Publicidade:

9 coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar

Quantas vezes uma relação de recém casados mal? Será que conheciam-se bem? Descubra 9 coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar.

9 coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar
Não vá ao engano!

As coisas não são como nos contos de fadas, em que todos vivem felizes para sempre e só há pessoas perfeitas. Todos temos falhas, defeitos, manias e, numa relação, tudo isso tem de estar bem oleado para funcionar. Por isso, se está a pensar dar o nó, conheça 9 coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar.

As 9 coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar


coisas que deve saber sobre o seu noivo ntes de casarFonte: Unsplash/heftiba

1. Planos familiares para o futuro

Imagine só o cenário: sempre sonhou com uma família numerosa – é daquelas pessoas que até gosta da ideia de gémeos e descobre que o seu futuro marido não inclui nos seus planos de futuro ter, sequer, um filho… Será uma grande incompatibilidade logo à partida, não? Não significa que se separe dele, mas sabendo disto poderá ir conversando com ele e mostrar como é importante para si constituir família.

2. Ambições profissionais

Outra das coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar tem a ver com as ambições profissionais. É importante saber com o que contar. Os planos dele passam por viajar muito? Por acabar um dia por criar a sua própria empresa? Serão os vossos horários minimamente compatíveis?

3. Tiques e ‘manias’

Não poucas vezes, um casal que parece perfeito e se entende às mil maravilhas, quando vai viver junto, parecem ser quase dois estranhos. Daí que se fale tanto da importância de viverem juntos mesmo antes de casar – para, assim, conhecer as rotinas um do outro, os hábitos, as “manias” e ambientarem-se a partilhar casa.

4. Partilha ou divisão de bens

Já conversaram como vão fazer depois de casar? Vão manter duas contas em separado? Vão juntar tudo numa? Como vão fazer com os bens? Casam em separação dos mesmos ou em regime de adquiridos? Vá conversando e sabendo a forma como se sentem mais confortáveis, para que na hora H não haja maus ambientes.

5. Religião

À partida, isto não será de todo um problema, mas a questão da religião entra para a lista de coisas que precisa saber sobre o seu noivo no sentido quando pode interferir nos planos de futuro. No caso da noiva ser católica, e ser seu desejo casar pela igreja, e o noivo ter outra religião, por exemplo, é necessário dialogar e chegar a um acordo. O mesmo com a futura educação dos filhos neste âmbito.

6. Conhecer a família

Quem nunca ouviu dizer que quando alguém se casa, casa-se não só com o noivo mas com a sua família. E é assim mesmo que deve ser! Daí que seja importante ir promovendo momentos de convívio e de encontro com toda a família, de forma a que todos fiquem familiarizados uns com os outros.

7. Um pouco de passado

Não, não estamos a dizer que uma das coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar são todas as suas namoradas, quem eram, quanto tempo durou, etc. Mas, há “mínimos” necessários. Já foi casado? Tem algum filho de um anterior casamento? Existiu alguma relação mais séria? Assim, ficará a conhecê-lo e percebê-lo melhor.

8. Clube e orientação política

As duas últimas coisas que precisa saber sobre o seu noivo antes de casar tem a ver com o seu clube e orientação política. Não que vá interferir diretamente com o relacionamento, mas mais para ser mais fácil direcionar os temas de conversa e, caso sejam de clubes e partidos diferentes, eventualmente até evitar os temas ou definir limites.

9. Situação financeira

Este ponto é um sensível. Dinheiro (e a falta dele), dívidas e a má gestão financeira é a causa de muitas discussões, separações e divórcios. Ter afinidades no que diz respeito à forma de lidar com o dinheiro é um factor crucial para um casamento feliz e próspero. Saber qual é a situação financeira um do outro é fundamental para não ser surpreendido por dívidas a perder de vista, que claramente recair sobre o orçamento do casal e da família. É importante que ambos saibam quanto cada um ganha e definam uma forma de gerir as finanças, se juntarão os rendimentos e dividirão as contas ou se cada uma mantém a sua vida financeira privada.

Veja também: