5 coisas que não deve partilhar no Facebook

As redes sociais são uma constante tentação, mas há mesmo coisas que não deve partilhar no Facebook. Saiba quais!

5 coisas que não deve partilhar no Facebook
É ativo no Facebook? Há coisas que não deve partilhar...
  • As fotografias dos filhos é uma das coisas que não deve ser partilhada

O aparecimento das redes sociais veio em tudo impulsionar uma mudança de paradigma à escala global. A facilidade de comunicação em tempo real, assim como a facilidade da partilha vieram conferir novos hábitos, novas tendências, novas formas de relacionamento. 

As redes sociais mudaram a forma como as pessoas se relacionam hoje em dia, como partilham os seus momentos, como facilmente aceitam e conhecem desconhecidos.

Esta alteração de paradigma tem trazido coisas boas e más, como tudo, mas a verdade é que é preciso ter alguns cuidados com a forma com que se partilham coisas hoje em dia, assim como o conteúdo da prórpia partilha.
 

O Facebook

O Facebook é a rede social mais utilizada em todo o mundo, contando com mais de 1.230.000.000 de utilizadores. Mas será que todo nós sabemos utilizar esta rede social que está connosco em todos os dias e a toda a hora? Que coisas não devemos partilhar?
A zelar pela privacidade, o site Daily Dot elaborou uma lista das coisas que não deve partilhar no Facebook. Espreite-as e veja se concorda!

 

5 coisas que não deve partilhar no Facebook

 

1. Fez alguma coisa ilegal? Não partilhe

Há pessoas que partilham tudo e mais alguma coisa e durante esse percurso podem chegar mesmo a partilhar o que não devem. Se fizer alguma coisa que possa ser repreensível ou que seja ilegal, o melhor é não partilhar. Exemplo disso será o consumo de drogas, tortura de animais, uma infração, entre outras coisas.
 

2. Fotografias de menores

Uma das coisas que não deve partilhar no Facebook são fotografias de menores, embora hoje em dia ainda haja alguma polémica em torno da partilha das fotografias de crianças. Diz o bom senso que, relativamente às redes sociais, o melhor é manter a privacidade de quem é menor, por uma questão de segurança. No entanto, há pessoas que partilham as fotografias dos seus filhos a toda a hora. Tenha cuidado com este tipo de coisas, o Facebook pode ser um inimigo em alguns casos.
 

3. Afirmações discriminatórias

Tudo o que possa ser considerado um discurso racista, pode não cair nada bem quando partilhado para milhares de pessoas. Não use o Facebook para dizer tudo o que lhe passa pela cabeça, porque pode ter consequências graves disso. Lembre-se sempre que por mais políticas de privacidade que tenha, há sempre forma de chegar ao conteúdo que publica.
 

4. Vida privada

O Facebook não é um psicólogo, embora muitas pessoas o utilizem como tal. As publicações da vida privada nesta rede social, podem trazer muitas complicações desnecessárias. Guarde para si o que é da sua intimidade.
 

5. Posts sobre a empresa

Se tem um emprego estável e até gosta do que faz, não arrisque ir para o Facebook fazer comentários à sua empresa ou ao seu patrão – pode dar muito mau resultado. Há há muitos casos de despedimento despoletados por posts menos agradáveis no Facebook, principalmente no que também possa estar associado a divulgação de procedimentos internos de uma entidade. Pense muito bem sobre tudo o que publica no Facebook e que consequências poderá, essa partilha, trazer para a sua vida!


Veja também: