Como escolher o monitor certo: 4 aspetos a não esquecer

Sabe como escolher o monitor certo? Há várias características que deve ter em atenção para poder tirar melhor partido do seu computador.

Como escolher o monitor certo: 4 aspetos a não esquecer
Monitores de todos os tamanhos para todas as necessidades

Quando compramos um computador novo temos tendência a menosprezar o monitor. É apenas um pedaço de hardware e, para além disso, são todos iguais, certo? Errado. Aprenda como escolher o monitor certo e saiba quais são as características que deve ter em atenção.

Por vezes, um monitor adequado às suas necessidades é tudo o que precisa para fazer mais e melhor, para ser mais produtivo no trabalho ou nos estudos.

Saiba como escolher o monitor certo

No mundo dos computadores, existem mil e uma soluções para mil e uma situações diferentes. Trocado por miúdos, isto significa que há diferentes soluções para diferentes utilizadores. Até porque nenhum utilizador é igual ao outro, certo?

A pergunta que se impõe é: “quer um monitor para quê?”. Tudo depende da utilização que pretende fazer do computador. É um ávido utilizador que utiliza o computador todos os dias? Usa-o só para navegar na internet e utilizar o Office? Ou costuma utilizar o computador para jogar? E para edição de imagens e vídeo?

São imensas as utilizações que podemos dar a um computador. E, como tal, também é preciso pensar no monitor que queremos adequar às nossas necessidades.

monitor

Tamanho

Quando o assunto é o tamanho do monitor, a opinião consensual é de “quanto maior, melhor”. Bem, não queremos ser desmancha-prazeres e discordar de todas as opiniões mas, decerto, já se terá apercebido de que nem sempre é assim.

Em primeiro lugar, é necessário ter em atenção o espaço disponível para colocar o monitor. A secretária é grande o suficiente? Ou vai colocá-lo na parede? Em segundo lugar, o preço tende a aumentar tendo em conta o tamanho do monitor. E o preço é algo a ter em conta, sempre. Já para não falar da resolução.

Resolução

É impossível falar do tamanho do monitor sem pensar também na resolução do mesmo. Aqui, as coisas são muito fáceis de perceber: quanto maior o monitor, mais resolução deve ter.

Os monitores de 1080p são bastante bons e fiáveis quando o tamanho dos mesmo não passa das 23 polegadas. Mas se quisermos um monitor um pouco maior, os 1080p podem não chegar, uma vez que pode oferecer imagens menos nítidas.

Refresh Rate

Este nome pode parecer um pouco estranho (a tradução pode ser “taxa de atualização”) mas é bastante fácil de explicar. O refresh rate de um monitor é medido em hertz e refere-se ao tempo, por segundo, que um monitor demora a “redesenhar” tudo aquilo que é apresentado no ecrã.

A maioria dos monitores tem entre 60 a 75 Hz, mas se pretende um monitor para jogar, a nossa sugestão é que aposte em monitores de 120 Hz para cima. Em Portugal, pode também perguntar pelo “tempo de resposta” do monitor. Quanto menor, melhor.

Placa gráfica

Atenção, a placa gráfica não vem no monitor mas decidimos incluí-la nesta lista porque pode fazer toda a diferença. Não interessa comprar um monitor topo de gama se depois utiliza uma placa gráfica que só consegue suportar jogos como o Solitário. Para tirar um bom proveito do seu monitor, a placa gráfica também deve estar à altura. Nunca se esqueça disso!

monitor

Dica final para escolher o monitor certo

Quando pretendemos comprar algum produto, é essencial ler-se algumas opiniões de quem já experimentou. Contudo, quando se trata de escolher monitores para computadores, mais do que ler as opiniões, é bom ver “ao vivo” e na primeira pessoa. Para que possa experimentar mesmo antes de comprar.

Onde comprar monitores

Grandes superfícies como a Rádio Popular, Fnac e outras semelhantes possuem vários monitores adequados a utilizações mais básicas, mas se o objetivo passa por apostar num bom monitor para ter uma utilização mais imersiva, nada como apostar em lojas especializadas como a Chiptec ou a Pixmania.

Veja também:

Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.