Como escolher um sócio para um negócio?

Escolher um sócio é uma das decisões mais importantes e determinantes para o sucesso de um negócio. Veja quais os pontos que deve ter em conta ao fazer a sua escolha.  
 

Como escolher um sócio para um negócio?
Aprenda a identificar as características definem o parceiro de negócios ideal.

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancersTal como num casamento, ao escolher um sócio para o seu negócio convém que escolha o parceiro ideal. Pode parecer-lhe exagerado mas a verdade é que esta é uma das decisões mais importantes para o seu negócio e pode determinar tanto o seu sucesso como o seu fracasso.
 

6 Dicas para escolher o sócio ideal

Escolher um sócio é uma decisão mais complexa do que se possa pensar. A primeira opção (a mais óbvia) vai recair sempre sobre amigos ou familiares, mas nem sempre são a melhor das escolhas. Um parceiro de negócios deve trazer algum valor (além do monetário) para a gestão da empresa. Por isso, é imperativo que não erre. Afinal a pessoa que escolher vai participar nas decisões importantes para a empresa e vai definir o futuro do seu negócio. Saiba quais os aspetos a ter em conta.

 

1. Procure alguém que partilhe os seus valores, espírito empreendedor e visão

Este é provavelmente um dos pontos mais importantes a considerar na sua decisão. Pense. Os sócios podem (e vão) discordar, mas é importante que partilhem da mesma visão para o negócio. Afinal, serão vocês a tomar todas as decisões relativas ao negócio, a definir os objetivos da empresa e a orientarem o negócio e os trabalhos. Se estiverem em sintonia (quanto aos valores, espírito empreendedor e visão) tudo ser torna mais fácil, mesmo quando discordam, porque terão mais facilidade em chegar a um acordo.

 

2. Escolha alguém que traga novas competências e conhecimentos para a empresa

Não quer ter ao seu lado uma "réplica" sua, mas sim de alguém que possa complementar as suas competências e conhecimentos. Ao procurar um sócio foque as suas atenções em profissionais que adicione novas ferramentas e mais-valias à empresa. Por exemplo, se está mais vocacionado para a área criativa ou comercial, procure alguém com experiência em gestão ou finanças. Acima de tudo lembre-se disto: quantas mais competências você e o seu sócio cobrirem mais fácil será pôr o projeto em andamento e fazê-lo crescer e prosperar.

 

3. Encontre alguém que ofereça recursos e credibilidade ao seu negócio

Sim, um sócio vai contribuir financeiramente para o seu negócio, mas a sua contribuição pode ir além da parte monetária ou das competências. Falamos da rede de contactos profissionais, das listas de clientes ou know-how (por exemplo) que pode adicionar valor ao seu negócio e ajudá-lo a aumentar as hipóteses de sucesso.

 

4. Escolha um sócio que se comprometa

Numa sociedade todos partilham as responsabilidades. Por isso é importantes que escolha alguém que se queira envolver e participar ativamente no negócio, que ambicione o crescimento da empresa, que esteja motivado e que, acima de tudo, tenha os “pés bem assentes na terra” e que assegure os melhores resultados para o negócio.

 

5. Procure alguém confiável e que tenha princípios éticos

Se vai escolher um sócio para partilhar o seu projeto é fundamental que confiem um no outro. Só assim uma sociedade pode resultar. Por isso, procure alguém que partilhe dos seus valores (honestidade, ética e valores morais) para evitar surpresas desagradáveis.

 

6. Procure um sócio que respeite e que o respeite a si

A ideia de uma sociedade é que trabalhem juntos e alcancem o sucesso como uma equipa e, para tal, é imperativo que se respeitem mutuamente.

 

Uma parceria de sucesso

Uma sociedade é uma relação a longo prazo e, para que tudo corra pelo melhor, há que ponderar bem a decisão. Afinal, é com esse sócio que vai partilhar o seu negócio de sonho. Escolha bem e o sucesso não lhe escapa! 


Veja também: