembrar um bosque de árvores metálicas e a outros as colunas e os arcos de uma catedral gótica.

Tem ainda tempo de visitar aquele que é aclamado como o melhor aquário do mundo pelo Tripadvisor, em 2015, o Oceanário de Lisboa, que promove a proximidade com os oceanos e os seus habitantes. São cerca de 8000 criaturas marinhas, entre as quais raias, deslumbrantes recifes de coral, várias espécies de tubarões e lontras marinhas. Uma experiência única e inesquecível e sem dúvida uma das melhores coisas imperdíveis em Lisboa.



3. LISBOA DO ALTO

miradouros

Há vários miradouros e sítios para ver Lisboa do alto. Perca-se a andar pelo Bairro Alto e descubra inúmeros espaços para ver a capital portuguesa de vários ângulos, quer seja no Hotel do Bairro Alto, no Castelo São Jorge para contemplar a vista para o Rio Tejo, no Elevador de Santa Justa, no Miradouro de Santa Catarina ou o de São Pedro de Alcântara.

Este último miradouro ainda é pouco conhecido pelos viajantes que chegam em Lisboa, mas ideal para quem deseja fugir um pouco das rotas turísticas mais tradicionais e poder na mesma admirar as vistas espetaculares para a zona da baixa lisboeta.



4. O AUTÊNTICO SABOR DOS PASTÉIS DE BELÉM

Sinta o sabor da tradição ao provar os deliciosos Pastéis de Belém. A visita à loja, localizada junto ao Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém é mesmo uma das coisas imperdíveis em Lisboa. A produção dos Pastéis de Belém iniciou-se em 1837 e até então a “receita secreta” mantém-se igual até aos dias de hoje. Estas pequenas tartes de nata polvilhadas com açúcar e canela são uma das mais célebres especialidades portuguesas. Não vai deixar de provar, pois não?



5. BAIRROS TÍPICOS

mouraria

Alfama, Mouraria ou Madragoa, são alguns dos bairros típicos de Lisboa. Cada um com a sua história, locais e gente típica e repletos de recantos a descobrir. A boémia e o fado andam de mão dada com alguns destes bairros.

Mas para uma saída descontraída à noite com os amigos é para o Bairro Alto que se deve dirigir. É aqui que a alegria, a boa disposição e a animação andam de mãos dadas, com artistas e escritores pelos cafés, ruas coloridas de graffiti nas paredes, lojas da moda e bares alternativos. As ruas podem ser calmas durante o dia, mas ganham outra vida à noite. Não faltam boas opções de bares e restaurantes na zona e deixamos um conselho: experimente uma ginjinha!



6. ANDAR POR LISBOA

Caminhar por Lisboa é, por si só, um encanto. Esta cidade é cheia de ruas labirínticas, velhas como a História. Mas só assim poderá descobrir a verdadeira Lisboa e as suas gentes, com histórias que nos contam as ruas e as personagens que nelas vivem. Afinal, uma cidade é também feita dos lugares, mas principalmente das histórias que eles nos apresentam.



7. PERCURSOS SECRETOS DE LISBOA

aqueduto

Já visitou as galerias subterrâneas do Aqueduto das Águas Livres – Museu da Água? Um local improvável, misterioso e histórico. A água transportada pelo Aqueduto das Águas Livres era conduzida através de uma rede emissária constituída por 5 galerias, maioritariamente subterrâneas, com cerca de 12 Km de extensão. O percurso é visitável entre a Rua das Amoreiras e o Miradouro de São Pedro de Alcântara e as visitas requerem marcação prévia!



8. PASSEAR NO ELÉTRICO 28

O percurso do Elétrico 28 começa no Martim Moniz e acaba em Campo de Ourique, no Cemitério dos Prazeres. Este elétrico é um verdadeiro ex-libris de Lisboa e uma das melhores formas de conhecer a cidade.

Das janelas deste pitoresco meio de transporte podemos apreciar todo o património histórico e natural que a capital tem para oferecer, desde a imponente Basílica da Estrela até ao monumental Castelo de São Jorge, na zona medieval da capital.

O "Amarelo", como é carinhosamente apelidado pelos habitantes de Lisboa, faz parte de um conjunto de veículos originalmente importados dos Estados Unidos em 1901 com o objetivo de substituir as antigas carruagens puxadas a cavalo, que eram o principal meio de transporte na altura. Desfrute!

 

Veja também: