Como aceder à sua informação privada no Facebook

O Facebook pode saber mais sobre si do que aquilo que imagina. Mas sabe quanto? Veja como aceder a toda a sua informação no Facebook.

Como aceder à sua informação privada no Facebook
A privacidade no Facebook é um assunto que começa a levantar algumas questões/dúvidas

O Facebook continua a dominar o campeonato das redes sociais. Consegue pensar em alguém que não tenha uma conta na rede social criada por Mark Zuckerberg? É verdade, nesta aldeia global é difícil encontrar alguém que não faça parte deste mundo. E não estranhe se para além de encontrar por lá pessoas… também der de caras com alguns animais de estimação.

Mas será que consegue imaginar o quanto é que o Facebook sabe sobre si?

Os seus relacionamentios, os locais que visita, a música que partilha através do Youtube, as fotografias que tem no Instagram, a música que ouviu no Spotify… Tem uma conta no Facebook há tanto tempo que já nem imagina a quantidade de coisas que esta rede social pode saber acerca de si. Não se preocupe, é fácil conseguir essa informação. Espere… ainda não tínhamos dito que toda a informação ficava registada e que pode aceder a ela a qualquer momento?


6 passos para aceder à sua informação no Facebook

É muito fácil:
1. Aceda à sua página de perfil;
2. Depois de aceder às definições da sua conta, procure aceder ao separador “Geral”;
3. Carregue em “Descarrega uma cópia dos teus dados do Facebook”;
4. Carregue no botão para iniciar o download. Por razões de segurança, vai ter de introduzir a sua palavra-passe;
5. Concluída a fase 4, vai receber um email onde vai ser avisado que o Facebook está a reunir a informação que pediu. É só esperar;
6. Depois de fazer a descarga do ficheiro que lhe vão enviar (em formato .zip), abra-o e carregue duas vezes no ficheiro “Index”. Voilá!

Lembre-se sempre que a informação só está lá porque você a deu. Mesmo que não a partilhe com mais ninguém… partilhou com o Facebook.

O Facebook sabe aquilo que você lhe conta

Parece uma verdade de La Palisse, isto é, uma afirmação tão verdadeira e fácil de perceber que parece ridícula. Mas é mesmo assim. Atenção que aqui não interessa o que os outros sabem sobre si e o que decide ou não tornar público, mas sim aquilo que a rede social Facebook, que possui os seus dados, sabe sobre si.

Mas o que é que já contou ao Facebook desde que criou a sua conta? Mais do que pode pensar. Há imensas informações que à partida lhe são pedidas como o nome, o local de nascimento, a residência, o email… Tente lá contar pelos dedos das mãos! É preciso mais? Use também os dos pés! Acredite que nem assim vai conseguir contar. Pode até ir ter com um amigo e pedir-lhe os dedos emprestados… também não vai conseguir, é garantido. A lista é extensa e pode encontrar aqui a maior parte. Mas há mais…


Até o simples “Gosto” pode dizer muito…

Sempre que acede a uma página está a demonstrar ao Facebook que existe algo que lhe chamou à atenção nessa mesma página. Agora imagine que coloca um “Gosto”. Acabou de confirmar ao Facebook que tem um interesse pelo produto que essa página vende. A partir desse momento, pode ficar à espera de recomendações de outras páginas ou de publicidade relacionadas com o produto que “gostou”. É tão simples quanto isto. Se gostar de uma página da Dodot, espere ver publicidade sobre fraldas.


Veja também: