AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Como escolher o estágio certo?

Os estágios podem ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho. Se está a considerar a possibilidade, saiba quais os aspetos a ter em conta na hora de escolher o estágio certo.

Como escolher o estágio certo?
Estágios não faltam, só tem que saber escolher.

Goste-se ou não, os estágios fazem parte da vida de qualquer profissional. E há deles para todos os gostos. Mais curtos ou mais longos, curriculares (não remunerados) ou remunerados, de verão ou durante o resto do ano, em Portugal ou no estrangeiro. A escolha é muita! O problema muitas vezes é saber qual como escolher o estágio certo para si.
 

4 Dicas para escolher o estágio certo

Antes de mais é bom que repare que falamos em escolher o estágio certo e não o estágio perfeito, até porque nem tão pouco sabemos se tal coisa existe. No entanto, ainda que não lhe possamos prometer um estágio perfeito, podemos dar-lhe algumas dicas para o ajudar a encontrar um estágio que (melhor) se alinhe com os seus objetivos de carreira e através do qual possa agarrar outras oportunidades e chamar a atenção dos recrutadores. Para tal, na hora de escolher o estágio mais indicado para si deve ter em consideração alguns fatores-chave, de forma a garantir que opta por aquele que lhe vai dar mais possibilidades de desenvolver a sua carreira profissional. Por isso, se está prestes a escolher um estágio, responda a estas perguntas.

 

1. Que experiências lhe vai proporcionar o estágio?

Esta é uma questão particularmente importante (se não mesmo a mais importante). Aqui não falamos tanto do nome da empresa onde vai estagiar, nem da área de atividade, mas das competências e experiências que o estágio lhe pode proporcionar em termos profissionais. Lembre-se que a ideia é ganhar experiência e destreza profissional com o estágio, tornar-se apto a trabalhar de forma autónoma, adquirir conhecimentos e competências técnicas que serão depois fundamentais para o seu dia-a-dia laboral, ter a possibilidade de interagir e contactar com profissionais mais experientes na sua área profissional e aprender com eles.  Saber de antemão com o que pode contar e se isso o pode ajudar ou não a atingir as suas metas é algo que vai querer ter em conta na hora de escolher e aceitar um estágio.

 

2. A estrutura e o tempo do estágio

Para tirar partido de um estágio, convém que ele esteja bem estruturado e organizado. Por isso, antes de “saltar” para um, trate de perceber qual a estrutura e a duração do mesmo, só assim pode saber se vai ou não poder trabalhar as suas competências e adquirir a experiência que necessitar para alcançar os seus objetivos e metas profissionais.

 

3. Que competências vai poder desenvolver?

Mais uma vez, é importante que saiba com o que pode contar. Analise bem, o tipo de trabalho que poderá vir a desenvolver durante o estágio e tente perceber o que pode ou não fazer e quais as competências profissionais que pode vir a adquirir e trate de as agarrar com as duas mãos.

Mas esta questão pode ser um pouco delicada. Isto porque, não depende apenas do estágio, mas também do estagiário. Ou seja, aqui não basta que o estágio (ou a empresa) lhe ofereça a oportunidade de desenvolver um leque de competências que serão importantes para a sua carreira futura, você – enquanto estagiário – também tem que querer desenvolver essas competências e trabalhar para isso. Se quer tornar-se ainda melhor pode – por exemplo – procurar fazer mais. Ofereça-se para participar noutros projetos ou realizar novas tarefas, por exemplo.  Lembre-se que um estágio é uma oportunidade de treinar e ganhar experiência, mas apesar de estarem pensados e estruturados para dotar os estagiários de determinadas competências, depende de si ir ou não mais longe.

 

4. Qual é a natureza do seu trabalho enquanto estagiário?

Muitas vezes os estagiários apercebem-se que, ainda que as descrições de funções digam uma coisa, nem sempre as funções são aquilo que deveriam ser e nem tão pouco lhe vão dar os conhecimentos e experiência que procuram. Para evitar que isso aconteça trate de perceber se efetivamente vai poder “pôr as mãos na massa” e aprender durante o estágio. Pode tentar falar com antigos estagiários da empresa onde pensa vir a estagiar ou tentar obter mais informações junto dos recrutadores (aquando da entrevista). E não tenha medo de lhes dizer que pretende trabalhar e aprender durante o estágio, afinal é para isso que serve.

 

Um estágio à medida

Escolher um estágio não é fácil. E nem deve ser. Afinal, esta experiência deve abrir-lhe o caminho para uma carreira de sucesso. Para isso, deve antes de mais pensar no rumo que quer dar à sua carreira e quais os estágios que podem (ou não) ter mais impacto em termos profissionais para si. Mas independentemente da sua escolha, encare a importunidade de forma positiva e trate de desenvolver as suas competências técnicas.
Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: