AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

4 coisas que não deve fazer na festa de Natal da empresa

Conheça as nossas dicas para ultrapassar as tradicionais festas de Natal da empresa, sem prejudicar a sua imagem profissional.

4 coisas que não deve fazer na festa de Natal da empresa
Se quer sair “ileso” da época festiva, é melhor prestar atenção a alguns comportamentos.

Dezembro é uma época festiva e com ele chegam as nem as empresas deixam a data passar em branco. E, nesse sentido, são muitas as que organizam eventos para juntar os seus colaboradores. Mas antes que fique demasiado animado com a festa de Natal da empresa, é bom que se lembre que pode estar a pisar um terreno “minado”. É que um passo em falso (entenda-se: um comportamento errado) e pode estar a comprometer a sua imagem profissional e até o seu emprego. A pensar nisso, e para lhe dar umas “luzes”, criamos uma lista com algumas das coisas que não deve fazer na festa de Natal da empresa.
 

Guia básico de sobrevivência: o que não deve fazer

Pode até parecer exagerado (e para uns será), mas para alguns esta lista será certamente útil. É que com o espírito festivo habitual da época e a animação da festa, há quem se deixe levar e acabe por extravasar os limites (ainda que eles sejam invisíveis). E porque – como diz o ditado – “mais vale prevenir do que remediar”, aqui ficam algumas dicas para conseguir ultrapassar a festa de Natal da empresa, mantendo o emprego, a reputação e o cadastro intactos.

 

1. Beber demasiado

Beber demasiado

Nunca! Jamais! É certo que a festa de Natal deve ser um espaço de descontração e divertimento, mas ainda assim não deixa de ser um evento de empresa e onde muito certamente vão estar as suas chefias e colegas e, como tal (e apesar do ambiente mais descontraído), deve sempre ter atenção aos excessos, principalmente no que ao álcool diz respeito.
Lembre-se que estas festas também são uma oportunidade de networking (com colegas de outros departamentos e com chefias) e, como tal, deve manter sempre uma postura profissional. Beba sim, mas com moderação.

 

2. Falar demasiado de trabalho

Falar demasiado de trabalho

Sim, é um evento de trabalho, mas não é suposto falar apenas e só de trabalho. Claro que é normal que se fale em trabalho, mas este também se pretende que seja um espaço de convívio e como tal deve evitar falar apenas de trabalho, principalmente se essa conversa envolver queixas ou pedidos de aumento de salário. Acredite, a festa de Natal da empresa não é a hora nem o local apropriado para isso.

 

3. Vestir-se de forma inadequada

Vestir-se de forma inadequada

Esqueça os “looks” de fazer “parar o trânsito”. É certo que vai para uma festa, mas essa festa não deixa de ser um evento institucional, onde vão estar todos os seus colegas de trabalho e superiores hierárquicos. Portanto, atenção às escolhas de indumentária. Antes da festa verifique se existe algum dress code instituído e se houver trate de o cumprir. Se não houver, o ideal é que escolha algo sóbrio e elegante.

 

4. Não falte

Pode até sentir-se tentado a fazê-lo, mas evite faltar à festa de Natal. Lembre-se que faz parte da equipa e, ainda que nem sempre seja fácil trabalhar com algumas dessas pessoas. Há que “vestir a camisola” e tentar relacionar-se com os seus colegas e chefias. Ao faltar vai estar a distanciar-se da equipa e isso pode ser prejudicial para o desempenho da equipa. Além do mais, pode até perder a oportunidade de contactar com as suas chefias de topo (que ao ficar a conhece-lo melhor podem vir a ser-lhe uteis para uma possível progressão na carreira).

Aproveite estas oportunidades para conhecer melhor as pessoas com quem trabalha. Claro que se tiver uma razão válida (e forte) – como uma emergência familiar, por exemplo – pode faltar, mas a regra é sempre evitar fazê-lo. Apareça nem que seja só por uma ou duas horas.

 

Festa sim, mas dentro dos limites!

Ainda que esteja em ambiente de festa há um pequeno (grande) detalhe que não deve nunca descurar: é a festa de Natal da empresa onde trabalha e a última coisa que vai querer é comprometer a sua reputação ou o seu emprego. Pode divertir-se, mas faça-o com moderação e dentro dos critérios do profissionalismo. E se tiver atenção ao seu comportamento e postura e seguir as nossas dicas, certamente vai sair “ileso” de mais uma época festiva.


Veja também: