Como conseguir um aumento de ordenado com sucesso em 7 passos

Reconhecer o nosso valor profissional é tão importante como reconhecer as nossas capacidades laborais. Mas sabe como negociar um aumento de ordenado?

Como conseguir um aumento de ordenado com sucesso em 7 passos
Adapte estas ideias à sua situação

Dinheiro é sempre um tema complicado. Mesmo num ambiente profissional, onde estamos a trocar capacidades e conhecimentos por dinheiro, através dos serviços prestados. Está numa fase da sua vida profissional em que merece algo mais? Saiba como conseguir um aumento de ordenado.

Não há muita gente que goste de negociar ordenados. É um tópico sensível, complicado, que envolve negociação, com contornos delicados. Contudo, é importante reconhecer o seu valor profissional, o que traz à sua empresa/empregador, o que merece. E a verdade é que as empresas esperam que os seus colaboradores tenham essa noção e que saibam negociar.

Como conseguir um aumento de ordenado: 7 passos


Negociar é a base de tudo, quer seja entre empresa e clientes, quer entre colaborador e empregador. Existe, evidentemente, um caminho a percorrer entre decidir negociar e efetivamente fazê-lo. Especialistas aconselham a preparar terreno antes de praticar esse pedido e já se sabe: negociar um aumento salarial assenta em alguns princípios de etiqueta profissional e bom senso, para os quais lhe podemos dar algumas dicas.

ALT salario

1. Conheça o seu valor… em números

Se considera que está na hora de pedir um aumento de ordenado, e não está a prever um primeiro contacto por parte da sua entidade patronal, saiba que há vantagens em pedi-la primeiro. Tente ultrapassar a ideia pré-concebida de que deveria esperar que o seu patrão lhe dissesse algo.

Negociar um aumento de ordenado com argumentos bem estruturados, mostra ao seu empregador as suas capacidades de negociação e confiança profissionais. Faça uma pesquisa prévia, para estabelecer um intervalo de valores, ou valor exato, do que vale um cargo como o seu, no mercado de trabalho. Este primeiro valor, ou intervalo de valores, é o ponto de partida. Agarre-se a ele.

Estabelecer um valor exato por mês, ou por ano, vai provar que fez a sua pesquisa, que se preparou e fez o trabalho de casa para saber como negociar um aumento de ordenado. Não tenha medo em ser preciso nos números que apresenta, mas lembre-se: se, ao avaliar a sua entidade profissional, considerar que apresentar um valor exato pode ser demasiado agressivo, considere um intervalo de valores.

Neste caso, e dependendo da resposta que tem por parte dos superiores, uma certa flexibilidade pode jogar a seu favor – e esta é mais uma prova de que é muito importante fazer o trabalho de casa.

2. Estabeleça um contacto pessoal

Mas, atenção: tenha cuidado com o que diz. Tente evitar usar a frase “porque eu preciso” demasiadas vezes. É importante estabelecer um contacto pessoal e, até, refletir sobre a razão principal para pedir um aumento, caso ela exista.

Mais uma vez, saiba com quem vai negociar o ordenado e saiba até onde pode ir na discussão de razões pessoais para o pedir. Deve dar prioridade a uma negociação bem estruturada e argumentada, e nunca cair no erro de fazer um pedido desesperado.

3. Relacione o aumento com os objetivos da empresa

Apresente este pedido de aumento como uma oportunidade de crescimento, uma motivação, uma ferramenta para ajudar o seu empregador a atingir os objetivos pretendidos. Mostre que o aumento pode até ser benéfico para a própria empresa, no sentido de aumentar a confiança profissional, recompensando os esforços prestados até ao momento.

Deve argumentar que sente que as suas competências devem ser valorizadas e que isso vai contribuir para o bem comum de toda a empresa.

4. O timing é importante

Neste ponto tem de ter três questões em consideração.

  • em primeiro lugar, tente saber quando vai ser a avaliação anual e revisão de ordenados para poder fazer o seu pedido antes;
  • em segundo lugar, deve saber que, se a empresa está a passar ou acabou de superar algumas dificuldades, pois este, provavelmente, não será o melhor momento para pedir um aumento;
  • por último, o momento certo para pedir um aumento de ordenado é quando tiver acabado um projeto importante, resolvido um problema ou quando tiver assumido novas responsabilidades.

5. Não caia no erro de suplicar

O seu chefe não quer saber se tem cinco filhos ou se tem a hipoteca da casa para pagar. Se quiser conseguir um aumento de ordenado pense nisso como uma venda, onde vai ter de explicar como o seu papel na empresa é importante e de que maneira acrescenta valor à mesma.

6. Saiba porque é que merece ganhar mais

Faça uma lista com todos os objetivos atingidos ao longo do seu percurso na empresa. Isto vai ajudá-lo a saber o seu valor como empregado e vai dar-lhe razões objetivas para sustentar o seu pedido de aumento. Se for possível, pratique esta conversa com alguém para garantir que se sente confortável e que transmite segurança e confiança.

7. Prepare-se para responder ao “não”

Não se sinta culpado ou envergonhado pelo facto de pedir um aumento de ordenado. Está no seu direito e o pior que pode acontecer é ouvir um “não”. Também deve estar preparado para isto e, se for o caso, pergunte o que pode fazer para merecer um aumento. No caso de o seu superior dizer que não é a altura certa, pergunte quando seria conveniente ter esta discussão.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.