Colonoscopia: tudo o que precisa de saber

Sabe para que serve uma colonoscopia? Sabe como o exame é feito e quais os riscos associados? Nós explicamos tudo.

Colonoscopia: tudo o que precisa de saber
Saiba para que serve e como é feito este exame médico

Os dados são alarmantes: em Portugal, são diagnosticados, por dia, 20 casos de Cancro do Cólon e do Reto. Esta patologia pode ser tratada desde que seja identificada a tempo. Assim sendo, a colonoscopia é fundamental para prevenir estes casos, pois apesar do cancro do cólon e do reto ser um dos tumores malignos mais mortais, o seu desenvolvimento é lento, o que torna o seu tratamento eficaz se for detetado numa fase precoce.

Mas vamos por partes. Já sabemos que a colonoscopia é um exame médico. Sabe como se processa? Quando deve fazê-lo? Como é feito este exame? Nós respondemos a todas estas questões.

Colonoscopia: o que é?

Como foi dito anteriormente, a colonoscopia é um exame médico que serve para visualizar o cólon (intestino grosso) e o reto. Este é um exame que pode ser feito com ou sem anestesia através da introdução de um pequeno tubo flexível (cerca de 12 milímetros de diâmetro) no ânus para despistar diversas doenças, como é o caso do cancro do cólon e do reto.

É através desse tubo que o médico pode fazer as biópsias (recolha de pequenos fragmentos da mucosa intestinal) e extrair pólipos que, posteriormente, são analisados em laboratório.

Para os mais receosos, a recuperação do exame é, por norma, rápida (apenas alguns minutos), salvo raras exceções. Quando é aplicada anestesia por via endovenosa, o recobro é de uma hora e o paciente não deve conduzir nem trabalhar no dia seguinte ao exame.

Quando devo fazer uma colonoscopia?

São vários os sintomas que o devem deixar alerta. Esteja atento e procure um gastroenterologista em caso de:

A Colonoscopia também é indicada para doentes que já tenham sido submetidos a Polipectomias ou à cirurgia do colo-retal.

Como é feita a colonoscopia?

É necessário que o intestino esteja limpo e desobstruído para garantir a eficácia do exame. Por norma, o paciente segue, à risca, uma dieta especial preparada pelo médico, dois dias antes do exame.

Durante o exame, o paciente despe a roupa e veste a que seja fornecida. A colonoscopia é feita com o paciente deitado de costas ou virado sobre o lado esquerdo. Durante o exame, poderá ser necessário mudar de posição.

Após a aplicação do gel lubrificante e do anestésico, é introduzido o tubo no ânus e o médico avança com o procedimento. Ao longo do exame é possível que sinta alguma dor e desconforto, por isso, vá avisando o médico do que vai sentindo (caso não seja aplicada uma anestesia).

Para uma correta visualização do intestino, a Colonoscopia pressupõe a introdução de ar para insuflar as paredes do intestino e para permitir o avanço do tubo endoscópio.

No final do exame poderá sentir algum desconforto causado pela presença de ar: os especialistas aconselham caminhadas e uma ida à casa de banho para minimizar esses efeitos.

O objetivo da colonoscopia é encontrar todas as possíveis lesões existentes no intestino, mas nem sempre é possível: de acordo com os últimos dados, cerca de 10% de pequenos pólipos não são detetados (mesmo por médicos mais experientes) à conta das pregas e respetivos ângulos da parede do intestino.

Existem riscos?

Como em todos os exames invasivos (a colonoscopia é um desses), há um risco associado de lesões. A hemorragia e a perfuração da parede do intestino são os mais graves mas, de acordo com os últimos dados, menos de um em cada 1000 exames apresenta complicações.

Veja também: